Suma define data de lançamento para “A Metade Sombria” de Stephen King


Esta notícia, pelo menos para mim, merece a mais ruidosa e alegre de todas as comemorações, com direito a tudo, desde bateria de fogos, champanhe francesa, chopada e o escambau a quatro. Afinal de contas, o selo Suma da editora Companhia das Letras já definiu o mês de lançamento, ou melhor, relançamento de “A Metade Negra”, de Stephen King. A obra estava esgotada em todas as livrarias brasileiras e por isso, vendida a peso de ouro nos sebos. Pode acreditar, a edição da Francisco Alves, lançada em 1991, vinha sendo comercializada no início de 2018, antes do anúncio de seu relançamento, a ‘míseros’ R$ 800,00!! Depois que a Suma confirmou a novidade, os sebos reduziram esse valor, mas mesmo assim, ainda continua muito salgado, em torno de R$ 400,00.
Agora, eu pergunto: vale ou não vale comemorar um relançamento desses? É claro que vale! Só mesmo aqueles leitores que são fãs de carteirinha do mestre do terror para compreender tanta euforia.
“A Metade Negra” que nesta nova edição terá o título alterado para “A Metade Sombria” -  chega nas livrarias brasileiras no mês de março. O livro fará parte da série “Biblioteca Stephen King” que já conta com outros quatro volumes – “Cujo”, “A Hora do Lobisomem”, “O Iluminado” e “A Incendiária” – e terá o mesmo layout caprichado da coleção, ou seja, capa dura, páginas de primeira qualidade e extras, incluindo entrevista inéditas com o autor.
A Suma já divulgou a capa de “A Metade Sombria” aumentando ainda mais a expectativa da galera. Ela será roxa com letras em branco, tendo ainda a ilustração de um pássaro pousando na ponta de uma lápide num cemitério.
“A Metade Negra” foi publicada originalmente em 1989 nos Estados Unidos, tornando-se o segundo livro mais vendido por lá. Em 1993, dois anos após o seu lançamento no Brasil pela Francisco Alves, acabou ganhando uma adaptação (muito boa) para o cinema.
O enredo desenvolvido por King conta a história de Thad Beaumont, um garoto que ao ser operado para tirar um tumor do cérebro descobre ter na cabeça o cérebro de um possível irmão gêmeo, que nunca se desenvolveu. Anos mais tarde, Thad é um escritor de sucesso, mas também produz literatura barata sob o pseudônimo de George Stark. No entanto, quando é ameaçado por alguém que descobriu seu segredo, ele "enterra" George Stark. A partir desse ponto, ele se torna o principal suspeito de uma série de assassinatos chocantes.
Em resumo esse é o plot de “A Metade Negra” ou a “Metade Sombria”, tanto faz.
Taí galera, iniciando a contagem final para a chegada do mês de março. 
Que venha logo!



Nenhum comentário