6 livros de ficção científica estrangeiros que serão lançados no Brasil em 2019


E aí amantes da ficção científica? Hoje tem postagem especial para vocês que curtem esse gênero literário, assim como eu. Ontem de madrugada, de repente, bateu-me uma insônia danada. Cara! Nunca me aconteceu isso antes, sabia? Sempre dormi como uma pedra, mas ontem, parece que Morfeu não me queria em seus braços, ‘entonce’ decidi ligar o meu computador de mesa  e dar uma vasculhada nas livrarias virtuais para ver se ‘pingava’ alguma novidade, foi então que tive a idéia de fazer essa postagem. A inspiração veio pela Amazon. Lá, em seu portal vi em pré-venda a “Trilogia da Fundação” de Isaac Asimov que será relançado em volume único. C-a-r-a-m-b-a! Livraço, com aço, meu! E em pré-venda. Acredita?!
Depois de impacto positivo, pensei com os botões do meu pijama: “Acho que um post sobre livros de ficção científica que serão lançados em 2019 – incluindo a “Trilogia da Fundação”, é claro - seria uma boa pedida”. Pois é, mas o tal bichinho da dúvida chegou de repente e colocou em xeque mate a minha idéia: “Ficção científica nada! Faça uma postagem sobre desse tipo, mas falando sobre livros de terror”. Ahahaha!! Só que na esperança de semear a confusão em minha cabeça, esse ‘bichinho da dúvida’ acabou me dando outra uma idéia... extra. Eu disse: “Ué? Por que cargas d’água não escrever dois posts do gênero: um sobre ficção e outro sobre terror?”
E assim, estou aqui, na frente do computer, por volta das 2H30m da madrugada, redigindo, primeiramente, a postagem sobre os livros de ficção científica que serão lançados neste ano de 2019. Quanto aos de terror, com certeza, virão, mas... num outro dia. E vamos a listagem.
01 - Trilogia da Fundação (Isaac Asimov)
Editora: Aleph
Lançamento: 08 de abril
A “Trilogia da Fundação” pode ser considerada a obra máxima de Isaac Asimov, considerado um dos gênios da ficção científica.  A saga foi eleita a melhor série de Sci Fi e fantasia de todos os tempos – superando trabalhos premiados como O Senhor dos Anéis, de J.R.R. Tolkien.
Os livros que compõem a série – Fundação, Fundação e Império e Segunda Fundação – surgem agora em volume único, em uma edição de colecionador com acabamento de luxo, capa dura e 24 ilustrações coloridas de Alexander Wells. Viram só como a Aleph caprichou? Até parece que baixou o espírito da DarkSide!
“Trilogia da Fundação” é uma obra à altura do legado de Asimov. Os livros contam a história da humanidade em um ponto distante no futuro, no qual o visionário cientista Hari Seldon prevê a destruição total do império humano e de todo o conhecimento acumulado por milênios. Mas incapaz de impedir a tragédia, ele arquiteta um plano ousado, em que será possível reconstruir a glória da raça humana. Quer dizer... Se tudo correr como o planejado. Inédita no Brasil, essa edição de 896 páginas terá tiragem limitada.
02 - Artemis (Andy Weir)
Editora: Arqueiro
Lançamento: Abril
Por acaso você se lembra do livro “Perdido em Marte” lançado em 2014 e que dois anos depois deu origem ao filme homônimo? Se você leu e gostou, muito provavelmente também irá curtir “Artemis’. Os dois livros foram escritos por Andy Weir e abordam temas com muitas semelhanças: a solidão do ser humano no espaço. Só que agora sai de cena o planeta Marte e entra em ação a lua. Para quem não sabe, o filme “Perdido em Marte” foi indicado ao Oscar 2016 em várias categorias, incluindo Melhor Filme, Melhor Ator para Matt Damon e Melhor Roteiro Adaptado para Drew Goddard. E agora, na esperança de repetir o mesmo êxito, Weir lançou “Artemis” em 2017 nos Estados Unidos. A obra só chegará em abril no Brasil.
Recentemente a Fox anunciou que já adquiriu os direitos de adaptação ao cinema. Os mesmos produtores de “Perdido em Marte”, Simon Kinberg e Aditya Sood também cuidarão da adaptação de “Artemis”.
O novo livro de Weir traz a história da jovem Jazz, que vive presa à sua cidadezinha, Artemis, a primeira e única colônia lunar da humanidade. Jazz como tantos outros, possui suas contas a pagar, seu salário não é suficiente para atender as suas necessidades, e ela acaba aceitando uma oportunidade que leva a uma conspiração envolvendo os jogos de poder do lugar.
Vamos aguardar a chegada de abril para devorarmos a obra.
03 – Alita: Anjo de Combate (Pat Cardigan)
Editora: Record
Lançamento: 18 de fevereiro
Para quem gosta de novelizações de filmes, taí uma boa pedida. Bem... eu, particularmente, detesto, mas, com certeza, há muitas pessoas que adoram.
A novelização ficou a cargo de Pat Cadigan, uma escritora americana de ficção-científica, reconhecida principalmente pela temática cyberpunk, que é o que basicamente envolve Alita. Ela também escreveu uma prequel da história chamada Iron City, lançada em novembro de 2018 nos Estados Unidos. Além disso, também é autora de livros de ficção científica e terror e foi duas vezes vencedora do Arthur C. Clarke Award e uma vez do Hugo Award. Escreveu a novelização de dois episódios de The Twilight Zone e a novelização e a sequência de Jason X.
O Grupo Record comentou em seu Instagram que o livro chega já no mês de fevereiro, inclusive, a Amazon já colocou a obra em pré-venda.
Quanto ao filme baseado na obra e que deverá estrear nos Estados unidos em 14 de fevereiro, a expectativa da galera é enorme. Também não é para menos, já que teremos duas feras hollywoodianas à frente do projeto: “Robert Rodriguez na direção e James Cameron na produção.
Confira a sinopse da novelização: “Quando Alita desperta sem memória de quem ela é e em um mundo futuro que ela não reconhece, acaba sendo levada por Dyson Ido, um médico compassivo que percebe que em algum lugar nesta casca de ciborgue abandonada está o coração e alma de uma jovem mulher com um passado extraordinário. Enquanto Alita aprende a navegar em sua nova vida nas ruas traiçoeiras da Cidade de Ferro, Ido tenta protegê-la de sua misteriosa história, enquanto seu novo amigo de rua Hugo oferece ajuda para recuperar suas memórias. Mas é somente quando as forças mortais e corruptas que controlam a cidade vêm atrás de Alita que ela descobre uma pista de seu passado – ela tem habilidades únicas de combate e então, decide enfrentar aqueles que controlam a Cidade de Ferro.
04 – A Parábola dos Talentos (Octavia E. Butler)
Editora: Morro Branco
Lançamento: 1º Semestre
O livro é a continuação de “A Parábola do Semeador” onde a autora cria um terrível mundo distópico onde as cidades são muradas com portões reforçados. A água é mais cara que a gasolina. O desemprego e a violência provocam migrações, mas as fronteiras estão fechadas. Enfim, um mundo a beira do caos.
Dentro desse contexto, em uma noite de fogo e morte, Lauren Olamina, a jovem filha de um pastor negro, perde sua família, seu lar e se aventura pelas terras americanas desprotegidas. Mas o que começa como uma fuga pela sobrevivência acaba levando-a a algo muito maior: uma visão estonteante do destino humano. E ao nascimento de uma nova fé.
“A Parábola dos Talentos” mostra o que acontece no mundo distópico após a protagonista da história, Lauren Olamina, criar sua religião. Os acontecimentos são narrados por sua filha, Larkin.
O protagonismo negro é sempre destaque nas obras da autora afro-americana que recebeu diversos prêmios ao longo da carreira, entre eles, os prestigiados Hugo Award e Nebula Award – firmando-se também como uma importante referência do movimento cultural afrofuturista.
05 – O Guia Geek para Cinema Sci-Fi (Ryan Lambie)
Editora: Grupo Pensamento
Lançamento: 1º Semestre
Ryan Lambie conta a história do cinema de ficção científica e analisa sua importância na sociedade e no desenvolvimento de tecnologias para produção de filmes nos últimos 110 anos. A obra lançada originalmente em inglês em 2018, chega as livrarias brasileiras neste primeiro semestre.
O autor responde vários questionamentos relacionados ao cinema de Sci Fi, entre os quais: “Por que os filmes de ficção são importantes? “Como os filmes de FC evoluíram com a tecnologia de filmagem nos últimos 110 anos?”, além de muitas outras questões.
O “Guia Geek para Cinema Sci-Fi” fornece uma história divertida e aprofundada dos filmes mais influentes e importantes do gênero de ficção científica. Dos filmes pioneiros de Georges Méliès a blockbusters como Avatar e Inception no século 21, o livro irá explorar como essas produções foram feitas, como elas refletiram o clima da época em que foram lançadas e como elas influenciaram outros cineastas.
06 – O Fim da Morte (Cixin Liu)
Editora: Suma (Grupo Companhia das Letras)
Lançamento: Abril
“O Fim da Morte’ é o último volume da trilogia iniciada com “O Problema dos Três Corpos”, primeira ficção científica chinesa a fazer estrondoso sucesso internacional. A obra trata do contato entre humanos e extraterrestes.
O autor chinês ganhou com o primeiro livro da série o Prêmio Hugo em 2015, considerado a mais prestigiada honraria da ficção científica. É importante frisar que esse foi o primeiro livro na história a receber o prêmio sem ter sido escrito na língua inglesa. Ele é um dos mais celebrados autores do mundo, mesmo você, talvez, nunca tendo ouvido falar dele.
Agora esta trilogia épica chega ao fim com o livro “O Fim da Morte”. A trilogia de Liu traz para os leitores uma China do final dos anos 1960. Enquanto o país inteiro está sendo devastado pela violência da Revolução Cultural, um pequeno grupo de astrofísicos, militares e engenheiros começa um projeto ultrassecreto envolvendo ondas sonoras e seres extraterrestres. Uma decisão tomada por um desses cientistas mudará para sempre o destino da humanidade e, cinquenta anos depois, uma civilização alienígena a beira do colapso, os Trissolarianos, planeja uma invasão.
Em “O Fim da Morte”, meio século depois da Batalha do Dia do Juízo Final entre os trissolarianos e os terraqueos, o equilíbrio inquieto da Dissuasão da Floresta Negra – uma espécie de fronteira - mantém os invasores trissolarianos afastados. A terra goza de prosperidade sem precedentes devido à infusão do conhecimento trissolariano. Com a ciência humana avançando diariamente e os Trissolarianos adotando a cultura da Terra, parece que as duas civilizações em breve poderão coexistir pacificamente como iguais sem a terrível ameaça de aniquilação mutuamente assegurada. Mas a paz também tornou a humanidade complacente.
Cheng Xin, engenheiro aeroespacial do início do século XXI, desperta da hibernação nesta nova era. Ela traz consigo o conhecimento de um programa há muito esquecido que data do início da Crise Trissolar, e sua presença pode perturbar o delicado equilíbrio entre dois mundos. A humanidade alcançará as estrelas ou morrerá em seu berço?
Taí amantes da ficção científica. Agora, só resta aguardar a chegada desses lançamentos para devorá-los.


Nenhum comentário