10 box de livros que você precisa ler e ter em lugar de destaque na estante

2 comentários

Acredita que somente após três tentativas sofridas consegui escrever esse post? Não foi nenhum bloqueio ou falta de ideias, se bem que isso já aconteceu várias vezes; foi o frio. Isso mesmo. Caiu muito a temperatura por aqui. Como tenho o hábito de escrever durante a noite, o frio impediu que eu organizasse os meus pensamentos. Queria que vocês me vissem; parecia uma múmia entravada sentada na frente do computador cheio de mantas, edredons, touca, cachecol e ainda... tremendo. Lulu morria de rir, riu tanto que queria até bater uma foto para que eu postasse. Claro que não deixei, né?! (rs).

Cara, não deu. Nas duas noites seguintes também melou. Então, desisti e resolvi mudar o meu hábito, pelo menos enquanto essa massa de ar frio continuar estacionada na minha região. Acabei escrevendo a postagem na hora do almoço, aproveitando o finalzinho das minhas férias. Pronto, taí, espero que gostem.

Galera, o tema de hoje acho que irá agradar não só aos leitores como também aos “leitores-colecionadores”, já que estarei abordando um assunto de interesse: os box de livros, ou seja, aqueles livros com acabamento de primeira – quase sempre séries ou sagas – que são vendidos acondicionados em caixas ‘chiques nu urtimu e nu urtimu grau’.

Aliás, conheço muitas pessoas que compram essas obras somente pela sua embalagem; inclusive, tenho alguns amigos que mesmo já tendo os livros de determinada série em suas estantes, acabam comprando-os novamente, seduzidos pela beleza do box recentemente lançado.

Nesse post, escolhi dez box de encher os olhos, mas não só pelo seu visual como também pelo seu conteúdo. Tanto embalagens quanto enredos são incríveis e, certamente, não podem faltar em sua estante.

Vamos a eles:

01 – Box Jurassic Park  (Michael Crichton)

Abro essa lista com o box de um dos meus autores preferidos. Acho que não há necessidade de comentar a qualidade do enredo criado por Crichton em O Parque dos Dinossauros (Jurassic Park) e Mundo Perdido, livros lançados originalmente em 1990 e 1995. Aqueles que quiserem conhecer mais detalhes sobre as obras bastam acessar aqui e também aqui.

Vale lembrar que três anos após o lançamento de Jurassic Park, Crichton fez a adaptação do seu roteiro literário para o cinema. Pronto! Em 1995 o filme com os famosos dinossauros se tornou uma coqueluche mundial conquistando três prêmios Oscar (melhor som, melhor edição de som e melhores efeitos especiais).

Em 1997 foi a vez da adaptação para as telonas de Mundo Perdido que também fez tanto sucesso quanto o seu predecessor. Devido ao sucesso desses dois filmes, Jurassik Park se tornou uma conhecida e respeitada franquia cinematografia. Pena que Crichton parou somente nos dois livros e agora, com a sua morte em 2008, uma sequência literária para os dinos ficou praticamente impossível.

Mas agora, vamos falar escrever sobre os boxes da editora Aleph. Boxes porque são dois para a alegria e também para a escolha do cliente (rs). É mole?! A primeira caixa que chegou às livrarias tupiniquins em junho de 2018 foi lançada para comemorar os 25 anos de lançamento do filme “O Parque do Dinossauros”. O sucesso foi tanto que a editora Aleph decidiu relançar três anos depois um novo box, completamente reformulado, com os dois livros de Crinchton, mas dessa vez sem o logotipo da comemoração do 25º aniversário do filme. Esta nova caixa está em pré venda e nas livrias virtuais e deve aterrissar por aqui no próximo dia 25 de junho.

Vou escrever primeiramente sobre a caixa lançada em 2018 e que ainda pode ser facilmente encontrada nas livrarias. O box apesar de não ser muito resistente – caixa fina e também um pouco maior que os livros - é visualmente lindo! As metades vermelha e preta com o logotipo da franquia de filmes, certamente irão agradar os fãs da saga. 

Quanto aos dois livros, apesar de não terem capa dura são bem bonitos com folhas amareladas e de excelente qualidade. São 1016 páginas de muita ação e suspense. Agora, um probleminha: esse box está esgotado em praticamente todas as livrarias. Só resta torcer para que ele retorne ou então apelar para os sebos.

Quanto ao visual do box que será lançado nesta sexta-feira (25) é bem diferente, mas não menos bonito. Caixa vermelha e com detalhes tropicais ilustrados a mão – por sinal, muito caprichada – de um carro de safari saindo do interior de uma selva que representa o Parque Jurássico. Logo acima, entre o título do box, encontra-se desenhado a cabeça do Tiranossauro Rex, o grande protagonista dos dois livros.

As obras que compõem essa 2ª edição da editora Aleph possuem menos páginas: 920. Quanto ao material do box, a exemplo do lançado em 2018, apesar do belo visual é confeccionado em papelão um pouco mais fino deixando o box “molenga” quando se encontra vazio. Já os dois livros, apesar de serem em brochura, o que significa capa mole, são muito bonitos, seguindo ilustrações semelhantes a capa do box. A embalagem acompanha dois cards surpresas.

Preço: De 113,00 a R$ 130,00

02 – O Conde de Monte Cristo (Alexandre Dumas)

Achei essa caixa da editora Zahar tão bonita, mas tão bonita que mesmo já tendo lido várias vezes a história de Dumas comprei mesmo assim. O Conde de Monte Cristo é um verdadeiro clássico da literatura mundial e a maior parte dos leitores – pelo menos nos comentários que eu li nas redes sociais – acreditam que essa obra prima ganhou uma edição brasileira que merece.

O box (ver aqui) contém dois livros (Parte I e II) que traz o texto integral de Dumas na tradução de André Telles e Rodrigo Lacerda que venceu o prêmio Jabuti. São 1376 páginas com 170 gravuras de época e mais de 500 notas explicativas, além de uma magnífica apresentação e cronologia de vida e obra do autor. Os dois volumes da caixa tem acabamento em capa dura,  lombada coberta com tecido bem resistente e fita marcadora de página


Quanto a caixa onde os livros ficam acondicionados, além de ultra resistente tem uma textura areosa contendo a ilustração de uma cela em formato de calabouço representando fielmente o que está escrito no enredo de Dumas, ou seja, a prisão desumana do Castelo de If onde Edmond Dantès ficou encarcerado durante 14 anos.

Posso dizer, sem medo de errar, que se trata do box literário mais bonito da minha estante.

Incrível!

Preço: Em média R$ 150,00

03 – Grandes Obras de Bram Stoker (Bram Stoker)


Este box reúne as principais histórias escritas pelo autor irlandês Bram Stoker, considerado um dos ícones do terror. São três volumes em cores diferentes (vermelho, roxo e verde-piscina), todos em capa dura.

Vale lembrar que os livros de Stoker estavam há décadas fora de catálogo no Brasil. A última publicação por aqui foi no final dos anos 80 pela Ediouro.

O primeiro volume traz a obra-prima do escritor: Drácula. Publicado em 1897. O livro definiu todo um gênero e popularizou a figura do vampiro na cultura mundial. No romance, o advogado Jonathan Harker viaja até a Transilvânia para tratar de negócios com um conde sinistro e elegante. Em pouco tempo, Harker e seus companheiros percebem que estão em uma cilada empreendida por Drácula, essa terrível criatura que encarcera e seduz suas vítimas para depois lhes sugar o sangue.


No segundo volume estão reunidas duas de suas novelas mais assustadoras. Os sete dedos da morte narra o mistério em torno de Abel Trelawny, um velho paleontólogo que é encontrado inconsciente no chão do quarto com um terrível ferimento no braço. Sua filha Margaret e o advogado Malcolm se revezam com outras pessoas para acompanhar o senhor, mas acontecimentos estranhos tomam conta das madrugadas de vigília. 

Em A toca do Verme Branco, um rico rapaz se estabelece na propriedade do tio-avô e ambos se deparam com a lenda de uma terrível criatura que ronda a região. O caso ganha contornos ainda mais sinistros conforme alguns vizinhos da propriedade mostram quem são de verdade.

Fechando o box, temos a antologia Contos estranhos. A obra reúne nove histórias curtas, entre as quais a famosa O hóspede de Drácula que narra a história de um inglês em visita à Munique, onde resolve passear pelos arredores da região e, apesar de seu cocheiro aconselhá-lo a voltar antes do cair da noite, segue sozinho em direção a um vilarejo abandonado e considerado amaldiçoado. Lá ele encontra “coisas” horripilantes.

O material do box é muito resistente e o seu visual bem da hora: cor negra com detalhes dourados e os nomes dos livros na cor branca. As ilustrações sinistras combinam com o clima de terror das obras.

Preço: De R$ 65,00 a R$ 83,00

04 – Coleção Harry Potter (J.K. Rowling)


Este box não poderia faltar de maneira nenhuma nessa lista. Foi o boxe literário mais vendido na época de seu lançamento (2015) se transformando numa verdadeira febre em todo o Brasil. Creio que a Rocco faturou lato com as vendas.

A caixa trás os sete volumes com as histórias do menino bruxo e a sua turma de Hogwarts escritas por J.K. Rowling. O projeto gráfico é fantástico com as lombadas dos livros alinhadas formando o castelo de Hogwarts. Chique, chique e chique!  


As ilustrações da caixa arrebentam: os detalhes da neve, Harry, Hermione e Ron reunidos, a coruja branca... a vontade que você sente olhando para aquela gravura é a de mergulhar lá dentro e também fazer parte dela. Os volumes são todos em brochura, mas a falta da capa dura é compensado pela qualidade das páginas com folhas amarelas. 

Ah! É importante acrescentar que as capas são emborrachadas; daquelas que não ficam marcadas com digitais. Outro detalhe: no começo de cada capitulo tem uma gravura muito bonita relacionada com aquele momento da história.

Um box para fazer a alegria dos fãs de Harry Potter.

Preço: De R$ 190,00 a R$ 240,00

05 – Para Todos os Garotos Que Já Amei (Jenny Han)

Se você resolveu deixar de comprar o box porque já assistiu ao filme da Netflix em 2018, pode começar a rever os seus conceitos; a obra literária é muito mais completa. Existem muuuuitos detalhes nos livros que sequer foram mencionados na produção cinematográfica, que por sinal também fêz muito sucesso. No livro, a autora Jenny Han mostra um pouco da cultura asiática, além de pormenores da avó da Lara Jean, do festival biscoito, etc.

Han narra a história de uma garota adolescente chamada Lara Jean que tem o hábito de guardar suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos.
Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.


Um enredo leve, descompromisso, mas gostosinho de ler; ideal para os leitores que estão saindo de uma ressaca literária.

A Caixa é lindona e irá agradar em cheio os colecionadores e também... as colecionadoras, é claro. Detalhe: Os preços são módicos se levarmos em conta que se trata de um box com três livros. Os dois primeiros volumes vem com capas sobressalentes do filme. Portanto se você não gostar das capas originais  poderá trocá-las pelas jaquetas.

A caixa é toda branca com a foto da personagem principal. As letras em preto e roxo tão um destaque a mais. O único porém é que a caixa é confeccionada em papelão um tanto mole e portanto, não tão resistente.

Preço: De R$ 60,00 a R$ 120,00

06 – Jogos Vorazes (Suzanne Collins)


Pegando carona no lançamento do primeiro filme da série Jogos Vorazes em 2013, a editora Rocco decidiu lançar, naquela época, um box com os três livros da saga. O filme estourou nas bilheterias – tanto é que teve mais três continuações) e a caixa vendeu horrores. 

Vale lembrar que a trilogia literária já vendeu mais de oitenta e cinco milhões de cópias ao redor do mundo. Nos cinemas, dividida em quatro filmes lançados entre os anos de 2013 e 2015.

Com relação aos detalhes da caixa, ela é de papelão toda em preto com o título da saga em branco, o nome da autora em vermelho e o da editora em dourado. O destaque fica para o logotipo com a temática do filme também em dourado.


Enfim, um projeto gráfico da hora e que recebeu muitos elogios dos leitores; mas, poderia ser melhor se o material do box fosse mais resistente. Ok, mas nada que atrapalhe, já que apesar do papelão da caixa ser um pouco mole, ele acaba ficando mais firme quando acondicionamos os livros e o colocamos na estante.

Cada livro tem uma cor diferente: preto, vermelho e azul. Como já disse nessa postagem, foi um dos boxes mais vendidos em 2013.

Preço: De R$ 116,00 a R$ 140,00

07 – Os Grandes Mistérios de Agatha Christie (Agatha Christie)


Uma coisa que me irrita são aquelas editoras que prometem algo e depois não cumprem por causa de um planejamento ou de uma logística falha. Tudo indica que a LP&M Editores está seguindo pelo mesmo caminho. 

A editora lançou em 2017 um box maravilhoso contendo quatro livros da “Rainha do Crime”, Agatha Christie e fez questão de deixar impresso na capa da caixa os dizeres: “Volume 1”. Ocorre que já se passaram quatro anos e nada do volume 2.

Mas tudo bem, vamos ao que interessa. A falta de planejamento da LP&M não tira o brilho da caixa no formato Pocket de Os Grandes Mistérios de Agatha Christie. Cara, que box l-i-n-d-o!!


Um dos projetos gráficos mais bonitos que já vi num box apesar do seu formato pequeno. O fundo branco contém ilustrações de vários ícones que estão presentes nas histórias de Agatha como: revolver, limusine antiga e o famoso trem do Expresso Oriente. As capas dos quatro volumes do box não ficam atrás. Show de bola!

Os livros que compõem Os Grandes Mistérios de Agatha Christie são: Assassinato no Expresso Oriente, É Fácil Matar, Morte na Praia e Um Passe de Mágica.

Tomara que o volume 2 da LP&M seja tão bom quanto esse. Se ele, de fato, vier.

Preço: Em média R$ 50,00

08 – Sherlock Holmes – Obra Completa (Arthur Conan Doyle)


Em 1887, o escritor escocês sir Arthur Conan Doyle criou Sherlock Holmes, o infalível detetive a quem os agentes da Scotland Yard recorriam para solucionar os mistérios mais intrigantes da Inglaterra vitoriana. O personagem se transformou num sucesso imediato fazendo com que o nome de Sir Conan Doyle ficasse conhecido através de gerações. 

Desde então, as aventuras do mestre da investigação atraem leitores ávidos por chegar à última página e ver o enigma desvendado. Devido a grandiosidade e importância do personagem para a literatura policial, diversos box com os seus livros foram lançados, mas acredito que o melhor de todos até agora se chama Sherlock Holmes – Obra Completa da editora Harper Collins.


A caixa reúne os quatro romances e os 56 contos sobre as aventuras do detetive mais famoso do mundo e de seu fiel companheiro, o Dr. Watson divididos em quatro livros. Todos eles em capa dura nas cores verde-piscina, azul, bordô e dourado. O papel das páginas é amarelado e o material do box muito firme com uma textura semelhante ao material da capa dos livros.

Capa dura e de cores gritantes. Quanto a caixa; muito resistente. A galera que é fã do famoso detetive pirou com o lançamento em 2019.

Preço: Em média R$ 75,00

09 – Percy Jackson e os Olimpianos (Rick Riordan)


A fórmula do sucesso descoberta por Rick Riordan foi combinar mitologia grega e muita aventura dentro de um contexto jovem que atingisse o público infanto-juvenil. Nascia assim a saga do menino Percy Jackson, que aos 12 anos descobre que é um semideus, filho de Poseidon. 

A série tornou-se um fenômeno mundial. Foram mais de 15 milhões de livros vendidos em todo o mundo e quase um milhão no Brasil, além da adaptação para o cinema que atraiu 1,8 milhão de espectadores no país, apesar dos filmes de 2010 e 2013 não terem caído no agrado de muitos olimpianos que acharam os livros bem mais superiores.


As ilustrações da caixa são as mesmas das capas dos cinco livros e que juntos formam uma ilustração única, bem da hora, como se as obras fossem partes de um quebra-cabeças; bem ao estilo do box de Harry Potter que já descrevi acima. Achei, apenas, que a Intrínseca poderia ter caprichado um pouco mais na qualidade do material do box. Achei a caixa muito frágil, fácil de amassar. Por outro lado, as suas ilustrações são fantásticas.

O box contém todos os livros da série: O Ladrão de Raios, O Mar de Monstros, A Maldição do Titã, A Batalha do Labirinto e O Último Olimpiano.

Preço: De R$ 140,00 a R$ 180,00

10 – Trilogia O Senhor dos Anéis (J.R.R. Tolkien)


Com design cuidadosamente pensado para refletir a unidade da obra e os desenhos originais feitos por Tolkien para as capas de cada volume, este box reúne os três livros da Saga do Anel e oferece aos leitores uma nova oportunidade de mergulhar no notável mundo da Terra-média.

Posso dizer que à exemplo do box de Sherlock Holmes, a editora Harper Collins caprichou, e muito. Anote aí:  box bem resistente, fitilhos nos três livros, runas “entalhadas” nas capas, ilustrações nas páginas, mapas nas guardas, desenhos feitos pelo próprio Tolkien nas contracapas. Quer mais? Ok, lá vai: tradução de Ronald Kyrmse, estudioso com atividade significativa na pesquisa e propagação dos trabalhos de Tolkien no Brasil, além de ter trabalhado como consultor de tradução e tradutor das principais obras de Tolkien para o português; e muuuitos extras!


A caixa que acondiciona os livros tem uma linda temática com a ilustração dos anéis de poder dos três povos da Terra Média.

Uma palavra para definir essa caixa com os seus livros? Impecável.

Taí galera, espero que tenha ajudado aqueles leitores interessados em adquirir uma dessas caixas literárias.

Preço: Em média R$ 120,00

Até a próxima!

2 comentários

  1. Faltou o Box da trilogia Millenium original com as obras de Stieg Larsson antes de sua morte. Comprei para poder exibir na minha estante e para mim é uma obra de arte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato, trata-se de um box muito bem elaborado. Se a lista incluísse um bônus, certamente eu o colocaria. Valeu pela sugestão.

      Excluir