Seis livros com plot twists inesperados que irão dar um nó em sua cabeça

3 comentários

Histórias com plot twists e reviravoltas surpreendentes são a minha praia. Tanto é que antes de comprar uma obra, procuro saber se ela tem pelo menos alguma reviravolta em seu enredo. Posso afirmar que a maioria dos livros que estão na minha estante seguem essa premissa. Por isso, decidi escrever essa postagem que pode ser considerada uma sequência dessa outra aqui. Já adianto que vocês não irão encontrar obras repetidas nesses dois posts.

Espero que eles sirvam de boas sugestões para aqueles leitores que estão à procura de boas histórias com essas características. E aí? Vamos para a nossa listagem? Então, segura aí!

01 – A Paciente Silenciosa (Alex Michaelides)

Alguns leitores tem a opinião de que A Paciente Silenciosa tem o melhor plot twist dos últimos tempos. Não posso afirmar isso, pois ainda não li o livro. Acabei incluindo-o nesta relação por sugestão de um amigo leitor que adorou a história e me disse que ficou com o queixo caído com a reviravolta em seu enredo. Como amo plot twists já providenciei a sua compra. A Obra deve chegar dentro de poucos dias.

O escritor Alex Michaelides narra a história de Alicia Berenson, acusada de matar o marido a tiros. Depois disso, nunca mais disse uma palavra. Anos depois, o psicoterapeuta forense, Theo Faber, está convencido de que pode tratar Alicia e fazê-la voltar a falar, para descobrir a verdade por trás deste crime horrendo.

Este meu amigo que leu o livro me disse que já tinha suas convicções praticamente formadas com relação ao final da narrativa, mas então... com a chegada das últimas páginas todas essas convicções vieram por terra abaixo. “O meu queixo caiu. Que final foi aquele!”, disse ele.

02 – O Colecionador de Ossos (Jeffery Deaver)

Angelina Jolie e Denzel Washington no filme baseado no livro

Um dos melhores livros policiais que li. Tanto enredo quanto personagens conseguem prender a sua atenção das primeiras as últimas páginas. Jeffery Deaver construiu os seus personagens de uma maneira tão perfeita, nada caricatos, que eles parecem ser de carne e osso e fazer parte do nosso mundo real.

OColecionador de Ossos envolve a novata policial Amelia Sachs e o brilhante criminologista Lincoln Rhyme - que correm contra o tempo para prender um perigoso serial killer que trucida as suas vítimas de uma maneira cruel, deixando, propositadamente, pistas espalhadas pelo caminho.

Rhyme é um criminologista brilhante, considerado um dos melhores da área, uma verdadeira sumidade no meio policial americano, mas a sua carreira acaba sendo interrompida por um acidente que o deixa tetraplégico. A novata policial Amelia acaba se juntando a equipe de Rhyme que entra no caso. A moça será os braços, pernas, enfim o corpo do criminologista na caça ao assassino.

Os plot twists ao longo da história são maravilhosos, mas o final, realmente é para dar um nó na cabeça do leitor. No meu caso, eu jamais poderia imaginar que ‘aquilo’, de fato, poderia acontecer. Um dos finais mais surpreendentes envolvendo thrillers policiais.

Lembrando que o filme de 1999 com Denzel Washington e Angelina Jolie, baseado no romance também é muito bom e foi um grande sucesso na época.

03 – Não Conte a Ninguém (Harlan Coben)

Imagine um bolo com várias camadas, em cada camada um recheio diferente; e por isso, em cada uma dessas camadas uma surpresa para o seu paladar. Esta foi a melhor definição que encontrei, mesmo que a grosso modo, para Não Conte a Ninguém de Harlan Coben, considerado, até agora o melhor livro de toda a sua carreira literária.

Não Conte a Ninguém não é aquele livro que você vai lendo, vai lendo, mas pensando apenas na chegada do plot twist final que se encontra no último capítulo. Pelo contrário, a obra de Coben tem várias reviravoltas ao longo da trama que vão preparando o leitor para o grand finale. E quando esse grand finale chega... Coben em menos de meia página, arremata a história de uma maneira que deixa qualquer leitor de queixo caído. Este plot twist “miserável” (no bom sentido) muda grande parte do que você já tinha lido, além de alterar algumas reviravoltas anteriores.

A reviravolta final conseguiu dar um baita nó em minha cabeça. Juro que não esperava por aquilo. My God!

04 – Flores Partidas (Karin Slaughter)

Este livro é mais uma sugestão que recebi. Não li ainda, mas quem leu disse que ficou chocada com a história. Muito pesada e cheia de gatilhos. 

Vale lembrar que os livros escritos por Karin Slaughter tem quase sempre mulheres como personagens centrais. Em Flores Partidas, ela narra a história dramática de duas irmãs. Quando Lydia conta à irmã que o cunhado tentou estuprá-la, Claire não acredita. Dezoito anos depois, o marido de Claire morre, e agora ela começa a descobrir todas as suas mentiras e mentiras terríveis. O livro tem muitas passagens de estupros e violência, por isso a leitura não é recomendável para as pessoas mais sensíveis.

Conheço dois leitores que leram a trama e me disseram a mesma coisa: o plot twist no meio do enredo é surpreendente até a última gota. Deixa as pernas bambas de qualquer um.

05 – Confissões (Kanae Minato)

Outra sugestão. O Zé Roberto é um amigo que eu posso reputar de um autêntico devorador de livros. Já tentei convencê-lo, várias vezes, para ter um canal no Youtube ou então um blog, mas ele sempre refuta a ideia, dizendo que se começar a dedicar as redes sociais não sobrará tempo para ele fazer o que mais gosta: ler e ler muitos livros. “Confissões” foi sua leitura mais recente. Na semana passada ele estava comentando sobre o livro comigo.

O Zé disse que a obra de Kanae Minato é uma metralhadora de plot twists, coisa do tipo: um atrás do outro. “Nunca vi aquilo, meu!”, exclamou ele.

O contexto do livro se passa em um ambiente escolar no Japão, no qual ocorre um assassinato e então, o leitor passa acompanhar as consequências dessa situação. Cada capítulo da obra traz confissões de certos personagens juntamente com plot twists surpreendentes.

A autora narra a saga da professora Yuko Moriguchi, cuja vida girava em torno da pequena Manami, uma garotinha de 4 anos apaixonada por coelhinhos. Agora, após um terrível acontecimento que tirou a vida de sua filha, Moriguchi decide pedir demissão.

Antes, porém, ela tem uma última lição para seus pupilos. A professora revela que sua filha não foi vítima de um acidente, como se pensava: dois alunos são os culpados. Sua aula derradeira irá desencadear uma trama diabólica de vingança.

O livro vendeu mais de três milhões de cópias no Japão, onde recebeu vários prêmios literários e foi adaptado para o cinema em um filme pré-indicado ao Oscar. Confissões também foi selecionado como um dos dez melhores livros de suspense de 2014 pelo Wall Street Journal.

06 – Por Trás de Seus Olhos (Sarah Pinborough)

Quando comento este livro com alguém, digo que o seu plot twist final é tão espantoso, mas tão espantoso que chega a ser considerado completamente “fora da casinha”. Cara, é surreal demais, mas isso não significa que não gostei do livro; pelo contrário, gostei muito.  

O enredo criado por Sarah Pinborough é excelente e consegue prender o leitor. A sua narrativa cria em nós expectativas dúbias com relação aos personagens. Você não sabe quem está mentindo, quem está falando a verdade, enfim, quem é o gato ou o rato. 

 Então, quando os segredos desses personagens começam a ser desvendados, principalmente os segredos sinistros do estranho casal David e Adele, o leitor fica piradão porque a sua curiosidade cresce de tal maneira, ao ponto de você ir ‘engolindo’ as páginas para descobrir o que fulana ou sicrano estão tramando. 

Mas aí, no ápice do enredo vem aquele final louco da porr... O que foi aquilo cara?!! Acho que a autora estava ‘mutcho loka’ naquele momento.

Ah! Antes que me esqueça: Por trás de seus olhos virou, recentemente, uma série de TV na Netflix.

Taí galera, espero que essa postagem ajude os leitores fissurados em plot twists. Agora é só escolher a sua obra.

Inté!

 


3 comentários

  1. Aghata christie, tudo q ela escreve é um plot twist, faltouu! Kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Amanda! Pensei em Agatha Christie, mas para se fazer justiça teria de colocar na lista um grande numero de suas obras. Ela merece uma postagem só dela, coisa do tipo: 'os plot twists mais quentes dos livros de Agatha Christie'. Com certeza, futuramente, escreverei algo parecido no blog.
      Abcs!

      Excluir
  2. A mulher entre nós é um livro maravilhoso.

    ResponderExcluir