Cinco sagas literárias de sucesso que brilharam nos cinemas

Nenhum comentário

Nesta postagem (aqui) selecionei cinco sagas literárias de grande sucesso que fracassaram nos cinemas, agora vou fazer o oposto. Por sugestão de Lulu que é uma grande fã de filmes – desde que sejam bons, né (rs) – baseados em séries de livros, resolvi publicar uma lista com outras cinco sagas, mas que desta vez deram certo nos cinemas. Vamos a elas:

01 – O Senhor dos Anéis (J.R.R. Tolkien)

Filmes: O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel, O Senhor dos Anéis: As Duas Torres e O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei

Começo com a aclamada trilogia de O Senhor dos Anéis. Não dá para dizer que uma adaptação cinematográfica que conquistou 17 Oscars tenha sido um fracasso. Agir dessa forma seria muita hipocrisia. Cara, O Senhor dos Anéis teve uma produção impecável e um elenco fantástico. Enfim, uma adaptação perfeita, sem nenhum ‘se não’.

O Senhor dos Anéis é um clássico da literatura. J.R.R Tolkien é um dos maiores autores que já existiu por sua genialidade de criar universos únicos e enriquecedores. Portanto, uma trilogia antológica e até mesmo mítica merecia filmes à altura.

A primeira adaptação veio em 2001 com O Senhor dos Anéis - A Sociedade do Anel pelas mãos de Peter Jackson e, nos anos seguintes, a trilogia se completou nas telas com As Duas Torres e O Retorno do Rei e se tornou um clássico.

02 – Jogos Vorazes (Suzanne Collins)

Filmes: Jogos Vorazes, Jogos Vorazes: Em Chamas, Jogos Vorazes: A Esperança (Parte 1) e Jogos Vorazes: A Esperança (Parte 2)

A escritora Suzanne Collins teve uma sacada incrível ao misturar em sua trilogia: reality show, desigualdade social e um líder de estado insano. Tudo isso num futuro distópico. A saga literária tornou-se um sucesso em diversos países, com adaptações para filmes bem-sucedidos em bilheteria.

Acredito que além da feliz escolha de Jennifer Lawrence para interpretar a heroína Katniss, as mudanças no roteiro foram fundamentais para o grande sucesso da adaptação cinematográfica.

Sabemos que a trilogia da escritora Suzanne Collins é carregada de detalhes, por isso o roteirista Gary Ross que contou com a assessoria de Collins, optou por cortar a maioria desses detalhes, deixando os filmes muito mais dinâmicos.

Uma das coisas que chama a atenção também, é a visão da Capital na adaptação, já que o livro é narrado em primeira pessoa e tira um pouco dessa experiência. Já a adaptação tem a liberdade de explorar ainda mais o outro lado, o que foi ótimo para situar os fãs na história.

03 – Crepúsculo (Stephenie Meyer‎)

Filmes: Crepúsculo, Lua Nova, Eclipse, Amanhecer (Parte 1) e Amanhecer (Parte 2)

Crepúsculo foi o primeiro romance escrito por Stephenie Meyer e vendeu uma barbaridade de livros em todo o mundo. A história de amor entre uma garota comum (Isabella Swan) e um vampiro (Edward Cullen) conquistou um grande número de leitores e acabou se transformando numa verdadeira coqueluche mundial com a galera teen formando milhares de fã-clubes dedicados ao novo “casal literário” sensação daquela época. Resultado: o lançamento de mais três livros o que formou uma saga literária de quatro volumes. 

O sucesso desses livros foi tanto que a história foi parar nos cinemas. Nas telonas não foi diferente. A adaptação cinematográfica da saga de Meyer foi um verdadeiro fenômeno, alçando Kristen Stewart e Robert Pattinson ao estrelato.

 

04 – 50 Tons de Cinza (E.L. James)

Filmes: Cinquenta Tons de Cinza, Cinquenta Tons de Cinza Mais Escuros e Cinquenta Tons de Liberdade

Tudo bem que não tenha agradado os leitores mais puritanos, mas não podemos negar que a saga 50 Tons de Cinza, lançado em 2011, foi um grande sucesso mundial, tornando-se a publicação mais vendida da década passada, além de ter ganhado três adaptações para o cinema.

A saga de E.L. James (Cinquenta Tons de Cinza, Cinquenta Tons de Cinza Mais Escuros e Cinquenta Tons de Liberdade) fez a cabeça de muita gente e conseguiu balançar as estruturas do mercado editorial ao misturar paixão e ingredientes picantes. Para se ter uma ideia, nas seis primeiras semanas de lançamento do primeiro volume foram vendidos mais de 10 milhões de exemplares.

A trama fala de uma jovem virgem de 21 anos que cursa literatura na faculdade. Ela passa a ter um relacionamento com o magnata Christian Grey depois de entrevista-lo para o jornal da instituição. Durante o namoro, é iniciada no mundo do sadomasoquismo. Como todo bom fenômeno, teve duas sequências que ampliaram a dimensão dos fãs dessa quase releitura da história da Cinderela, mas com bondage, sadismo e masoquismo. E claro que não demoraria tanto para a saga virar três filmes de sucesso.

05 – Harry Potter (J.K. Rowling)

Filmes: Harry Potter e a Pedra Filosofal (2001), Harry Potter e a Câmara Secreta, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, Harry Potter e o Cálice de Fogo, Harry Potter e a Ordem da Fênix, Harry Potter e o Enigma do Príncipe, Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 1 e Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2.

Fecho a nossa lista com esta saga literária que é considerada um dos maiores fenômenos editoriais do mundo e que conquistou adultos e crianças. As aventuras do jovem bruxo proporcionaram livros, filmes, roupas, colecionáveis, parques temáticos e outros tantos produtos que surgiram dessa franquia milionária e que continua cativando os fãs ao redor do mundo.

Após o lançamento do primeiro volume, outros vieram com o mesmo destaque, o que potencializou o sucesso da série ao redor do mundo. Em 2018, segundo o Pottermore – blog oficial sobre o universo Harry Potter – foram vendidos meio bilhão de livros de toda a saga.

A obra foi traduzida para mais de 80 idiomas diferentes e continua sendo lançada em diversos formatos, seja com capas variantes, edições de colecionador, novas ilustrações ou audiobooks. Ao todo são sete livros lançados oficialmente.

Com o sucesso que a saga estava fazendo, a Warner Bros. não pensou duas vezes para começar a produzir um longa sobre o bruxo. Assim como os livros, os filmes seguiram o mesmo formato, com exceção do último, Harry Potter e as Relíquias daMorte, que foi dividido em duas partes.

Não dá para negar que Harry Potter é uma das sagas que mais renderam nos cinemas e também no mercado editorial.

E agora, para finalizar essa lista, fica aqui um conselho bem diferente daquele que eu dei na postagem anterior. Lá vai: Leiam esses cinco livros e também assistam aos filmes. Vale muito a pena.

 


Nenhum comentário