Vem aí três lançamentos de Stephen King em 2018


Stephen King é uma verdadeira máquina de escrever, apesar de lançar novos livros em curto espaço de tempo, essas obras ainda tem o poder de alvoroçar o mercado literário. Se King conseguisse colocar nas livrarias um livro por dia, esse alvoroço não mudaria em nada.
Prova disso é que mal caiu nas mãos dos leitores “A Incendiária” que faz parte do 4º volume da coleção “Biblioteca Stephen King”, a galera já está toda agitada com o anúncio de três novos livros do autor que poderão aterrissar por aqui. Isso mesmo gente. Eu disse três!
As redes sociais são quase unânimes em afirmar que a Suma de Letras deverá colocar no mercado em 2018, duas obras inéditas e uma reimpressão de King. As inéditas são: “The Outsider” e “Gweendy’s Button Box”, quanto ao relançamento fica por conta de “Celular”.
“The Outsider” será lançado em junho nos Estados Unidos e chega ao Brasil no mesmo mês, conforme foi confirmado no Twitter da Suma. Neste livro - como fez com a trilogia Bill Hodges (“Mr. Mercedes”, “Achados e Perdidos” e Último Turno”) – o autor deixa de lado o terror clássico de seus livros dos anos 80 e 90 para abraçar o suspense.
“The Outsider” conta a história de um garoto de onze anos que é assassinado em um parque da cidade.  Após investigações e coleta de impressões digitais a polícia chega a Terry Maitland, treinador da ‘Liga da Meninas’, professor, marido e pai de duas garotas. Uma pessoa bem relacionada na comunidade.
Coube a Ralph Anderson detetive e conhecido de Maitland, já que seu filho foi um dos alunos do professor, resolver o caso. Ralph manda prender o suspeito de forma rápida e para muitos arbitrária. Mesmo com um álibi, amostras de DNA e as digitais, os argumentos do professor acabam caindo por terra. Testemunhas garantem que Maitland é culpado, mas ele tem um álibi infalível, com imagens para provar que ele estava em outra cidade quando o crime foi cometido. Mesmo assim, ninguém acredita em sua inocência. Seria ele o verdadeiro culpado?
A edição americana já está em pré-venda no site da Amazon e conta com ‘generosas’ 576 páginas para deleite dos fãs do mestre do terror e suspense.
No outro inédito de King que deve desembarcar por aqui neste ano, o autor se une a Richard Chizmar – um amigo de longa data – para escrever uma novela de terror.
Em “Gweendy’s button box”, King retorna a antológica e icônica cidade fictícia de Castle Rock, presente na maioria de suas obras do passado.
Confira a sinopse da editora: “Existem várias maneiras para chegar até o Mirante Castle da cidade de Castle Rock, entre elas: Route 117, Pleasant Road e os Degraus Suicidas. Todos os dias do verão de 1974, Gwendy Peterson, de doze anos, subia os degraus, que são seguros por fortes pregos de ferro (mesmo corroídos pelo tempo) e ziguezagueando por uma lateral precária da montanha.
Então numa tarde quando Gwendy chega no topo do Mirante Castle, depois de pegar fôlego e escutar os gritos das crianças no playground embaixo, um estranho chama por ela. Lá em um banco, nas sombras, está sentado um homem de jeans preto com uma capa escura e camisa branca desabotoada. Na sua cabeça, um pequeno chapéu preto. A partir dessa visão, Gwendy passa a ter pesadelos terríveis com o homem do chapéu.
Capa da edição de 2007 da editora Objetiva
Quem será esse misterioso personagem? Qual a sua ligação com a garota?
Contrastando com “The Outsider” e as suas 576 páginas, “Gweendy’s Button Box” é uma história curta de terror, pouco mais de 150 páginas, ou seja, se assemelha mais com um conto do que com um romance.
E fechando a lista para este ano, temos “Celular” que foi lançado originalmente em 2007 pela Objetiva e atualmente encontra-se fora de catálogo. Desta vez, a obra aterrissará em terras tupiniquins com nova capa e novos padrões gráficos. Enfim, aquele layout caprichado que já se tornou tradição nas reimpressões feitas pela Suma.
Em “Celular acompanhamos a trajetória de Clay, Tom e Alice que enfrentam um verdadeiro caos a partir do momento em que um estranho pulso é transmitido pelas linhas de celular. Todos aqueles que estavam usando telefones celulares no dia 1º de outubro às 15:03 tornaram-se seres descontrolados, extremamente violentos, aparentemente, clássicos zumbis. Apenas os três personagens citados acima não foram afetados pelo misterioso pulso por não terem atendido o celular naquele horário.
O livro foi adaptado para os cinemas em 2016 e teve nos papéis principais: John Cusack, Samuel Lee Jackson e Isabelle Fuhrman.
Taí, fãs do grande King. Sem duvido, trouxe boas notícias
Inté!


Um comentário

  1. Não vejo a hora! A Incendiária já tenho na versão antiga e Celular já li por empréstimo pela Biblioteca da minha cidade. Vamos aguardar os lançamentos :)

    ResponderExcluir