J.K. Rowling lança em setembro o 4º livro da série com o detetive Cormoran Strike

J.K. Rowling ao lado da capa do novo livro

Acredito que Cormoran Strike - o famoso detetive criado pela escritora J.K. Rowling sob o pseudônimo de Robert Galbraith - pode fazer parte, tranquilamente, da galeria dos detetives mais famosos de todos os tempos da literatura policial. Strike merece esse título graças aos seus três livros – “O Chamado do Cuco”, “O Bicho da Seda” e “Vocação para o Mal” – que transformaram-se em sucesso absoluto de vendas, colocando o nome do emblemático policial na ponta da língua dos leitores do gênero.
Strike também serviu para salvar Rowling. Como assim? Ok, eu explico. Muitos leitores e críticos acreditavam, há alguns anos, que a escritora ficaria para sempre presa no “Universo Potter”, ou seja, refém do menino bruxo. Apesar de ter anunciado que a saga estava encerrada com o lançamento do sétimo livro “As Relíquias da Morte”, vários fãs tinham a convicção de que a autora prosseguiria escrevendo livros com temas voltados a Hogwarts, assim como aconteceu algumas vezes ao lançar “Animais Fantásticos e Onde Habitam”, “Quadribol Através dos Séculos” e “Os Contos de Beedle, O Bardo”. Então, surge Strike para provar o contrário e mesmo tendo sido criado sob um pseudônimo, Rowling não fez questão nenhuma de que todos soubessem que na realidade o ‘pai da criança’ era ela.
Assim, depois de ser a mentora de uma geração de leitores que cresceram lendo Harry Potter;  em 2013 ela decidiu criar um novo personagem para uma série de livros: sai o menino bruxo Harry Potter e em seu lugar, entra o detetive Cormoran Strike. Vale lembrar que um ano antes, Rowling já havia escrito um livro policial – sem a presença de Strike – chamado “Morte Súbita” que teve uma aceitação razoável.
Capas dos três livros com o detetive Cormoran Strike lançados até agora
E agora, os admiradores do já famoso policial podem vibrar porque Rowling já anunciou a data do lançamento do quarto livro da série que chega às livrarias americanas e inglesas em 18 de setembro. A obra que ainda não tem título oficial em português vai se chamar “Lethal White” (“Branco Letal” em tradução livre).
Se levarmos em conta o tempo que a editora Rocco demorou para lançar os três livros anteriores, tudo indica que “Lethal White” aterrissará bem rápido nas livrarias tupiniquins.
Confiram, agora, a sinopse do livro que já foi divulgada:
“Quando Billy, um jovem perturbado, procura a ajuda do detetive particular Cormoran Strike na investigação de um crime que acha ter testemunhado quando criança, Strike fica profundamente apreensivo. Embora Billy obviamente tenha transtornos mentais e não se lembre de detalhes concretos, há um quê de sinceridade em seu relato. Porém, antes que Strike possa questioná-lo mais a fundo, Billy sai correndo do escritório, em pânico.
Tentando desvendar a história de Billy, Strike e Robin Ellacott – antes sua assistente, agora sua parceira na agência – seguem pistas confusas que os levam pelas ruelas de Londres, para uma área reservada e escondida dentro do Parlamento e para uma mansão bela e sinistra na zona rural
Em meio a essa investigação emaranhada, a vida pessoal de Strike está longe de ser calma: sua nova fama como detetive particular o impede de operar em segredo, como antes. Além disso, seu relacionamento com a antiga assistente está mais tenso do que nunca – Robin agora tem valor inestimável para os negócios de Strike, mas a relação pessoal entre eles é muito, muito mais complicada.”
Vamos aguardar a chegada do 4º livro do famoso detetive e torcer para que seja tão bom quanto os anteriores.
Inté!

Nenhum comentário