Cinco livros de terror sobre casas assombradas e mal-assombradas para impressionar qualquer leitor

Hoje, vamos escrever sobre casas assombradas e também mal-assombradas. Vale aqui, uma explicação: assombrada é quando o local tem um fantasma ou fantasmas definido (s) e mal-assombrada é o nome dado a uma casa na qual supostamente acontecem eventos insólitos sem que se encontre uma causa física para os mesmos. Não sei porquê, mas essas casas me provocam um mal estar... um arrepio... um medinho bem desagradável. Mas apesar desses incômodos, sou apaixonado pelos livros que abordam o assunto. Ah! Filmes, também; mas sabe né... o enredo dos livros sempre é melhor.
Nesta postagem selecionei cinco livros sobre casas mal assombradas que, certamente, irão incomodar os seus leitores. E quando digo incomodar, estou me referindo aquela sensação de um frio que começa na base da coluna, vai subindo, subindo pelas costas até morrer na ponta da nuca.

Vamos lá? Anotem aí:
01 – Horror em Amityville (Jay Anson)
O livro-reportagem escrito por Jay Anson é fodástico. Daqueles com o poder de paralisar os leitores mais incautos. O medo durante a leitura é latente. Os fatos reais e fantasmagóricos que ocorreram na casa localizada na 112 Ocean Avenue, no vilarejo de Amityville, em Nova York, são de arrepiar.
Publicado em  1977, “Horror em Amityville”, tornou-se um grande sucesso editorial com mais de três milhões de cópias vendidas: uma verdadeira febre. O livro também serviu de inspiração para várias adaptações cinematográficas, embora nenhuma delas tenha conseguido transmitir a sensação de aflição que as páginas provocam. Cara, confesso que fiquei impressionado com alguns capítulos. Caraca!
O autor conta a história, baseada em fatos reais, de um casal com três filhos, que no dia 18 de dezembro de 1975 mudou-se para uma bela e enorme casa em Amityville. Vinte e oito dias depois eles fugiram aterrorizados, abandonando praticamente todos os seus bens, alegando a existência de entidades malignas assombrando a casa. Um ano antes, na mesma casa, havia acontecido um assassinato brutal. Um jovem chamado Ronald DeFeo Jr. assassinou brutalmente, com uma espingarda, a sua família (pai, mãe e quatro irmãos), enquanto dormiam. Sua explicação para a chacina é que ele estava agindo conforme a orientação de uma voz misteriosa que ordenava os assassinatos.
Os amantes da literatura de terror irão delirar e também... se assustar.
02 - O Iluminado (Stephen King)
Tudo bem que não seja uma casa mal assombrada, mas um hotel mal assombrado. Ok, dá na mesma porque os sustos são semelhantes.
Stephen King criou um hotel maléfico em “OIluminado”. Na minha opinião o Hotel Overlook consegue fazer frente à “Casa Infernal” criada por Richard Matheson, a qual eu considerava ser o Monte Everest das casas mal assombradas. Após ter lido o livro de King – vejam bem, não após ter assistido ao filme -  passei a colocar também o hotel assombrado no mesmo nível daquela casa funesta.
O Overlook desempenha o papel de uma entidade maligna que manipula todos aqueles que freqüentam as suas dependências – desde hóspedes a funcionários – e instiga o seu zelador Jack Torrance voltar a beber álcool e atazanar a vida da esposa e do filho. Não vemos o hotel como hotel, mas como um ser do mal que manipula as pessoas. Resumindo: na obra escrita, o Overlook é o verdadeiro vilão da história. Na verdade, no final do livro, entendemos  tudo isso, pois enxergamos o hotel com um ser sobrenatural.
03 – A Assombração da Casa da Colina (Shirley Jackson)
Pra início de conversa, Shirley Jackson é vista por mestres como Stephen King e Neil Gaiman como a rainha do terror. A autora que faleceu há quase 53 anos continua sendo poderosa e como! Pra você ter uma idéia, “A Assombração na Casa da Colina”, considerado o seu principal romance, ganhará uma nova versão cinematográfica – vale lembrar que a história já teve duas adaptações, uma em 1963 e outra em 1999 – além de uma série de TV na Netflix.
Agora, cá entre nós, você acha que se um livro sobre casa mal assombrada não fosse tão bom, ele iria ter tantas versões cinematográficas e planos para outras?
Portanto,  leia o livro sem receios. O enredo idealizado por Jackson é aterrador e consegue prender a leitura.
A autora conta a história de Eleanor que após ficar sozinha no mundo, acaba recebendo uma carta de um misterioso dr. Montague convidando-a para passar um tempo na Casa da Colina, um local conhecido por suas manifestações fantasmagóricas. O mesmo convite é feito a Theodora, uma alma artística e "sensitiva", e a Luke, o herdeiro da mansão. Mas o que começa como uma exploração bem-humorada de um mito inocente, se transforma em uma viagem para os piores pesadelos de seus moradores. Com o tempo, fica cada vez mais claro que a vida e a sanidade de todos estão em risco.
Para aqueles leitores que ainda estão em dúvida para adquirir o livro, eu cito uma frase dita por Stephen King: "A Assombração da Casa da Colina” é  a  história de casa mal-assombrada mais próxima da perfeição que eu já li."
04 – A Casa Desabitada (J.H.Ridell)
Uma mulher, a Sra. Blake, começa a sentir dificuldades para alugar uma casa por causa de um suposto fantasma que habita no local. Todos os inquilinos acabam saindo do imóvel antes do término do contrato por causa dos eventos sobrenaturais provocados pela assombração.
Para acabar com a má fama da casa, a Sra Blake resolve contratar alguém para desvendar o mistério. O escolhido é o Sr. Patterson, assistente do advogado da Sra. Blake.
Quando chega na casa, Patterson presencia vários fenômenos como lampiões que se apagam durante a noite, portas trancadas que se abrem, etc.  A pressão psicológica sofrida por Patterson é grande, mas a sua motivação em descobrir a verdade é maior ainda.
Seria um fantasma ou alguém de carne e osso que desejava os estranhos longe da casa?
05 – A Casa Infernal (Richard Matheson)
A Casa Infernal” foi escrita em 1971 e é lição  obrigatória para os fãs do gênero. O clima criado pelo autor é angustiante. A história gira em torno de uma mansão mal assombrada pelo fantasma do terrível Emeric Belasco. Se as casas mal assombradas fossem montanhas, a “Mansão Belasco”, como ficou conhecida, seria considerada o Monte Everest das casas mal assombradas.
Há 40 anos, a tal casa se mantém imponente, desfiando todos aqueles que tentam decifrar os seus segredos. Nesse período houve duas tentativas de investigá-la, uma em 1931 e outra em 1940. Ambas foram desastrosas. Oito dos mais renomados pesquisadores de fenômenos paranormais do mundo envolvidos nessas tentativas foram mortos, cometeram suicídio ou enlouqueceram. Apenas um, Benjamin Franklin Fischer, conseguiu sobreviver e o terror que presenciou foi tão grande que até hoje sofre os efeitos do desastre do passado. Ele participou da equipe que tentou desvendar os mistérios da casa em 1940. Na época, Fischer era uma criança prodígio, com apenas 15 anos, considerado o maior médium sensitivo do mundo. Devido a sua fama, acabou sendo um dos convidados para a excursão à mansão macabra. Todos morreram, só ele sobreviveu.
Passados 40 anos dos desastres envolvendo os dois grupos de pesquisadores, um milionário excêntrico resolve comprar a mansão e contratar novos cientistas e paranormais, incluindo Fischer, para fazer mais uma tentativa de decifrar os mistérios do local. Eles terão o prazo de uma semana para solucionar o segredo e se conseguirem ganharão 100 mil dólares.
Uma leitura obrigatória para os fãs de terror.
Por hoje é só, galera!



Nenhum comentário