Oito livros de Stephen King que viraram filmes de grande sucesso

Nenhum comentário

 

É do conhecimento de todos os fãs de Stephen King que o mestre do terror teve vários livros transformados em verdadeiras bombas nos cinemas. Filmes horríveis e que devem ter deixado o autor P. da Vida com os responsáveis por tais ‘ojerizas’. Por outro lado, não podemos negar que fomos brindados, também, com verdadeiras joias raras e lapidadas, ou seja, adaptações cinematográficas fantásticas à altura de seus livros.

Nesta postagem escolhi oito livraços escritos por King que foram adaptados para os cinemas com todo o esmero rendendo filmes de qualidade e elogiados, tanto pela crítica quanto pelo a eles:

01 – O Iluminado

Abro a nossa lista com o livro que gerou um filme muito curioso que estourou nas bilheterias e agradou em cheio os cinéfilos. Curioso por quê? Eu respondo. A adaptação para as telonas de O Iluminado em 1980, apesar de ser considerado um clássico do cinema de terror e adorado por críticos e cinéfilos, foi odiado por Stephen King. Tão odiado que, em 1997, o autor decidiu produzir uma minissérie para a TV que seguiu à risca a história de seu livro. King achou que o diretor Stanley Kubrick ‘gag...’ em sua obra. 

Pois é, independentemente dessa divergência, o filme de 1980 foi considerado uma das melhores obras de terror de todos os tempos.

O Iluminado acompanha a história de Jack Torrance um escritor e alcoólatra que é contratado para tomar conta de um hotel gigante rodeado de muita neve e que só abre as portas para clientes no verão. Jack se muda para o hotel desabitado com sua esposa e filho. O trabalho no hotel assombrado deixa Jack perturbado da cabeça até coisas bem estranhas começarem a acontecer.

02 – O Corpo

O filme “Conta Comigo” lançado nos cinemas em 1986 foi inspirado no conto O Corpo de Stephen King, publicado na coletânea As Quatro Estações, o qual também continha a história que deu origem a um outro sucesso cinematográfico: “Um Sonho de Liberdade”. Cada conto representava uma estação, e a história de onde “Conta Comigo”  foi retirado era o Outono da Inocência. O livro estourou em vendas em vários países o que certamente apressou uma adaptação para os cinemas.

Ao contrário do que aconteceu com O Iluminado, Stephen King elogiou muito a adaptação de O Corpo que narra a trajetória de quatro amigos que decidem procurar por um corpo, apenas pela curiosidade infantil, mas acabam passando por eventos que mudam completamente suas vidas. O filme serviu de inspiração para a criação de uma série de TV de enorme sucesso: “Stranger Things”.

A produção cinematográfica custou 8 milhões de dólares e rendeu 52 milhões de dólares, ficando em 2º lugar na arrecadação de bilheteria durante um bom tempo.

03 – Rita Hayworth e a Redenção de Shawshank

Mais um filme baseado num conto escrito por Stephen King que faz parte da coletânea As QuatroEstações. Neste livro, quatro diferentes contos são relatados. Na primeira parte da obra – Primavera Eterna – somos apresentados ao conto Rita Hayworth e a Redenção de Shawshank que nos cinemas brasileiros virou “Um Sonho de Liberdade”.

Dirigido e roteirizado por Frank Darabont, o filme de 1994 relata as experiências de um ex-banqueiro na prisão de Shawshank depois de ser preso por um assassinato que não cometeu.

Estrelado por Tim Robbins e Morgan Freeman, o filme tece diversas críticas e reflexões ao sistema carcerário ao trazer uma história delicada e ao mesmo tempo brutal. Considerado por diversos críticos como um dos melhores filmes de todos os tempos, o longa bombou em audiência nas telonas de todo o mundo.

04 – A Espera de Um Milagre

Filmaço! Já assisti várias vezes e pretendo assistir outras várias. Produção que foi um grande sucesso de público e crítica nas telonas.

Baseado num dos livros de grande prestigio de Stephen King, o filme lançado em 1999 conta a história de John Coffey (Michael Clarke Duncan), um homem capaz de absorver dores, mazelas, doenças e sensações de outras pessoas de maneira estranha e inexplicável.

O rapaz é condenado à morte por um crime que não cometeu, e sua história é inspirada em um caso real de um garoto de 14 anos sentenciado à cadeira elétrica injustamente.

A história escrita por King oi originalmente lançada em seis volumes, intitulados O Corredor da Morte. Posteriormente, várias editoras relançaram o conteúdo num único volume com o título do filme.

O livro é narrado em primeira pessoa por Paul Edgecombe (interpretado por Tom Hanks no cinema), um idoso que vive em um asilo. Paul regressa em suas memórias e narra suas experiências como chefe dos guardas no corredor da morte da penitenciária de Cold Mountain durante a Grande Depressão, onde conheceu John Coffey.

05 – It: A Coisa

Vários fãs do mestre do terror consideram It (A Coisa) o seu livro mais assustador. Concordo. A leitura nos deixa tensos. Sei lá, é um tipo de história que incomoda.

Os dois filmes baseados no livro também apresentam o mesmo clima. “It: Uma Obra-Prima do Medo”, lançado em 1990, inicialmente como uma série norte-americana de TV e posteriormente como um telefilme, apesar dos efeitos toscos, foi bem recebida pelos cinéfilos. Já “It” que chegou às telonas em duas partes – 2017 e 2019 – teve efeitos especiais de última geração. A produção que foi aguardada com muita expectativa por leitores e cinéfilos não decepcionou.

Ambos os filmes de 2017 e 2019 foram dirigidos por Andy Muschietti e adaptados pelos roteiristas, Chase Palmer, Cary Joji Fukunaga e Gary Dauberman.

King narra a história de um grupo de crianças que se une para investigar o misterioso desaparecimento de vários jovens em sua cidade. Eles descobrem que o culpado é Pennywise, um palhaço sobrenatural e cruel que se alimenta de seus medos e cuja violência teve origem há vários séculos.

Já adultos, eles devem se reunir novamente para enfrentar, mais uma vez, o terrível palhaço que retorna com sede de sangue e vingança.

06 – Carrie: A Estranha

Carrie:A Estranha foi o primeiro grande sucesso da carreira de Stephen King e teve, até agora, quatro versões cinematográficas (1976, 1990, 2002 e 2013). A primeira, de 1976, foi a melhor de todas e ganhou o status de antológica. O filme dirigido por Brian De Palma e estrelado por Sissy Spacek e John Travolta é impressionante; tão forte quanto o próprio livro escrito por King.

Nesta adaptação do romance de King, a quieta e sensível adolescente Carrie White enfrenta insultos dos colegas na escola e abuso em casa de sua mãe, uma fanática religiosa. Quando estranhos acontecimentos começam a acontecer em torno de Carrie, ela suspeita que tem poderes sobrenaturais. Convidada para o baile da escola pelo autoritário Tommy Ross, Carrie tenta relaxar, mas as coisas tomam um rumo sombrio e violento.

07 – Christine

Clássico dos cinemas nos anos 80 que meteu um medo danado em todos os cinéfilos daquela geração. O roteiro que chegou aos cinemas em 1983 é bem fiel ao livro escrito pelo mestre do terror, lançado no mesmo ano da produção cinematográfica.

Christine traz o dia a dia do personagem Arnie Cunnigham, um jovem que sofre com a indiferença das garotas, a gozação dos amigos do colégio e com a baixa autoestima. Bem... isso, até o momento em que surge em sua vida um carro modelo Plymouth Fury 1958. Já sabe qual é o nome da máquina, né? A partir desse estranho relacionamento, Cunnigham vai transformando a sua personalidade aos poucos e passa a desfrutar da liberdade com uma força sobrenatural, iniciando a sua saga maligna ao volante, deixando um rastro de sangue por onde passa!

Christine que parece ter vida própria começa a exercer uma influência sinistra na vida de Cunnigham como se fosse uma “pessoa” ciumenta e maléfica. Nos cinemas brasileiros a trama ganhou o nome de “Christine – O Carro Assassino”.

08 - A Hora da Zona Morta

Filme de 1983 que recebeu rasgados elogios de críticos e espectadores. Nesta adaptação homônima do livro de King, roteirizado por Jeffrey Boam e dirigido por David Cronenberg, um professor de literatura que estava prestes a se casar, sofre um acidente de carro e fica cinco anos em coma. Ao retomar à consciência, descobre que perdeu sua carreira e sua noiva, mas em compensação ganhou poderes paranormais que o permitem prever o futuro. Assim, ele tem o poder de alterar o curso dos acontecimentos e este é o seu dilema: interferir ou sofrer sozinho, sabendo das tragédias que estão por acontecer.

Em uma dessas “visões” ele prevê um evento avassalador quando entra em contato com uma personalidade da política local, o futuro presidente dos Estados Unidos.

É isso aí galera, espero que tenham gostado das sugestões. Aconselho ler e assistir aos oito livros e filmes. Com certeza, vocês irão gostar.

Nenhum comentário