“A Assombração da Casa da Colina” será relançado pela Suma de Letras. Livro já está em pré-venda


Acredito que a partir de agora, o meu sonho de ver republicado o livro “Depois da Meia-Noite” de Stephen King ficou mais fácil de tornar-se realidade. O motivo da minha esperança é a decisão supimpa da Suma de Letras em relançar um verdadeiro clássico da literatura de terror que estava há muito tempo no rol das obras em fase de extinção. Estou me referindo ao clássico “A Assombração da Casa da Colina” escrito por Shirlley Jackson em 1959 e que voltará as prateleiras das principais livrarias do país no próximo dia 1º de maio. Quer mais uma boa notícia? Ok, eu conto. O livro já está em pré-venda nas livrarias virtuais, o que significa que os mais apressadinhos já podem reservar o seu exemplar.
Bem, se a Suma conseguiu relançar um livro tão raro quanto este, o que a impede de trazer novamente para o mundo dos vivos o antológico “Depois da Meia-Noite”? Sé resta aguardar e torcer. Mas agora, vamos nos ater a obra de Jackson que para o deleite dos fãs da literatura de terror estará de volta no início de maio. A autora que faleceu há quase 53 anos, continua sendo uma das mais respeitadas por escritores do gênero. Basta dizer que ela é vista por mestres como Stephen King e Neil Gaiman como a rainha do terror.
“A Assombração da Casa da Colina” fez tanto sucesso que já ganhou duas adaptações cinematográficas – “A Casa Maldita” (1963) e “A Casa Amaldiçoada” (1999) – além de planos para a produção de uma série de TV na Netflix, cujo cronograma já está na escolha dos artistas para os papéis principais.  
No livro, a autora conta a história de Eleanor que após ficar sozinha no mundo, acaba recebendo uma carta de um misterioso dr. Montague convidando-a para passar um tempo na Casa da Colina, um local conhecido por suas manifestações fantasmagóricas. O mesmo convite é feito a Theodora, uma alma artística e "sensitiva", e a Luke, o herdeiro da mansão. Mas o que começa como uma exploração bem-humorada de um mito inocente se transforma em uma viagem para os piores pesadelos de seus moradores. Com o tempo, fica cada vez mais claro que a vida e a sanidade, de todos estão em risco.
Agora, só resta aguardar a chegada de 1º de maio para começar a devorar “A Assombração da Casa da Colina”, enquanto isso, aproveitem para reservar o livro na pré-venda.
Detalhes técnicos
Título: A Assombração da Casa da Colina
Autora: Shirlley Jackson
Editora: Suma de Letras
Páginas: 200
Ano: 2018
Genero: Terror





3 comentários

  1. O livro "A Assombração da Casa da Colina" nunca foi, como direi, meu sonho de consumo.
    Já assisti há muito tempo os dois filmes: Desafio do Além (1964) e a Casa Amaldiçoada (1999). Amei o segundo ( que teve críticas um tanto negativas) e achei o primeiro "assistível" (e esse tem críticas ótimas). Recentemente assisti a série da Netflix, que foi bastante elogiada e aí eu concordo, adorei, senti aquele frio na espinha.
    Mas e o livro? Bom, despertou uma curiosidade em ler faz uns dois anos acho. E claro, na minha inocência, achei que conseguiria comprar pelo menos num sebo. Que nada né. Vasculhei e tive de desistir. Achei pra baixar, até li umas páginas, mas desisti. Me decidi que não iria ler numa tela, que se um dia fosse ler esse livro eu iria tê-lo em mãos, do jeito que gosto para ler um livro. E olha minha surpresa que alguns meses atrás dou de cara com o livro a venda, "essezinho" mesmo aí de cima do post, que eu não sabia que tinha sido relançado, e ainda por cima com preço promocional. Imagina minha felicidade, comprei na hora. E como adquiri outros livros junto, frete grátis, quer mais?
    Ele está comigo desde o final do ano passado, esperando o momento certo para ser lido. E foi só agora que o li, terminei uns dias atrás. Por isso só resolvi escrever agora um comentário, com conhecimento de causa, he,he.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha opinião: Para a época em que foi lançado, deve ter revolucionado mesmo, sendo muito criativo e original. Isso não funciona tanto para os dias atuais. Mas mesmo para os dias atuais ele é muito bem escrito, principalmente partes dele. Aquele primeiro parágrafo, por exemplo, nem precisa de comentários. A história é envolvente sim e aquela dúvida de vários momentos se aquilo aconteceu, ou é imaginação, ou apenas histórias inventadas pelos personagens, somente aguça nossa curiosidade. Pra mim é uma história que surgiu de uma ideia ótima, com partes ótimas, mas que infelizmente se perde em muitos momentos com conversas longas demais entre os personagens, que por vezes exageram em suas ironias, parecendo todos um personagem só. Destaco a Eleanor, personagem muito bem construída, mas em muitos momentos tão chata como achei a Eleanor do primeiro filme. Aliás o primeiro filme é o mais fiel ao livro.
      Quanto a edição da Suma, quando recebi o livro, achei bem simplesinho a primeira vista, apesar da capa dura. Mas depois manuseando mudei completamente de ideia. Essa capa com poucas cores, tons terrosos, desenho simples, combina perfeitamente com o livro, a história e uma memória dele ter sido escrito há muito tempo. Destaco também cada capítulo ter seu primeiro parágrafo em página única e com letras maiores. Muito legal isso. Para a edição da Suma dou um dez. Eu tenho o da imagem daqui do blog, agora já tem outra edição com a capa da série.
      Resumindo ( será que sei o que significa essa palavra?) não amei, nem odiei. Não achei uma maravilha, mas é interessante, gostei de ler e recomendo, nem que seja para matar a curiosidade, afinal ele o grande mérito de ter inspirado tanta coisa ótima.
      Pergunta que não quer calar: Jam comprou? Leu?

      Excluir
  2. Olá Atas,
    Pois é, ainda não li "A Assombração da Casa da Colina". Sempre balanço quando o assunto é essa obra. Balanço para a direita, mas também balanço para a esquerda. Por enquanto, o balanço para a esquerda está levando a melhor, por isso, ainda não comprei.
    A libido para ler o enredo de Jackson está bem baixo.
    Abcs!

    ResponderExcluir