8 livros sobre personagens bíblicos que não podem faltar em sua estante


A vida de muitos personagens bíblicos foi recheada de aventuras e emoções como se fosse um grande romance ficcional. Por isso, os livros do gênero se tornaram o tipo de leitura que agrada a gregos e troianos. Entenda-se por gregos e troianos as pessoas: crédulas, agnósticas e até mesmo as ateias. Será que você consegue negar que a vida de Jesus de Nazaré foi cheia de desafios? Ou que a aventura e o perigo foram companheiras inseparáveis de Moisés e Paulo de Tarso?
No post de hoje vou indicar oito livros que abordam a vida aventuresca e desafiante desses personagens bíblicos que se tornaram históricos.
01 – Análise da Inteligência de Cristo (Augusto Cury)
Personagem bíblico: Jesus
Nada mais justo do que abrir a nossa lista com uma coleção de livros que aborde detalhes sobre a vida de um personagem bíblico que foi considerado um verdadeiro divisor de águas na história da humanidade: Jesus Cristo. Ele é a personalidade mais singular de todos os tempos. Em sua curta existência, apenas 33 anos, foi um homem que mudou os paradigmas da humanidade. Portanto, livros sobre a sua vida é o que não faltam. Entre esse turbilhão de obras classifico a coleção Análise daInteligência de Cristo do escritor Augusto Cury como a melhor de todas.
A coleção é formada pelos livros: O Mestre dos Mestres, O Mestre da Sensibilidade, O Mestre da Vida, O Mestre do Amor e O Mestre Inesquecível. Como o próprio título da saga diz, nela o escritor faz uma análise da inteligência e do comportamento de Jesus sob uma perspectiva filosófica e psicológica.
Após ter lido todos os cinco livros passei a admirar e respeitar ainda mais essa fera (no bom sentido) chamada Jesus. Ele conseguiu liderar e modificar as atitudes de 12 pessoas complicadíssimas ou será que você pensava que os 12 apóstolos de Cristo eram todos anjinhos? Vamos tomar Pedro, como um dos exemplos. Ele era impulsivo, impetuoso e vacilante, indo de um extremo a outro com a maior facilidade.  Certa ocasião recusou que Jesus lavasse os seus pés, mas ao ouvir a resposta de seu Mestre, pediu, então, para que o lavasse por inteiro.
Quanto a Tiago.... Olha... acho que Jesus teve trabalho. O sujeito era colérico, ficando arrebatado quando a sua indignação chegava ao auge, estava sempre habituado a justificar-se e a desculpar-se da sua raiva sob o pretexto de que era uma manifestação de justa indignação. Resumindo: ele se desculpava, mas nunca admitia que a culpa era sua.
João? Era vaidoso e intolerante. Bartolomeu? Orgulhoso até a gota. Mateus? Materialista. Antes de conhecer Jesus, gostava de levar vantagens sobre as pessoas.  Quanto aos outros apóstolos? Seguiam a mesma toada.
E o que Jesus fez? Em sua natureza humana, conseguiu mudar o comportamento de todos esses homens, transformando-os em seres humanos de qualidades múltiplas, verdadeiros exemplos para todos nós.
Utilizando-se de uma minuciosa pesquisa, Cury procura explicar como Jesus conseguiu mudar o comportamento de seus apóstolos.
02 – Médico de Homens e de Almas (Taylor Caldwell)
Personagem bíblico: São Lucas
Taylor Caldwell demorou 46 anos para escrever Médico de Homens e de Almas que retrata a vida do apóstolo São Lucas.
São Lucas foi o único apóstolo que não era judeu, nunca viu Cristo e tudo o que está escrito em seu Evangelho foi adquirido por meio de pesquisas e dos testemunhos da mãe de Jesus, dos discípulos e dos apóstolos. Mesmo assim, se tornou o maior defensor da fé cristã e, como Saulo de Tarso, mais tarde Paulo, o apóstolo dos gentios, não acreditava que Nosso Senhor tinha vindo apenas para salvar os judeus. Justamente por isso, os dois homens encontraram muitas dificuldades com os primeiros discípulos de Jesus.
Não se trata de um livro de ficção, já que a maioria dos fatos narrados na obra são autênticos. Além de apóstolo, Lucas ou Lucano, como era conhecido, também foi médico e pintor.
Uma das partes mais emocionantes da obra é o encontro de Lucano com Maria de Nazaré (ver aqui). Caldwell consegue, através de sua obra, fazer com que o leitor sinta a mesma emoção que São Lucas sentiu ao ver em carne e osso, pela primeira vez, ali na sua frente, a Mãe de Deus. 
Um grande livro!
03 – Duologia Moisés (Gerald Messadie)
Personagem bíblico: Moisés
Moisés é outro personagem bíblico muito interessante. A duologia sobre a sua vida escrita pelo jornalista e pesquisador francês Gerald Messadie é fantástica. Formada pelos livros Moisés - Um Príncipe Sem Coroa e Moisés – O Profeta Fundador, a saga explora a fundo a vida do conhecido personagem desde a sua infância à velhice.
Lançado originalmente em 2001, o primeiro livro da duologia vendeu aproximadamente 15 mil exemplares no Brasil. Através de uma ampla pesquisa, o autor procura responder quem foi Moisés? Qual foi a realidade de sua vida? O que se sabe sobre esse líder religioso, fundador de um povo e de uma religião?
Combinando romance com pesquisa histórica, em Moisés - Um Príncipe Sem Coroa, Messadié retoma todos os dados históricos que permitem reconstituir de maneira plausível o Moisés que conhecemos apenas da lenda. Assim, o autor estabelece seu nascimento no reinado do faraó Seti I, no século XIV a.C., e seu parentesco com o célebre faraó Ramsés II, de quem era sobrinho.
Na reconstituição da juventude de Moisés, o autor revela sem complacência o Egito dos faraós, com seus costumes licenciosos, sua corrupção, seus conflitos e o cinismo contra o qual Moisés iria se insurgir. Também recria o ambiente social e espiritual que Moisés descobriria do outro lado do Mar Vermelho.
No segundo volume Moisés, O Profeta Fundador, Messadié decifra a verdadeira trama da atuação de Moisés durante o Êxodo.  Este volume dedica ainda um espaço considerável para outros personagens que conviveram com Moisés, como Aarão, o irmão atormentado; Maria, a irmã perturbada por sua ambição profética; e Josué, o improvisado fundador do primeiro exército de Israel. Todos eles, vistos sob um novo ângulo, bem diferente daquele que conhecemos.
04 – Maria Madalena, A Mulher Que Amou Jesus (Margaret George)
Personagem bíblico: Maria Madalena
A autora Margaret George escreveu uma obra em que tenta decifrar a vida de uma das personagens bíblicas mais controversas da história: Maria Madalena. Quem foi essa mulher que tornou-se a mais tocante companheira dos discípulos de Jesus? Quem teria sido de fato esta mulher? Uma prostituta? Uma divindade feminina? Uma liderança da Igreja? Ou tudo isso? Embora as referências bíblicas a Maria Madalena sejam surpreendentemente poucas, ela continua provocando controvérsia, curiosidade e veneração.
Conhece-se mais sobre ela do que sobre a maioria dos discípulos de Cristo e até hoje ela é reverenciada como a "Apóstola dos Apóstolos".
Através de uma ampla pesquisa histórica, a autora recria a história de Madalena e sua época, nos primeiros anos do primeiro milênio cristão. Ela começa com a infância e adolescência de uma menina comum, seus sonhos, suas visões, seu erotismo, seu encontro com Jesus e termina, de forma dramática, com a descrição de uma impressionante transformação espiritual.
05 – Evangelho Segundo Judas (Jeffrey Archer)
Personagem bíblico: Judas Iscariotes
Evangelho Segundo Judas ou o Evangelho de Judas é um evangelho apócrifo, atribuído a autores gnósticos nos meados do século II, composto de 26 páginas de papiro. Conta a versão de Judas Iscariotes sobre a crucificação de Jesus. Pelo livro, Judas supostamente traiu Jesus apenas para cumprir um mandamento do próprio Salvador.
Desaparecido por quase 1700 anos, a única cópia conhecida do documento foi publicada em 6 de abril de 2006 pela revista National Geographic.
O manuscrito, autentificado como datando do século III ou IV (220 a 340 D.C.), é uma cópia de uma versão mais antiga redigida em grego. Contrariamente à versão dos quatro Evangelhos oficiais, este texto clama que Judas Iscariotes era o discípulo mais fiel a Jesus, e aquele que mais compreendia os seus ensinamentos.
O seu conteúdo consiste basicamente em ensinamentos de Jesus para Judas. Em 2007, Jeffrey Archer, um dos romancistas mais populares do planeta se juntou a um erudito chamado Francis J. Moloney, um dos mais conceituados estudiosos da Bíblia, para recontar esse evangelho num livro. Nasceu assim, a publicação da editora Bertrand Brasil.
Archer e Moloney fazem uma releitura das escrituras sagradas e lançam mão de um expediente ficcional: a trajetória de Jesus - e suas interseções com a de Judas - é narrada por um certo Benjamin Iscariotes, primogênito de Judas. 
06 – Maria, A Maior Educadora da História (Augusto Cury)
Personagem bíblico: Maria de Nazaré
Taí mais um livro indispensável do escritor brasileiro Augusto Cury. Em Maria, AMaior Educadora da História, o conhecido autor faz uma análise psicológica sobre Maria, a mãe de Jesus Cristo. O autor utilizou a mesma metodologia aplicada em sua famosa coleção: Análise da Inteligência de Cristo. Por isso aqueles que leram e gostaram dos cinco livros que formam a famosa coleção, certamente também irão apreciar o enredo de Maria, A Maior Educadora da História.
Partindo do ponto de vista da psicologia, psiquiatria e pedagogia, Cury analisa a personalidade de Maria de Nazaré e em especial os dez princípios que ela utilizou na educação do menino Jesus. Segundo o autor, não se trata de uma análise católica ou protestante, mas cientificamente investigativa.
Neste livro, é esclarecido o quão importante Maria, mãe de Jesus, foi para a formação do homem que dividiu a história, Jesus Cristo.
Ela tornou-se a mulher mais famosa de todos os tempos. A única exaltada em dois livros sagrados, a Bíblia e o Alcorão. Entretanto, sua personalidade continua sendo uma das mais desconhecidas. Neste livro, utilizando-se de métodos analíticos modernos, o autor se propõe a desvendar, pelo menos, uma parte dessa personalidade.
Sem dúvida, um livro especial.
07 – O Grande Amigo de Deus (Taylor Caldwell)
Personagem bíblico: São Paulo (Paulo de Tarso)
Como fez em Médico de Homens e de Almas, Taylor Caldwell utiliza os mesmos recursos literários em O Grande Amigo de Deus, optando por uma versão romanceada da vida de Paulo de Tarso que futuramente se tornaria o apostolo Paulo. Mas é importante frisar que o enredo é baseado em fatos reais.
A vida de um dos apóstolos mais atuantes de Jesus é repleta de aventuras, perigos e revelações. Como já disse acima, esse livro recria em forma de romance a vida fulgurante de Paulo de Tarso, o apóstolo São Paulo, que há 20 séculos enfrentou o mundo e o transformou. Calwell focaliza de forma emocionante todo um período de Era Bíblica e o drama pungente de um homem que se tornou lenda, se tornou santo.
Caldwell recria as realizações de Paulo de Tarso ao longo de uma vida repleta de viagens missionárias que modelaram o que ele verdadeiramente foi: um homem extraordinário mas com as dúvidas e as fraquezas inerentes aos seres humanos.
08 – Todos os Personagens da Bíblia de A a Z (Richard R. Losh)
Personagem: Vários
Este livro com mais de 600 páginas é tido como um dicionário de personagens bíblicos que vão desde o mais santo entre todos os santos até o pecador mais devasso e vil.
Muitos são mencionados somente uma vez, mas graças a História e a Arqueologia que conseguiram completar várias lacunas, eles foram transformados nos mais fascinantes seres humanos. Por esta razão, algumas vezes, é possível saber muito mais sobre eles do que a Bíblia poderá nos contar.
Em Todos os Personagens da Bíblia de A a Z, os leitores ficarão conhecendo detalhes de um grande número de personagens famosos ou não, incluindo aqueles que aparecem apenas nas genealogias, ou são citados uma única vez.
Richard R. Losh biografou algumas pessoas que nem foram citadas na Bíblia, mas de alguma forma influenciaram ou sofreram influência do cristianismo, como Alexandre o Grande e o imperador romano Cláudio.
Apresenta também os Reis das Monarquias Judaicas, a Família de Herodes e a Dinastia Herodiana. A cada personagem uma surpresa histórica.
Taí galera! Se vocês apreciam esse gênero literário fiquem a vontade para escolher o seu livro preferido.
Inté!

Nenhum comentário