Novo livro da misteriosa escritora Elena Ferrante chega ao Brasil em 2020


Tenho um amigo, cuja esposa é fissurada nos livros de Elena Ferrante. Mais do que isso, ela aproveita qualquer “deixa” nas conversas sobre literatura para falar da misteriosa escritora. Por que misteriosa? Ok, eu conto. Certo dia, após ouvir a mulher desse meu amigo falar tanto da sua autora preferida, fui pesquisar alguma coisa a respeito e descobri que a tal Elena Ferrante é famosa por proteger obstinadamente sua verdadeira identidade. Um anonimato que ela considera necessário para dar mais peso a seus personagens e intrigas, embora alguns também tenham visto nesta escolha uma estratégia comercial inteligente por parte da autora e de sua editora.
Ué?! Pelo o que eu entendi, ela pode ser até mesmo uma ghost-writer. Isto mesmo! Uma daquelas escritoras fantasmas que escrevem romances para outros escritores conhecidos. Sabem que esse fato é comum no chamado submundo literário, né galera? O escritor famoso pode ter tido um bloqueio literário após escrever algumas linhas, não consegue terminar o original de seu romance, o prazo de publicação está estourando e, então.... Pimba! Lá vem ele ou ela para resolver o problema: os afamados ou afamadas ghost-writer.
Entonce, quem sabe Ferrante não seja uma dessas ghost-writer que por um golpe do destino escreveu em segredo um romance em segredo, mas depois decidiu apresenta-lo para os seus patrões; eles gostaram e resolveram publica-lo, mas sem revelar o nome da verdadeira autora. Pronto! Nascia, assim, Elena Ferrante.
Esta minha suposição não está tão longe da realidade, já que uma teoria quase semelhante veio à tona ‘uns’ três anos atrás. Em 2016, o jornalista investigativo italiano Claudio Gatti realizou uma investigação completa com o objetivo de descobrir quem, de fato, era Elena Ferrante. Depois de escarafunchar aqui e ali, ele alegou que, por trás da misteriosa escritora estava a tradutora romana sexagenária chamada Anita Raja. A tese não foi confirmada, nem negada e dessa maneira, o mistério continua.
Mas acabei divagando e com isso me desviei completamente do assunto proposto nessa postagem que é o de anunciar o novo livro de Ferrante que antes de ser lançado no Brasil já se tornou uma verdadeira febre.
A editora Intrínseca, responsável pelos lançamentos dos livros da autora italiana – será italiana mesmo?? – no Brasil anunciou que a sua nova obra intitulada “A Vida Mentirosa dos Adultos” chegará às livrarias tupiniquins em 2020. Este anúncio deixou os fãs de Ferrante com água na boca, pois eles já estavam impacientes com a demora de uma nova obra; e com razão, já que faziam, aproximadamente, cinco anos que a autora não lançava um novo livro. O último foi publicado em 2014 e encerra a saga napolitana “A História da Menina Perdida”
Os quatro títulos que acompanham a vida das amigas Lenu e Lila fizeram da autora uma best-seller, com mais de 12 milhões de cópias vendidas em 50 países. Na Itália, a tetralogia vendeu 1,5 milhão de exemplares e, nos Estados Unidos, 2 milhões.
A "febre Ferrante", como foi chamada nas redes sociais, inspirou vigílias em ao menos sete cidades, incluindo Roma, Milão, Nápoles e Turim. Leitura de trechos, exibição de filmes, testes de conhecimento e aperitivos distraíram os participantes, que só queriam mesmo pôr as mãos em “A Vida Mentirosa dos Adultos”.
Para quem não sabe, Ferrante é autora da Tetralogia Napolitana que deu origem à série “A Amiga Genial”, da HBO. Ela assina também os romances já publicados pela Intrínseca, entre eles “A filha perdida”, “Um amor incômodo” e “Uma noite na praia.
Em suas obras, ela explora os conflitantes, e por vezes perturbadores, sentimentos que perpassam a maternidade, o casamento e as relações femininas.
O novo livro narra o crescimento de Giovanna, uma jovem moradora de um respeitável bairro de classe média de Nápoles, no período de seus 12 a 16 anos. Ambientado na década de 1990, “A vida mentirosa dos adultos” se inicia com um comentário do pai, que compara a falta de beleza da filha com a de Vittoria, tia da menina. Figura lendária na família e distante do pai por motivos incertos, Vittoria desperta a curiosidade de Giovanna, que hesita entre considerar o comentário um insulto, uma condenação ou uma profecia. Explorando as periferias de Nápoles, ela parte em busca dessa mulher misteriosa. Na trama, Giovanna percorre a transição crucial entre juventude e vida adulta, quando verdades e lições de vida são evidenciadas, algumas vezes de forma dolorosa.
A vida mentirosa dos adultos” deve chegar nas livrarias brasileiras em 9 de junho de 2020. Até lá só resta aos fãs da misteriosa escritora italiana segurar ao máximo a expectativa.

Nenhum comentário