Box com obras raras de Bram Stoker é lançado pela editora Nova Fronteira


Hoje de manhã quando encarei o meu editor de textos, a prioridade seria escrever sobre um outro assunto, mas antes de digitar as primeiras frases da  minha ideia inicial, resolvi dar uma rápida zapeada pelas livrarias virtuais para se inteirar das novidades e entonce... aconteceu o inesperado.
Logo na primeira zapeada dei de cara com uma novidade que me fez dar um “pause’ no assunto que pretendia abordar. Cara, a novidade que estava, alí no site da Saraiva, estampada na minha cara era i-n-a-c-r-e-d-i-t-á-v-e-l! Tanto o livro quanto a promoção estonteavam qualquer leitor.
Alí, bonitinho, se encontrava um box luxuoso com três livros, todos em capa dura, contendo histórias pouco difundidas e sem edições disponíveis no Brasil escritas por ninguém menos que Bram Stoker. Acredita?!
Além da obra prima Drácula – que ocupa todo o primeiro volume - o box lançado pela editora Nova Fronteira inclui “Os Sete Dedos da Morte” e “A Toca do Verme” (2° Volume), enquanto o terceiro volume traz a antologia “Contos Estranhos”, que reúne nove histórias curtas de terror, entre as quais a mais famosa “O Hóspede de Drácula”.
Não pestanejei nenhum segundo e efetuei a compra, mesmo porque o box que custava em média R$ 150,00 estava saindo na Saraiva por R$ 82,90.
Bram Stoker
Confesso que estou aguardando com muita expectativa a chegada da minha compra, pois excetuando “Drácula”, as outras histórias são consideradas raras, além disso, trata-se de uma excelente oportunidade para conhecermos alguns enredos pouco disseminados de Stoker.
Não me abalou nem mesmo o balde de água fria que um amigo tentou jogar em minha cabeça, minutos após eu ter efetuado a compra, dizendo – Cara, a história “A Toca do Verme” foi o maior fracasso de Stoker!!”. Não acredito que você comprou isso!” – Juro que não esquentei a cabeça com o tal “balde”, pois já conhecia alguma coisa sobre essa novela do autor que pode ser encontrada no Brasil, apenas nos sebos em duas únicas traduções – uma com o título de “O Castelo da Serpente”, se não me engano da Ediouro, e outra com o rótulo menos trash de “Monstro Branco”; quanto a editora, não me lembro.
O enredo, apesar de muito criticado, acabou virando histórias em quadrinhos de uma coleção de revistas cult de terror nos States.
A obra, lançada originalmente em 1911, tem toda uma aura de mistério, chegando ser proibida nas bibliotecas escolares por causa de seu teor abertamente racista e irônico. Dizem ainda que o autor escreveu esse livro sob o efeito de ópio para amenizar o terrível sofrimento causado pela sífilis que o acometeu em seus últimos anos de vida. Podemos dizer que “A Toca do Verme” foi escrita no sufuco, devido a grande força de vontade do conhecido autor irlandês.
Enquanto alguns malham, afirmando que a idiossincrasia da história comprova que o autor já estaria se afundando numa enorme confusão mental causada pela doença e também pelas altas doses de ópio; outros consideram “A Toca do Verme”, uma verdadeira obra-prima, um verdadeiro cult. Vamos ver qual categoria me incluirei. Portanto, por já ter uma noção desse enredo polêmico, o balde de água fria do meu amigo, não influenciou em nada.
Com relação a “Os Sete Dedos da Morte” e “Contos Estranhos”, ambos também são bem raros, principalmente o segundo que foi publicado somente após a morte do autor. A viúva Florence Bram Stoker foi a responsável pela publicação dessa antologia, após ter descoberto histórias inéditas do marido que ainda não haviam sido lançadas. “Contos Estranhos” (terceiro volume do box) traz nove contos de terror. Espero que sejam bons e principalmente... assustem.
Ah! Lembrando que o box da Nova Fronteira foi lançado em julho desse ano, mas só agora fiquei sabendo. É mole?! (rs)
Taí galera. Só resta aguardar a chegada do box.
Confiram abaixo os detalhes técnicos da obra.
Inté
Detalhes Técnicos
Acabamento: Capa dura
Altura: 23 cm
Ano da Edição: 2018Largura: 15,50 cm
Editora: Nova Fronteira
Tipo: Box com três volumes
Total de páginas: 1.104 páginas
Edição: 1ª Edição


Nenhum comentário