“O Mundo de Lore – Criaturas Estranhas”


Gostei muito de “O Mundo de Lore – Criaturas Estranhas”, tanto é que foi o escolhido para ser um de meus acompanhantes durante a minha internação hospitalar. E olha que Lore acabou se transformando numa verdadeira sensação entre médicos e enfermeiras. Se quiser saber mais sobre o assunto acesse aqui.
Os ‘causos’ descritos pelo podcaster, escritor, pesquisador e historiador norte-americano Aaron Mahnke fez com que me sentisse sentado ao redor de uma fogueira, durante uma madrugada de lua cheia, juntamente com outros amigos, ouvindo aquelas histórias de terror e suspense que acabam nos perturbando. E, ali, no centro da fogueira, eu imaginava Mahnke contando essas historietas. Foi dessa forma que me senti ao ler o livro.
A linguagem coloquial e fluida faz com que o leitor acabe se envolvendo naqueles casos ou causos (sabe-se lá o que!) estranhos, alguns até mesmo impactantes. Este é um dos pontos positivos de “O Mundo de Lore – Criaturas Estranhas”. A linguagem descontraída e envolvente.

O outro ponto que merece destaque são as próprias histórias narradas pelo autor, diga-se de passagem, muito interessantes. Ele não conta apenas um caso. Mahnke procura esclarecer essa história, analisando as suas origens com o objetivo de apontar uma solução para o mistério. A maioria dos capítulos segue essa premissa. Por exemplo, logo na abertura do livro, ele já desmistifica a imagem popular do vampiro que todos nós conhecemos. Mahnke explica que a origem do verdadeiro ‘sanguessuga’ não tem nada a ver com o Drácula de Bram Stoker, com os vampiros de Anne Rice e muito menos com os adocicados chupadores de sangue da saga Crepúsculo.
Quando pensamos em vampiros, imediatamente imaginamos alguma criatura europeia com sotaque estrangeiro, roupas da era vitoriana e que habitam mansões e castelos sombrios. Podemos ainda lembrar da figura histórica de Vlad III de Valáquia, também conhecido como Vlad, o Empalador. Lendo o livro você vai descobrir que o buraco é muito mais em cima, ou seja, as raízes da maioria das histórias de vampiros remetem a superstições com base em culturas bem mais antigas no mundo todo, inclusive da Idade Média.
Ainda sobre vampiros, achei interessante a opção do autor em relacioná-los com a ciência médica. Neste capítulo, você fica sabendo se os vampiros, de fato, existem ou... não. Posso garantir que você irá se surpreender com as teorias apresentadas pelo escritor.
Igualmente, o livro também desmistifica o mito do zumbi. Apague de sua memória os personagens do clássico filme de George A. Romero, A Noite dos Mortos Vivos ou então da série televisiva, The Walking Dead. Novamente repito: ‘o buraco é muito mais em cima’. Em “O Mundo de Lore – Criaturas Estranhas” o leitor terá contato com histórias de zumbis que realmente existiram, mas garanto que as causas que transformaram esses seres humanos nessas criaturas estranhas são completamente distintas daquelas que você viu nos filmes ou na TV.
Se fosse analisar a maioria dos casos que fazem parte da obra, esse post ficaria absurdamente comprido. Portanto, prefiro dizer que achei todos eles – não a maioria, mas todos eles – interessantes. Entre os quais posso citar a lenda de Jack dos Saltos de Mola (será mesmo uma lenda?), Homem Mariposa, Lobisomens (um dos relatos me provocou calafrios), bonecos assassinos, casas mal assombradas, possessões, navios fantasmas, gremlins, duendes, aparições, enfim, o repertório é enorme. Até mesmo a boneca Annabelle e os famosos investigadores de fenômenos paranormais Ed e Lorraine Warren dispõem de algumas páginas dedicadas a eles.
Achei as histórias narradas por Mahnke tão interessantes que mesmo com as dores do pós operatório - me incomodaram ‘pacas’, em alguns momentos - li o livro rapidinho.
“O Mundo de Lore – Criaturas Estranhas” originou-se do premiado podcast “Lore” ― cujos episódios se inspiram nas famosas creepypasta dignas de pesadelos e que já contabiliza mais de 180 milhões de reproduções, onde Mahnke explora o encanto que nós, humanos, temos por saber o que já houve de fantástico neste mundo em que vivemos.
Ah! É claro que não posso esquecer o layout caprichado da obra que já se tornou uma das marcas da editora Darkside: capa dura, com as bordas vermelho sangue e lindas ilustrações internas. Um livro prá ficar num lugar de destaque em sua estante.
FICHA TÉCNICA
Título: O Mundo de Lore: Criaturas Estranhas
Autor: Aaron Mahnke (livro) e M.S. Corley (arte)
Editora: DarkSide Books
Capa: Dura
Gênero:
 Ficção
Páginas: 256
Formato: 16 x 23 cm


Nenhum comentário