Cinco livros imperdíveis que serão lançados em 2019


Alô, alô meus amigos e amigas devoradoras e devoradores de livros, com certeza, vocês irão curtir esta postagem sobre os principais lançamentos literários para 2019.
Aliás, todo o finalzinho dos 365 dias do ano é a mesma coisa para nós leitores que ficamos na expectativa da confirmação daquele lançamento que foi amplamente anunciado no meio do ano ou então aguardamos a vinda daquele Bestseller lançado em terras do Tio Sam, mas que custa chegar por aqui.
A boa notícia é que após as minhas vasculhadas pelas redes sociais de editoras, descobri que teremos agradáveis surpresas literárias para 2019. Portanto, a galera já pode reservar algum dinheiro para engordar o cofrinho ou então dar uma maneirada nos gastos com os cartões crédito com a finalidade de sobrar ‘money’ suficiente para a concretização de seu sonho: comprar essas verdadeiras jóias raras que deverão sair do prelo das editoras no próximo ano.
01 – A Metade Negra (Stephen King)
Iahuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu!!! Ooops! Desculpe-me a euforia, mas ela tem uma justificativa. Cara, você não imagina como eu estava correndo desesperadamente, há anos, atrás desse livro com edições esgotadas. Cada vez, que visitava os sebos virtuais e físicos na esperança de sentir em minhas mãos essa jóia rara em extinção, vinha a pancada e... forte: os preços extrapolavam a casa dos R$ 300,00! Entonce, o ‘menino’ frustrado, devolvia o seu sonho de consumo na estante e saia do sebo com o rabinho no meio das pernas.
Mas, numa bela noite, ao zapear pela net, vejo a notícia de que a Suma de Letras  havia confirmado o relançamento de “A Metade Negra” de Stephen King. Acho que você já advinhou como ficou o meu estado de espírito, não é mesmo?
“A Metade Negra” foi escrito em 1989. King conta a saga do escritor Thad Beaumont, autor de uma série de sucesso assinada sob o pseudônimo de George Stark.  Decidido a abandonar a conhecida série de livros, Thad enterra seu pseudônimo, com direito a um velório e um túmulo no cemitério local. Mas quando pesadelos terríveis passam a atormentá-lo, além da ocorrência de assassinatos brutais que parecem querer vingar a morte do fictício  George Stark, Thad precisa descobrir por que é tão difícil manter enterrada a parte mais sombria de si mesmo.
O livro que fará parte da luxuosa coleção “Biblioteca Stephen King” deve desembarcar em terras tupiniquins no primeiro semestre de 2019.
02 – Trocas Macabras (Stephen King)
Olha o King, novamente aí gente! “Trocas Macabras”, escrito originalmente em 1991 e lançado pela editora Francisco Alves, também fará parte da coleção “Biblioteca Stephen King”. A Suma de Letras garantiu em suas redes sociais que tanto “Trocas Macabras” quanto “A Metade Negra” estarão de volta às livrarias brasileiras neste ano.
O livro conta a história de um misterioso personagem chamado Leland Gaunt que decide abrir uma pequena loja na cidade de Castle Rock onde, em troca do objeto de desejo dos moradores, eles devem prestar um pequeno favor ao vendedor. Em pouco tempo fica evidente que nessas trocas macabras os preços pagos pelos moradores de Castle Rock serão altos demais.
03 – Candy Man (Clive Barker)
Até hoje não me sai da cabeça um filme que assisti no começo dos anos 90 com um ator chamado Tony Todd. Ele interpretava um assassino sobrenatural que saia das profundezas do inferno para destripar todas pessoas incautas que pronunciavam o seu nome por cinco vezes seguidas. O nome do sujeito? Candy Man.
Pois é, o filme foi baseado num conto de Clive Barker. Sua primeira aparição aconteceu em 1985 como uma novela literária (com o título The Forbidden), publicada em uma das muitas coletâneas do autor. Na adaptação para o longa-metragem nos cinemas, produzido pelo próprio Barker, trama, cenário e protagonistas sofreriam alterações. Mas a maldição continuou ali, assim como as abelhas que anunciavam a chegada do assassino, além de sua icônica mão de gancho vingadora. Brrrrrrrrr!!
“Candyman” chega aos leitores brasileiros em uma edição única e exclusiva no mundo. A Darkside promete arrassar no visual da obra, como já se tornou tradição em seus lançamentos anteriores.
Do autor, a Caveira já lançou Hellraiser: Renascido do Inferno e Evangelho de Sangue
04 – Circe (Madeline Miller)

Este livro que o selo Minotauro Brasil da editora Planeta promete lançar no primeiro semestre de 2019 é imperdível para os amantes de mitologia grega, mesmo sendo uma releitura. Circe era, na mitologia, uma feiticeira imortal, filha do deus Hélios e da ninfa Perseis, especialista em venenos e drogas. Também aparecia como uma Deusa ligada à feitiçaria, assim como sua mãe Hécate. Com o auxílio de sua varinha mágica, poções, ervas e feitiços, transformava homens em animais, fazia florestas se moverem e o dia virar noite.
Circe é considerada a Deusa da Lua Nova, do amor físico, sonhos e vinganças. Na “Odisséia” de Homero, no decurso de suas aventuras, o herói Ulisses e sua tripulação desesperada chegaram na Ilha de Eana, onde vivia Circe. Após um encantamento, os homens de Ulisses foram transformados em porcos, enquanto o herói, dominado por um feitiço, acabou se apaixonando pela bruxa.
A obra de Miller não será uma simples adaptação ou descrição dessa história clássica da mitologia, mas sim, uma releitura.  Nela, a personagem é uma criança estranha e também não tão poderosa como o pai ou linda como a mãe. Solitária, ela se volta para o mundo dos mortais, onde descobre ser uma feiticeira capaz de transformar rivais em monstros e chama a atenção dos deuses do Olimpo.
Ameaçado, Zeus a expulsa para uma ilha deserta, onde Circe aperfeiçoa seu dom, doma animais selvagens e cruza o caminho de muitas figuras famosas na mitologia Grega, incluindo o Minotauro, Dédalo e seu filho Ícaro, Medeia e claro, Odisseu.
Por ser mulher e ainda vivendo sozinha em uma ilha, Circe atrai, sem querer, a fúria de homens e deuses e acaba atraindo um dos olimpianos mais assustadores e vingativos. Para proteger o que mais ama, Circe precisa de toda sua força e escolher, de uma vez por todas, se pertence ao mundo dos deuses que nasceu ou dos mortais, quem ela aprendeu a amar.
Vale lembrar que o livro e o Ebook em inglês já se encontram a venda no Brasil pela Amazon.
05 – Mais do que palavras podem dizer (Brigid Kemmerer)
Dentre os vários lançamentos para 2019 anunciados pela editora Plataforma 21, um dos destaques fica para “Mais do que palavras podem dizer”, da escritora americana Brigid Kemmerer
O enredo gira em torno de dois personagens principais: Rev Fletcher e Emma Blue. Rev, enfrenta os fantasmas do passado. Mas, com seus amorosos pais adotivos, aos poucos tudo parece estar cicatrizando. Até que, inesperadamente, ele recebe uma carta de seu pai biológico abusivo e o trauma da infância volta com toda força.
Por sua vez, Emma, expert em programação, passa o tempo livre aprimorando o jogo de videogame que construiu – o que é, ao mesmo tempo, uma fuga do casamento em ruínas de seus pais. Entretanto, quando surge um assediador no meio virtual, o medo neste ambiente torna-se real e ela precisará encontrar uma maneira de combater o criminoso.
Quando Rev e Emma se encontram, estão soterrados pela própria escuridão. Embora seja difícil para ambos descrever em palavras o que estão passando, a conexão entre os dois é inevitável. Seus problemas podem até parecer distantes, mas Rev e Emma decidem ajudar um ao outro, não importa o que aconteça. Conforme as circunstâncias ficam mais perigosas, a força dessa parceria será testada de maneiras que jamais imaginaram.
A obra deve chegar às livrarias no mês de janeiro. Portanto, se você se interessou pela sinopse é só aguardar, e aguardar por pouco tempo.
Por hoje é só.


Nenhum comentário