10 livros que vão virar filmes em 2020


Durante a semana recebi alguns e-mails de leitores perguntando se o blog já tinha uma lista de livros que seriam adaptados para o cinema em 2020. Aliás, é praxe nessa época do ano, sites, blogs e outras redes sociais elaborarem relações e mais relações de obras literárias que estarão pintando nas telonas no ano vindouro.
Então, está aí galera; para vocês que enviaram as suas mensagens para o blog pedindo uma lista de adaptações das páginas para a sétima arte, vamos com alguns livros que, certamente, terão os seus enredos ‘deslocados’ para as telonas.
01 – Mulherzinhas (Louisa May Acott)
O livro de Louisa May Alcott, escrito originalmente em 1868, é considerado um clássico da literatura americana, e alguns críticos – tanto literários quanto cinematográficos – são unânimes em dizer que a sua adaptação para o cinema já deveria ter sido feita há muito tempo. Pois é, para a alegria desse pessoal, o filme que se chamará Adoráveis Mulheres deve estrear nas telonas em 09 de janeiro de 2020.
Alcott relata na obra quatro anos na vida das irmãs March — Meg, Jo, Beth e Amy. Enquanto o patriarca luta na Guerra Civil Americana e a mãe tem de trabalhar para sustentar a família, as quatro filhas precisam cooperar entre si para manter a unidade familiar. Mulherzinhas é um romance moderno e atemporal que fez sua autora ser reconhecida como uma escritora que abordou questões feministas de forma leve e aberta.
Adoráveis Mulheres terá um elenco estrelado por: Emma Watson, Saoirse Ronan, Meryl Streep e Timothée Chalamet.
02 – Compaixão – Uma História de Justiça e Redenção (Bryan Stevenson)
O livro Compaixão - Uma História de Justiça e Redenção de Bryan Stevenson que conta a sua história real recebeu rasgados elogios da crítica americana, tanto é que ficou por três anos na lista dos mais vendidos do jornal “The New York Times”.
Stevenson era um jovem advogado quando fundou um escritório de advocacia dedicado à defesa daqueles mais necessitados e em desespero, ou seja, os pobres, os condenados erroneamente, além de mulheres e crianças reféns do sistema de justiça criminal. Um de seus primeiros casos foi o de Walter McMillian, um jovem sentenciado à morte por um notório assassinato que insistentemente alegava não ter cometido. O caso colocou Bryan dentro de uma teia de conspiração, intriga política e manipulação dos limites legais - e transformou para sempre sua compreensão sobre compaixão e justiça.
Stevenson será vivido pelo ator Michael B. Jordan que fez nos cinemas o lutador Adonis, treinado por Rock Balboa (Sylvester Stallone) nos filmes Creed – Nascido para Lutar e Creed II. Já, o seu cliente, condenado à cadeira elétrica será vivido por Jamie Foxx.
O filme que receberá o título de Luta por Justiça chega aos cinemas em 27 de fevereiro.
03 – Artemis Fowl (Eoin Colfer)
Artemis Fowl é uma série de livros escrita por Eoin Colfer que foi best-seller no Brasil por várias semanas. Artemis Fowl é um misto de policial, ação e fantasia. A saga, formada por oito livros, foi publicada no período de 2001 a 2012 e conta a vida de Artemis Fowl, um garoto de 12 anos, único herdeiro da família Fowl, que tem o maior Q.I. da Europa e uma frieza perceptível. Ele usa essa inteligência fora do comum para fins muito pouco nobres.
Artemis é o único herdeiro do clã Fowl, uma lendária família de personagens do submundo, célebres na arte da trapaça. O garoto imagina um plano para recuperar a fortuna de sua família, após o desaparecimento misterioso de seu pai. O problema é que o seu plano pode derrubar civilizações e mergulhar o planeta numa guerra entre espécies. 
Num certo dia ele descobre um local mágico chamado mundo das fadas. É quando ele tem a “brilhante” ideia de roubar a fortuna local e sequestrar um elfo, cobrando um resgate para libertá-lo. O que ele não esperava era se deparar com a capitã Holly Short, uma elfo valente e irritada, pertencente a unidade de elite da polícia das fadas. Resultado: em pouco tempo, Artemis se vê em meio a um exército de fadas, gnomos, duendes, elfos e trolls, com armas muito mais avançadas que as dos humanos.
O filme produzido pela Walt Disney e dirigido por Kenneth Branagh estava programado para estrear este ano, mas foi adiado para 2020, provavelmente no mês de maio.
04 – A Volta do Parafuso (Henry James)
A obra de Henry James já foi adaptada para o cinema inúmeras vezes, mas esta versão que deve estrear nos cinemas brasileiros em 05 de março, traz algumas particularidades. A primeira delas e mais importante é que será produzida pelo gênio Steven Spielberg e a segunda, porque é uma versão modernizada da trama que traz dois atores mirins que prometem muito: Finn Wolfhard (o Mike da série Stranger Things) e Brooklynn Prince (que arrasou em Projeto Flórida). A direção é da italiana Floria Sigismondi, que já dirigiu diversos videoclipes e alguns episódios de séries famosas, como O DemolidorAmerican Gods e The Handmaid's Tale.
A Volta do Parafuso conta a história de uma jovem mulher que consegue seu primeiro emprego como babá de duas crianças aparentemente belas e inocentes. A menina Flora e o menino Miles são ingênuos, charmosos e encantadores, cativando a jovem logo de início. No entanto, aos poucos, a babá começa ver um lado peculiar dessas crianças, que moram em uma imensa casa em um local afastado.
Durante sua estadia na misteriosa casa a empregada começa perceber fenômenos estranhos: “figuras” distantes que lançam olhares de cima de torres escuras e janelas empoeiradas – supostamente fantasmas silenciosos que, a cada dia, se aproximam mais dela e das crianças.
Esta nova versão de A Volta do Parafuso dirigida por Spielberg vai se chamar Os Orfãos.
05 – Por Lugares Incríveis (Jennifer Niven)
O livro Por Lugares Incríveis, da autora americana Jennifer Niven, lançado em 2015, continua sendo um dos livros mais vendidos do momento; prova disso é que ainda faz parte dos principais Toplist literários  do País. Tanto sucesso assim, levou a Netflix decidir produzir um filme baseado no livro.
Niven conta a história de uma garota chamada Violet Markey que tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente.
Do outro lado temos, Theodore Finch, um garoto considerado o esquisito da escola e por isso, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão. Como não bastasse esse problema, ele ainda tem que aturar um pai violento e a apatia do resto da família.
Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch descobre em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.
A boa notícia para os fãs dessa obra literária é que a Netflix já definiu a data da adaptação cinematográfica que deve ‘bombar’ no canal de streaming no dia 28 de fevereiro.
06 – O Jardim Secreto (Frances Hodgson Burnett)
Putz, como me emocionei lendo esse livro. O Jardim Secreto, escrito por Frances Hodgson Burnett em 1911é tido um dos livros infanto-juvenis mais importantes do século 20.
A história da pequena Mary, uma órfã de 10 anos, que vai viver com o tio em um casarão na Inglaterra, onde também encontra Dickon, um menino que conversa com as plantas e os animais, e Colin, um pequeno lorde, doente e isolado em um dos quartos, é emocionante. O filme nos ensina a importância da verdadeira amizade e como ela pode transformar a vida das pessoas.
O livro de Frances Burnett já havia sido adaptado para os cinemas 1993 e agora, após 26 anos, ganhará uma versão mais modernizada. O remake deve estrear no Reino Unido em 17 de abril de 2020. No Brasil, ainda não há previsão de lançamento, mas com certeza não irá demorar.
07 – O Homem Invisível (H.G. Wells)
O Homem Invisível, de H.G. Wells, publicado pela primeira vez em 1897, ganhou diversas adaptações para os cinemas desde o seu lançamento. A mais recente foi O Homem Sem Sombra (2000) dirigido por Paul Verhoeven e estrelado por Kevin Bacon, Elisabeth Shue e Josh Brolin. Agora a Universal Pictures promete para fevereiro de 2020 O Homem Invisível, remake recente da história escrita por Wells.
Esta nova adaptação atualiza o clássico e mostrará Adrian Griffin (Cohen), um brilhante cientista que vive um relacionamento abusivo com Cecilia Kass (Moss). Após conseguir se livrar do marido, Kass recebe a informação de que ele está morto, mas algum tempo depois passa a ser perseguida pelo cara, que conseguiu desenvolver uma forma de ficar invisível. 
A nova versão de O Homem Invisível é dirigida por Leigh Whannell.
08 – Para Todos os Garotos Que Já Amei (Jenny Han)
E tem mais produções da Netflix na parada. Além de Por Lugares Incríveis, o famoso canal de streaming também preparara para 2020 a adaptação para os cinemas da continuação do livro Para Todos os Garotos Que Já Amei da autora americana Jenny Han. No livro, Lara Jean está tentando se adaptar com a ideia de ter um relacionamento sério pela primeira vez. Quando está se acostumando com o fato, um menino por quem era apaixonada anos atrás ressurge, despertando novamente seus sentimentos.
A curiosidade dessa produção é que por ser descendente de orientais, a autora do livro fez questão de que as personagens de sua obra fossem retratadas por atrizes de origem asiática no filme. A personagem de Lara Jean tem a mãe coreana, e a atriz principal (Lana Condor) é vietnamita.
09 – After – Depois da Verdade (Anna Todd)
A continuação de After da autora Anna Todd também vai ganhar uma adaptação. O livro conta a história de Tessa, que tenta esquecer Hardin, o jovem caótico e revoltado que partiu seu coração em vários pedaços. Mas ela está prestes a descobrir que alguns amores não podem ser superados.
Para quem não sabe, After é o título de uma série de cinco romances escritos por Todd e publicados a partir de 2015, que se tornaram emblemáticos do gênero de ficção na categoria conhecida por "New Adult", contando com protagonistas na faixa etária entre os 18 e 30 anos.
Antes de se tornar um fenômeno editorial, a série After já havia batido a marca de um bilhão de acessos na plataforma de leitura Wattpad.
O filme que se chamará After – Depois da Verdade estreia em 2020 e será baseado no segundo livro da série. A direção será de Roger Kumble, conhecido pelo clássico Segundas Intenções.
10 – Morte no Nilo (Agatha Christie)
Uhauuuu!! É claro que não poderia faltar em 2020 uma adaptação para as telonas de um clássico da “Rainha do Crime”. E o livro escolhido para essa missão foi Morte no Nilo publicado originalmente em 1937 e considerado um dos casos mais famosos do icônico detetive belga Hercule Poirot, criado por Agatha Christie.
A obra é apregoada pela própria autora como um de seus melhores livros sobre viagens internacionais e inspirado em uma de suas estadias no Egito.
Morte no Nilo conta a história de Linnet Ridgeway, uma jovem que parece ter tudo: beleza, dinheiro, Inteligência e talento para os negócios. Porém, ao partir com o seu noivo para um cruzeiro no rio Nilo, ela descobre que também tem inimigos.
Quando um crime é cometido a bordo, as pistas apontam para uma moça que tem um álibi incontestável. Mas o detetive Hercule Poirot, de férias no mesmo navio, tem um palpite de como solucionar o mistério.
As filmagens de Morte no Nilo começaram em outubro desse ano e a sua estreia está prevista para o mês de outubro de 2020. O filme pode ser encarado como a sequência de Assassinato no Oriente Express. A direção será de Kenneth Branagh. A novidade é que Gal Gadot, a eterna ‘Mulher Maravilha’, fará parte do elenco.
Taí galera, espero que tenham apreciado a lista.
Inté!

3 comentários

  1. Quantas novidades interessantes! Dessas dez obras literárias que apresentarão versões para o cinema em 2020, quatro eu já li, isto é, Mulherzinhas, Artemis Fowl: O Menino Prodígio do Crime, O Jardim Secreto e Morte no Nilo. O mais curioso, no entanto, é que, enquanto os títulos de Louisa May Alcott, de Frances Hodgson Burnett e de Agatha Christie acham-se entre meus favoritos, o de Eoin Colfer apresenta-se como o pior livro que li até hoje! Em resumo, a situação é bem díspar, daí o fato de chamar um pouco minha atenção. rs

    http://tudoquemecomove.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato, Karen, muitas novidades! Vamos torcer para que sejam adaptações a altura dos enredos literários. Quanto ao livro de Eoin Colfer, ainda não tive oportunidade de ler, fiquei ainda mais desestimulado após a sua opinião (rsss). Acho que vou empurrá-lo para o fim da fila.
      Grde abraço!

      Excluir
  2. Oi, José Antônio!

    Gosto muito de romances infantojuvenis cuja tônica é a fantasia, como os das séries Harry Potter e As Crônicas de Nárnia, o que, entretanto, não bastou para que eu me encantasse com o primeiro volume da saga criada por Eoin Colfer, que, apesar de ter lido há muitos anos, lembro-me vividamente de haver considerado intragável, em razão de seus personagens desinteressantes, de sua trama enfadonha e de sua ação "empacada". Ainda assim, à espera de uma reviravolta no enredo, cheguei a iniciar a leitura do segundo volume da coleção, Artemis Fowl: Uma Aventura no Ártico, o qual, a exemplo do primeiro, não demorou a me decepcionar, depois de ter constatado que sua história seguia a mesma linha ilógica que eu verificara em O Menino Prodígio do Crime. Não creio, porém, que você deveria se sentir tão desestimulado a conhecer a obra de Eoin Colfer (que, diga-se de passagem, tornou-se um best-seller em muitos países), já que cada leitor tem sua personalidade, suas vivências e sua bagagem literária, de modo que aquilo que parece péssimo para alguns pode ser brilhante para outros. Enfim, tudo é muito pessoal e, por isso, bastante relativo.

    Feliz Ano Novo!

    - Karen

    ResponderExcluir