Oito livros de ‘romance hot’ para os leitores que curtem o gênero

Um comentário

Atualmente, ainda existem muitos preconceitos com os livros de romance hot. Infelizmente muitas pessoas ‘olham torto’ para os leitores que apreciam esse gênero como se eles estivessem cometendo um crime. Triste isso, não acham? 

É importante frisar que atrás das descrições de cenas de sexo existem enredos muito bons que exploram sentimentos importantes dos personagens. Mas não é novidade para ninguém que vários assuntos relacionados ao sexo são tabus para muitas pessoas, principalmente para os mais puritanos.

Por isso, os romances eróticos continuam lutando para romper muitas barreiras e conquistar o seu lugar ao sol. Apesar dessa barreira, algumas publicações conseguiram alcançar o status de “BestSeller” como provou ser capaz o megassucesso da autora E.L. James, 50 Tons de Cinza que bombou em vendas em diversos países. O livro vendeu tanto que acabou dando origem a uma saga literária e cinematográfica.

Não podemos negar também que os romances hot, apesar de alguns tabus predominantes na sociedade, estão conquistando um número cada vez maior de leitores fora da faixa etária à que foram propostos, ou seja, eles deixaram de ser livros típicos da categoria ‘Young Adult’. Com o passar dos anos, esse tipo de literatura foi conquistando outras faixas etárias que estavam acostumadas com gêneros literários bem distintos.

Selecionei 10 livros que fazem parte dessa categoria e que merecem ser lidos pelos apreciadores do gênero e também por aqueles leitores que estão com planos de se aventurar por histórias mais calientes... mais hots. Vamos lá.

01 – Cinquenta tons de cinza (E,L. James)

A trilogia Cinquenta Tons de Cinza (Cinquenta Tons de Cinza, Cinquenta Tons Mais Escuros e Cinquenta Tons de Liberdade) conseguiu um feito incrível no mercado editorial: ultrapassar a marca de 40 milhões de exemplares comercializados em todo o mundo. E tudo começou com Cinquenta Tons de Cinza que somente no Brasil vendeu mais de 900 mil livros em apenas 80 dias, uma média de 468 exemplares por hora. Por esse motivo essa é a obra perfeita para aqueles leitores que querem se iniciar no mundo ‘hot literário’.

A autora retrata Anastasia Steele, uma moça virgem de 21 anos cursando a Faculdade de Literatura que, após entrevistar o jovem multimilionário, CEO da Grey Enterprises Holdings, Christian Grey, para o jornal da faculdade, passa a ter um relacionamento com o magnata. Em meio ao luxo, Anastasia descobre, por meio de Grey, o mundo do sadomasoquismo.

Aqueles que já leram o livro garantem que a obra é ‘trucão pesado’, pois retrata, de forma explícita, as relações sexuais de Ana e Christian sem censuras, o que não acontece na adaptação cinematográfica que podou muitos trechos mais quentes do livro.

02 – Peça-me o que quiser (Megan Maxwell)

Primeiro volume de uma trilogia, Peça-me o que quiser, da escritora espanhola Megan Maxwell, é um romance sobre desejo, paixão e erotismo sem limites. Lançada na Espanha em novembro de 2012, a trilogia é um sucesso de vendas no país, aparecendo em todas as listas de mais vendidos. Com tempero latino e uma abordagem excitante, a autora conta a história da secretária espanhola Judith Flores e seu chefe, o alemão Eric Zimmerman, também conhecido como Iceman: um homem muito sério e com os olhos azuis mais intensos e sexy que ela já viu. Recém-chegado ao comando da empresa Muller, antes dirigida por seu pai, Eric tem uma atração instantânea pelo jeito divertido de Judith e exigirá que ela o acompanhe nas viagens de trabalho pela Espanha. Mesmo sabendo que está se metendo numa situação arriscada, a ideia de estar ao lado de ‘Iceman’ é irresistível. Com ele, a jovem viverá experiências sexuais até então inimagináveis, em um universo de fantasias eróticas pouco convencionais.

Peça-me o que quiser foi um dos livros mais vendidos de romance hot e a exemplo de Cinquenta Tons de Cinza não pega leve no erotismo, mas também tem um bom enredo. Pelo menos é que apontam inúmeras opiniões nas redes sociais.

03 – Digo te amo para todos que me fodem bem (Seane Melo)

Tenho uma colega de trabalho que já leu o livro o gostou. Segundo ela, a obra de estreia da escritora maranhense Seane Melo é muito divertida. Segundo essa colega, boa parte das mulheres modernas já passaram por alguma situação descrita no texto de Melo, principalmente o medo em ser tratada como objeto e depois descartada por homens imaturos e inseguros.

A obra leve e divertida serve como opção para aquelas pessoas que vem de leituras densas.

Em Digo te amo para todos que me fodem bem, a autora explora outras representatividades da mulher nos livros de romance hot, cortando os vínculos com a literatura erótica clássica. Na pretensão de construir uma personagem feminina “real”, o romance nos apresenta à Vanessa, uma jovem de 27 anos que não possui nenhum desejo fora do normal. Vanessa quer transar e, se possível, bem.

Ao recontar suas experiências com João, Mateus e Thiago – num formato que, aí sim, se assemelha a um clássico da literatura erótica: o diário – Vanessa dialoga com produções que se arriscam pelas relações amorosas contemporâneas e exploram em maior ou menor dose a transitoriedade e instabilidade das relações atuais.

04 – Toda Sua (Silvia Day)

Toda Sua é considerado na opinião de várias pessoas, o sucessor do famoso 50 Tons de Cinza. O livro escrito pela americana Sylvia Day conta o romance entre Eva Tramell, uma jovem de 24 anos que mora em Manhattan e que acaba de integrar uma das agências de publicidade americanas mais conceituadas do país, a Waters Field & Leaman do milionário ultra-atraente Gideon Cross, dono não só da agência, mas também de todo o prédio em que ela trabalha.

Uma intensa relação calcada apenas no prazer casual vai, aos poucos, se desenvolvendo para uma paixão ardente – cheia de altos e baixos, capaz de reviver traumas antigos de ambos.

Pelos comentários que vi nas redes sociais, muitas pessoas ficaram coradas com alguns trechos da obra. Talvez, elas ainda não tivessem intimidade com os livros de Sylvia Day.

A exemplo de 50 Tons de Cinza; Toda Sua se tornou um grande sucesso literário.

05 – Dominados (Mila Wander)

A escritora pernambucana Mila Wander criou um casal de personagens duro na queda: Laura Diniz e Henrique Farias. Laura é orgulhosa, ambiciosa, poderosa e viciada em desafios. Henrique Farias também. Ela é uma dominatrix fatal e ele é um dominador intenso. Os dois estão concorrendo a um cargo numa grande empresa.

Quando eles se encontram... bem, basta dizer que ambos, por serem dominadores até a última gota, precisam de parceiros submissos. Mas sabemos que a vida é cheia de surpresas.

Dominados recebeu muitos comentários positivos no Skoob e também em outras redes sociais dedicadas a literatura.

06 – Querido vizinho (Penélope Ward)

Penélope Ward era apresentadora de um conhecido programa de TV nos ‘States”, então, depois de um ‘click’ decidiu largar tudo para se dedicar à família. Foi nesse período que escreveu alguns romances, a maioria eróticos, que despertaram o interesse de várias editoras. Um de seus livros mais famosos foi lançado em 2018 e se chama Querido Vizinho publicado no Brasil pela editora Essência. Para os interessados, o livro vendeu muito por aqui, muito, de fato, tanto é, que na época de seu lançamento foi considerado o número um de vendas na Amazon.

O romance mostra uma inusitada amizade que nasce após um vizinho pra lá de atraente invadir a privacidade da protagonista. Tudo acontece quando Chelsea, uma mulher que ainda não superou o fim da relação com seu ex-namorado começa a fazer seções de terapia via telefone, e eis que uma noite ela escuta risadas vindo do apartamento do lado e descobre que seu vizinho, escuta toda a conversa, logo, fica sabendo de todos os seus segredos íntimos.

Apesar disso, ambos se tornam amigos até que a aproximação acaba ficando bem mais apimentada com direito a alguns jogos sexuais.

07 – After (Anna Todd)

Com mais de 10 milhões de livros vendidos e mais de 1,5 milhão de leituras na plataforma online Wattpad, a série After é um fenômeno literário icônico da nova geração. O sucesso da saga criada pela escritora norte americana Anna Todd foi tanto que até agora já foram escritos cinco livros. Além disso, a trama saiu das páginas e foi parar nos cinemas no filme homônimo que estreou nas telonas brasileiras em 2019.

Na trama, Tessa é uma garota de 18 anos que acaba de deixar a casa de sua mãe para ir morar no campus da faculdade.

Estudiosa, responsável e recatada, ela não quer saber de festas e nem de paixões. No primeiro dia na faculdade, Tessa conhece Hardin, um jovem rude, lindo e todo tatuado que implica com seu jeito de garota certinha. Os dois se detestam, mas ao mesmo tempo não conseguem ficar longe um do outro.

Logo, começam um relacionamento intenso e turbulento. Consumida por uma paixão que ela imaginava não ser possível, Tessa vê sua sexualidade aflorar. Mas por trás do chame irresistível de badboy, Hardin carrega fantasmas de seu passado, que podem colocar tudo a perder. Depois de Hardin, Tessa nunca mais será a mesma.

08 – Como seduzir um bilionário (Portia da Costa)

Como seduzir um bilionáriofoi escrito pela autora britânica Portia da Costa em 2017 e repetiu o êxito de uma outra obra do gênero, também escrita por ela: Bem Profundo (ver nesta lista).

A trama descreve a história de Jess, uma mulher de 29 anos que tem sonhos eróticos com o homem perfeito. No livro, ela chega à conclusão de que precisa saber como é a coisa toda de verdade, com um homem real e experiente. Ela não quer passar a vida toda solteira.

No dia em que Jess se prepara para se apresentar de forma impecável em seu primeiro dia de serviço, seu chefe, Ellis McKenna, um belo homem que prefere circular com um figurino despojado a se engessar num terno engomado, aparece para oferecer uma carona. A atração de Jess é repentina. Mas ela quer mais do que um homem que a inicie nas artes sexuais, ela quer um companheiro. Porém Ellis não está disponível para esse tipo de comprometimento. Jess, no entanto, não desistirá tão facilmente de seu objetivo.

Taí galera! Para quem curte o gênero, boa leitura.

Um comentário

  1. 50 Tons de Cinza > SPOILER <... Universitária virgem que não sabe usar e-mail se envolve com jovem bilionário bem dotado que gosta de uns tapas e tem uma relação conturbada com cigarros. Com a curta, porém significativa, referência a um Xbox.
    Li a trilogia e o "Grey", que é, basicamente, o primeiro livro com o ponto de vista do Christian. Divertido!

    ResponderExcluir