terça-feira, 17 de maio de 2011

Livros sobre Elvis Presley: os bons e os ruins

Ninguém teve a vida tão explorada através biografias, autorizadas ou não, como Elvis Presley. A sua existência sofreu uma verdadeira devassa por parte de escritores ávidos em faturar nas custas do rei do rock. E não adianta querer defender alguns desses biógrafos, porque até mesmo o melhor dos intencionados, com certeza, escreveu pensando em ganhar um dinheirinho extra ou será que você acredita que Albert Goldman, Dave Hebler, Sonny West, Peter Guralnick e até mesmo Priscilla Presley perderam meses e meses “fuçando” a vida do ilustre defunto apenas por filantropismo?
Para não ser tão descrente, deixe-me fazer aqui uma exceção. Acredito, aliás, “quero” acreditar, que algumas pessoas ligadas aos fã-clubes de Elvis e que decidiram publicar alguma obra sobre a vida do astro, fizeram isso com a melhor das intenções, do tipo, pensando em homenageá-lo.
Nas últimas quatro décadas foram publicadas uma constelação de livros sobre a vida de Elvis, mas a maioria não passa de obras sensacionalistas ou então de quinta categoria, escritos unicamente com o objetivo de ganhar dinheiro fácil. Foram livros concluídos de afogadilho ou então por ex-empregados ou seguranças sedentos de vingança. Obras descartadas por leitores racionais e fás inteligentes.
Mas é importante frisar que mesmo entre aqueles que escreveram algo sobre “The King” pensando em faturar vários maços de dólares, podemos encontrar alguma coisa boa ou pelo menos mediana. Neste caso, o autor do livro deve ter pensado: “Tudo bem vou ganhar o meu dinheirinho em cima da fama do Elvis, mas também vou fazer um trabalho sério”. Priscilla Beaulieu Presley e Sandra Harmon autoras do Best-seller “Elvis e Eu” podem ser enquadradas nessa categoria. O livro de Priscilla merece respeito porque faz uma abordagem séria sobre a vida “rei”, não explorando apenas os seus defeitos, mas também as suas virtudes.
Tudo bem que os fatos abordados no livro foram analisados apenas pela ótica de Priscilla, mas mesmo assim, considero “Elvis e Eu” uma obra honesta. Vou explicar porque. Apesar do relacionamento de Elvis e Priscilla ter sido recheado de brigas, desentendimentos e confusões; os dois nunca negaram, mesmo após a separação, que se amavam muito. Priscilla nunca refutou que Elvis foi o grande e único amor de sua vida, enquanto “The King”, por sua vez, chegou a declarar todo o seu amor à ela através da música “Always on My Mind”, onde assume a culpa pela separação.
É importante frisar que mesmo após o divórcio, Elvis e Priscilla continuaram sendo bons amigos, bons não... ótimos amigos. Tanto é que Elvis sempre a procurava para se aconselhar sobre determinados assuntos. E me desculpem a ousadia, mas vou mais além... Mesmo separados, Elvis e Priscilla ainda se amavam muito. Esse sentimento ficou evidente logo no início do livro de Priscilla quando ela ficou sabendo da morte do ex-marido pelo telefone. Quem a comunicou sobre o fato foi Joe Espósito, agente e braço direito de Elvis. Quando soube da tragédia, ela teve uma crise de choro e dias depois quase entrou em depressão.
Tudo isso prova que Priscilla não tinha ódio de Elvis, seus gestos deixam evidente o amor que ela ainda sentia por ele, mesmo tendo vivido uma relação conturbada. Por isso, o seu livro não foi motivado pelo ódio, o que dá uma certa credibilidade à obra.
“Elvis e Eu” foi lançado em 1985 pela Editora Rocco e o considero a obra mais completa sobre a vida do rei do rock porque foi escrita por uma das duas únicas pessoas que viveram a intimidade de Elvis: a sua esposa, Priscilla. A outra, foi a mãe do cantor, Gladys, que por sua vez, não escreveu nada sobre o filho. E quer fonte melhor de informações do que um livro escrito por uma mulher que viveu 13 anos ao lado de Elvis, sendo 8 como namorada e 5 como esposa?
Li o livro há dois anos e estou pensando em relê-lo, pelo menos algumas partes. A obra dá uma noção exata do relacionamento do casal, antes e depois do casamento. Desde o período em o cantor conheceu Priscilla quando estava fazendo o serviço militar na Alemanha, nos anos 50, até a fase de casados quando passaram a viver em Graceland. Vale lembrar que “Cilla” – como era chamada pelo “rei” – chegou a viver um bom período em Graceland como namorada de Elvis, só vindo a se casar anos depois.
No livro, Priscilla diz que Elvis a traia compulsivamente com outras mulheres, mas mesmo assim, nunca pensou em abandoná-lo, pois era imatura e além disso, tinha sido educada desde criança, para fazer o tipo de esposa fiel. Ela confirma ainda o caso amoroso que teve com o instrutor de karatê do cantor. A autora justifica a sua atitude explicando que se sentia muito sozinha por causa das viagens de Elvis, que não parava em casa, além do “esfriamento” de seu casamento.
Outra revelação curiosa foi o fato de Elvis só querer consumar uma relação sexual com Priscilla após o casamento, deixando clara a rígida educação religiosa que teve por parte de sua mãe Gladys.
A “Máfia de Menphis”, grupo de amigos de Elvis que viviam em sua mansão em Graceland também é abordado no livro; o nascimento de Lisa Marie Presley; os motivos que levaram “The King” a se entregar às drogas; como ele conseguia adquirir clandestinamente as combinações de barbitúricos; enfim, fatos íntimos que só mesmo alguém que desfrutou a intimidade do grande ídolo teria condições de revelar. Mas Priscilla, também reconhece a importância de Elvis em sua vida e como ele a ajudou a se tornar uma mulher mais madura e em condições de encarar a vida.
O livro de Priscilla Beaulieu Presley e Sandra Harmon fez tanto sucesso que foi transformado em filme para a televisão, passando inclusive no Brasil na forma de mini-serie.
Após ler o livro, me deliciei com as suas fotos. Pude ver várias passagens da vida do casal e momentos íntimos também, como o nascimento de Lisa-Marie; Elvis deixando o tribunal, em 1973, após o divórcio, já gordo e inchado por causa do seu vício em drogas medicamentosas; momentos marcantes do seu casamento, como Elvis e Cilla juntos cortando o bolo; Coronel Parker brincando com Lisa; e por aí afora.
Mas se considero “Elvis e Eu” uma referência na vida do cantor, o mesmo não posso afirmar de “Elvis, O Que Aconteceu?” (Elvis, What Happened), escrito Sonny West, Red West e Dave Hebler. Em minha opinião trata-se de uma obra tendenciosa, publicada com o intuito de denegrir a imagem de Elvis. Cara! O livro parece uma metralhadora! Só dispara balaços contra o rei. Os autores contam coisas do “arco da velha”, pintando Elvis como o pior sujeito que já existiu na fase da terra.
Agora me pergunte o que faziam Sonny, Red e Dave antes de escrever o livro? Ok, vou responder. Eles eram guarda costas de Elvis e acabaram sendo despedidos por Vernon Presley, pai do cantor. Segundo o que pesquisei de fontes confiáveis da Net, os três eram considerados violentos e truculentos e já vinham dando problemas há algum tempo. Dessa forma, Vernon ao perceber que as atitudes do trio vinham prejudicando a imagem de “bom moço” de Elvis decidiu dispensá-los. Ao serem comunicados que não pertenciam mais à “Máfia de Menphis”, eles teriam dito que se vingariam lançando um livro contando os podres de Elvis.
Olha, vou ser sincero. Não acredito em nenhuma das besteiras que foram publicadas no livro. Não cheguei a lê-lo, mesmo porque, não o encontrei traduzido para o português, mas tive a oportunidade de acompanhar um grande número de trechos pela Net. E pelo que vi deu pra perceber que a motivação de Sonny, Red e Dave para escrever a obra foi o ódio. Por isso, o livro perde todo o seu valor biográfico.
Outro livro de credibilidade duvidosa é “Elvis por Albert Goldman”. O autor é conhecido por ser sensacionalista aos extremos, inclusive foi ele quem afirmou que John Lennon era homossexual. Confesso que não perdi tempo lendo. Fiz o download pela internet e me arrependi, só consegui ver poucas linhas e depois desisti. O sensacionalismo impera e com força total!
Confiram agora a relação de alguns livros que considero confiáveis sobre o rei do rock, onde os seus autores procuraram – através de anos de pesquisa – levar apenas a verdade para os seus leitores, sem sensacionalismos. Vamos á ela:
“Elvis: Mito ou Realidade”
Escrever o que de um livro onde o autor demorou 30 anos pesquisando sobre a vida do rei? É mole ou quer mais? “Elvis: Mito e Realidade” foi escrito pelo brasileiro Maurício Camargo Brito e é considerado no Brasil e no exterior uma fonte respeitável de informações sobre Elvis Presley. Maurício não só acompanhou de perto um show de Elvis na Califórnia, como também teve a oportunidade de tocar com os seus músicos, o que lhe dá as devidas credenciais para abordar temas ligados ao “The King”.  Emprestei esse livro de um colega que havia acabado de compra-lo. Li, gostei e aprovo. Linguagem direta e objetiva sem enrolação, além de conter informações preciosas sobre a vida artística e particular de Elvis.
“Elvis, A Celebration”
Um verdadeiro acervo de fotos sobre a vida de Elvis. São aproximadamente 600 páginas de ilustrações sobre as várias fases da carreira do rei do rock. Em termos visuais, uma obra imperdível e para ser guardada para a posteridade.
Elvis em turnê
Livraço! Pena que seja muito difícil encontrá-lo em livrarias já que se trata de uma edição especial escrita por Waldeir Augusto Cecon e lançada com exclusividade pelo fã clube “Elvis Presley World” de Matogrosso. A obra traz detalhes da turnês realizadas pelo rei do rock. E quando me refiro a detalhes, são detalhes dos detalhes. O leitor terá acesso a minúcias do tipo dia e horário de cada um de seus  shows, roupas que Elvis usou nas apresentações, detalhes de hospedagens, repertório, equipe técnica, músicos, enfim, particularidades das turnês do rei que irão encher os olhos dos fãs. O livro foi lançado em 2006, mas como já disse trata-se de uma jóia rara, muito difícil de encontrar.
Bem, espero ter ajudado os fãs do mito Elvis Presley que quiserem conhecer pormenores de sua carreira. Livros sobre “The King” existem muitos, mas de qualidade... bem poucos.
Inté!

21 comentários:

  1. Muito boas suas observações...outro livro ótimo é ELVIS PRESLEY E A VIDA NA MÚSICA...
    quero comprar este que a Priscila escreveu...mas não encontro o "livraço" que mecionou diga a editora...vamos procurar.
    ELVIS LIVE

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Mariangela! O Livro "Elvis em Turnê", o "livraço" (rs)foi compilado pelo fã clube Elvis World, por isso, dificilmente vc encontrará em livrarias. Se quiser comprá-lo acesse um desses três links. No Clube dos Autores(1º link) eles disponibilizam até mesmo a leitura do 1º capítulo; mas o melhor preço está no site do"Elvis World". Anote aí:

    clubedeautores.com.br/book/28827--ELVIS_EM_TURNE
    >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
    produto.mercadolivre.com.br/MLB-182926326-livro-elvis-presley-em-turn-autor-waldenir-cecon-2010-_JM
    >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
    http://www.elvisworld.com.br/2008/produtos.php?menu=LIVROS%20F%C3%20CLUBE
    >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Procuro o livro chamado What Happened de Red e Sonny West, ex seguranças de Elvis Presley. Saberia me informar onde posso encontrá-lo?

    Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alessandra,
      localizei esse livro do Elvis em inglês na Amazon. Anote aí:
      http://www.amazon.com/Elvis-Happened-Closest-Companions-Shocking/dp/B000YBNLC4/ref=sr_1_3?s=books&ie=UTF8&qid=1345207057&sr=1-3&keywords=sonny+west

      Abcs!

      Excluir
    2. Alexandra Benelli apesar de fazer muito tempo de sua postagem, mas se ainda tiver interesse no livro Elvis, What Happened? tenho esse livro traduzido... por amigos e que posso enviar para vc, é uma leitura bem interessante.

      Excluir
    3. eu queria esse livro> Como faço, Mirian?

      Excluir
  4. MITO E REALIDADE - ELVIS do Mauricio Camargo de Brito..acompanha um CD com gravação de um show ao vivo presenciado por ele. Estou lendo o livro e estou adorando os relatos. Comprem! Tem muitas coisas lá que nem imaginava!!!

    ResponderExcluir
  5. Ola!
    Acabei de comentar em seu outro post! Suas colocações são boas...porém tenho outra correção. Cilla passou 13 anos ao lado de Elvis... 59 quando se conheceram a 72 quando se separaram! 8 anos como "namorada" 5 como esposa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thanks novamente Thaí...
      Já reportei o erro.
      Abcs!!

      Excluir
  6. Seu texto descreve uma Priscila meiga e delicada, nada haver com este a qual acredito mais, https://www.flickr.com/photos/somagui/243217750/in/dateposted-public/
    Santa inocencia em plenos anos 60 uma menina se enfia na casa de um homem 10 anos mais velho e era namorada dele???? vc deve acreditar até em papai noel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá 'Anônimo',
      Já acreditei em Papai Noel, quando criança. Hoje, não mais. Quanto ao livro "Elvis e Eu" escrito por Priscilla, trata-se apenas de uma opinião, no caso, a minha. E continuo considerado-o uma das melhores biografias escritas sobre "The King". Afinal foi escrito pela pessoa mais próxima de Elvis. O seu livro é um retrato fiel sobre a vida do rei do rock. Concordo que a história tem certos exageros feministas, mas totalmente compreensíveis para aqueles que conhecem toda a história do casal. Amor, brigas, traições, casamento, filha, os períodos de depressão, shows, tudo isso é retratado de forma abrangente e aberta em seu livro. Quanto a traição - melhor dizendo, 'as traições', creio que ambos trairam, tanto ele quanto ela. No que diz respeito ao caso com o professor de karatê, se vc leu o livro, sabe que ela não esconde esse relacionamento extra-conjugal e o relata. Mas respeito a sua opinião.
      Abcs!

      Excluir
  7. Na separação Elvis não estava gordo, pelo contrario estava magérrimo, ele começou a engordar depois da galhada que levou de Priscila com seu prof de karate casado e com a esposa gravida.

    ResponderExcluir
  8. José Antônio, muito bom os seus comentários a respeito das obras que existem sobre Elvis. Tem um em especial que folhei estes dias na livraria e que me chamou a atenção pela beleza e cuidado com que foi finalizado. Chama-se " Elvis a biografia ilustrada" da editora Lafonte. Não sei se conhece, mas gostaria de saber sua opinião sobre este livro. Fiquei interessado em adquiri-lo. Um forte abraço e parabéns pelo post. Marcelo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Existem dois livros sobre Elvis com esse título, uma deles é uma história em quadrinhos lançada em 2010, mas acredito que você esteja se referindo a obra da editora Lafonte.Veja bem, se for para um registro fotográfico, vale a pena adquirir, já que o livro tem mais de 200 fotos, várias delas raras, mas se vc pretende, de fato, se aprofundar em detalhes biográficos do "Rei", com certeza há outros livros mais completos.
      Abraços!

      Excluir
  9. Minha Mãe apresentou Elvis a mim qdo eu tinha 15 anos me encantei com as músicas, filmes e sua trajetória de sucesso. Nunca fui muito de ler mas fiz questão de entrar em uma livraria e comprar meu primeiro livro Elvis e Eu.Nossa tudo que li mexeu comigo, pq até então conhecia Elvis artista e lendo conheci Elvis homem. Uma linda historia de amor onde uma menina tem a experiência do primeiro amor e como aquele amor mudaria sua vida para Sempre. Apesar de tudo que li fez eu enxergar que Elvis era um ser humano como qualquer outro sujeito a erros e acertos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo Mônica. O que aconteceu é que você desmistificou um mito. Você via Elvis somente como artista, cantor, ator; enfim, somente a casca. O livro de Priscilla - ótimo, aliás - serviu para mostrar a outra faceta do artista: o seu lado humano com erros e acertos.
      Grande abraço!!

      Excluir
  10. Tenho "Elvis e Eu" em PDF (aliás, é difícil encontrar livros sobre Elvis em formato digital!). Acredito que Priscila não foi hipócrita em seu relato sobre sua vida com Elvis. Afinal, Elvis Presley é o rei do Rock, mas também é um ser humano, com virtudes e defeitos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola! Poderia compartilhar comigo o pdf de Elvis e Eu? Meu email: winie_cayme@hotmail.com

      Obrigada!

      Excluir
  11. Gostaria de um livro sobre as roupas de Elvis, alguém saberia de alguma coisa? livro ou artigo ?

    ResponderExcluir
  12. Pessoal, tenho uma tia que eh miito fã do Elvis. Esse mês ela fará aniversário e eu gostaria de dar um presente, tipo uma biografia do Elvis, mas em cd. Alguém sabe se existe e onde posso comprar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Encontrar audio-books traduzido para o portugues é muito dificil. Vc vai encontrar muitos na Amazon, mas todos eles em inglês. No Youtube tem algumas biografias sobre Elvis, mas pecam pela qualidade. Infelizmente, não posso lhe ajudar.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...