sábado, 16 de abril de 2011

Jornada nas Estrelas: O Retorno do Capitão Kirk

Mesmo não sendo um trekkie, um dos livros que dei o sangue para adquirir, suplantando várias dificuldades e barreiras, foi “Jornada nas Estrelas – O Retorno do Capitão Kirk”, escrito por William Shatner, o famoso capitão Kirk da não menos famosa USS Enterprise.
Encontrar o livro foi uma epopéia! Naquela época, há mais de 8 anos, não tínhamos a facilidade de ter milhares de sebos interligados num único portal da internet, fora isso, as livrarias on line tradicionais desconheciam o produto, o que obrigou o aventureiro aqui, a sair como um louco caçando o livro do capitão nos sebos de várias cidades. E diga-se sem resultado. Nessa altura do campeonato, encontrar o livro se tornou uma questão de honra (Eheeheheh). Foi então, que após ficar noites e noites vasculhando diversos sites na net, localizei um lojinha desconhecida e sem nenhuma referencia que vendia somente artigos trekkies. Mesmo correndo o risco de levar um golpe nas finanças, efetuei a compra e enviei o dinheiro ao endereço solicitado. E após uma semana, estava com o livro da Editora 67 nas mãos. Viva! Iahuuu! Comemorei muito, mas muito mesmo!
Você deve estar se perguntando: -“Porque tudo isso, se o cara não é um trekkie?”. Tudo bem, eu explico. Na realidade, o livro “O Retorno do Capitão Kirk” é a sequência do filme “Jornanda nas Estrelas – Generations”, lançado nos cinemas em 1994 e que reuniu pela primeira vez na história de toda a série, os dois capitães mais famosos da nave estelar USS Entreprise: Jean Luc Picard e James T. Kirk. Um evento antológico para qualquer um que tenha o mínimo de conhecimento sobre o universo trekker ou então que tenha assistido pelo menos dois ou três filmes da série clássica no cinema, além de alguns episódios da nova geração de heróis na TV, tendo à frente Picard, Riker, La Forge, Worf e companhia.
No filme “Generations”, o lendário capitão da Enterprise é morto após participar de uma ação de resgate na viagem inaugural da 3ª Enterprise. Detalhe: Kirk já tinha se aposentado e estava na nave – em sua viagem inaugural - apenas como convidado de honra; mas eis que surge essa emergência, e lá vai a nova Enterprise. Como não dispunha dos equipamentos necessários, a nave estelar recém inaugurada sofre uma grave avaria ao passar por um estranho cinturão de energia chamado Nexus. Kirk consegue salvar vários passageiros de uma das naves que fez o pedido de SOS, mas acaba morrendo. Decorridos 78 anos, Jean Luc Picard, capitão da Enterprise D, recorrerá a ajuda de Kirk que encontra-se vivo no cinturão de energia, para combater um perigoso cientista renegado.
Assisti ao filme Generations três vezes e amei. Afinal o encontro dos dois capitães foi considerado histórico há mais de uma década. E dois anos após o lançamento do filme, ou seja, em 1996, William Shatner lançaria o livro “O retorno do Capitão Kirk” contando a sequência do filme. Seria a segunda vez que Kirk e Picard se reuniriam. E pelo menos para mim, não importava se esse novo encontro iria acontecer no cinema ou nas páginas de uma obra literária. O que me interessava era conhecer o enredo da continuação de Generations e consequentemente presenciar novamente a união das duas maiores lendas da federação: Kirk e Picard. Foi por isso que saí à caça do referido livro. E posso garantir que valeu à pena. Com raríssimas exceções, a obra de Sathner é muito boa e principalmente bem escrita, fazendo com que o leitor tenha uma noção bem ampla do universo trekker, até mesmo para os marinheiros de primeira viagem, assim como eu.
Cena do filme Jornada nas Estrelas - Generations
No livro, os Borgs e os Romulanos se unem para destruir o seu inimigo comum: Jean Luc Picard. Para isso – graças a tecnologia Borg – eles conseguem trazer o katra do capitão James de T. Kirk de volta ao seu corpo, ressuscitando-o. A partir da daí, são implantado chips no cérebro de Kirk, que apagam todas as suas memórias e o condicionam a localizar e matar Picard. Mas o antigo e lendário capitão da Enterprise, é capturado a bordo da Deep Space Nine e com a ajuda dos seus velhos amigos Spock e Mcacoy, o implante responsável pelas suas falsas memórias é retirado, libertando-o assim, do domínio dos Borgs e Romulanos. Livre dos chips em seu cérebro, Kirk se une a tripulação da nova Enterprise comandada por Picard, indo atrás dos Borgs.. Em resumo é isso. Se Kirk morre novamente ou não, só lendo o livro. É claro que não vou ser tão espírito de porco para jogar um balde de água fria naquelas pessoas que ainda não conhecem a história e por isso pretendem comprar o livro de Shatner.
Um detalhe curioso e que vale à pena ser lembrado é que William Shatner logo após o sucesso de Generations nos cinemas, teria oferecido à Paramount o roteiro da sequência do filme que culminava com a volta do capitão Kirk., mas os produtores do estúdios não acreditando no sucesso da história teriam recusado a proposta, o que fez com o ator e escritor transformasse o seu roteiro no livro “O Retorno do Capitão Kirk”. Por outro lado, os chefões da Paramount decidiram investir apenas na nova geração da Enterprise, sem nenhuma interferência dos personagens da série clássica. Para eles, ficar reunindo novos e velhos tripulantes da Enterprise num único filme corria o risco de descaracterizar a fase  - na época - atual do seriado no cinema. Generations teria sido algo único. Resultado: com essa decisão, os produtores da Paramount, literalmente, arrebentaram a franquia de Jornada nas Estrelas. Os filmes seguintes ao antológico Genberations que foram: “Jornada nas Estrelas – Primeiro Contato”, “Insurreição” e Nemesis”, verdadeiras anomalias, “moeram” a franquia nos cinemas, colocando um ponto final na saga que só viria a se recuperar em 2009 graças aos gênios J.J. Abrams, Roberto Orcie Alex Kurtzman, respectivamente diretor e escritores de “Star Trek - O Filme”, que mostra as aventuras dos tripulantes da série clássica ainda jovens, recentemente recrutados para fazer parte da nave Enterprise.
Acredito que se o roteiro que Shatner utilizou em seu livro tivesse sido aceito pelos produtores da Paramount, talvez a franquia Jornada nas Estrelas no cinema contando com Picard, Riker, Data, Kirk, McCoy, Spock e companhia estivesse fazendo sucesso até nos dias de hoje. Mas... fazer o que. Agora só resta ler o livro. E que livro!

2 comentários:

  1. Olá
    Vim do futuro para perguntar: Sabe se esse livro tem uma continuação direta? Por que esse final me deixou muito curiosa.
    Parabéns pela resenha.
    As editoras poderiam relançar todos os livros de Star Trek.
    Até

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tai,
      A notícia boa é que existe uma continuação. A ruim é que essa continuação não foi lançada com tradução para o nosso idioma e pior: o livro se tornou uma verdadeira jóia rara, muito difícil de encontrar. Dei uma vasculhada na web e encontrei dois links onde vc poderá, com sorte, encontrar o livro em inglês. Anote aí. Ah! O livro se chama: "Avenger".

      http://www.estantevirtual.com.br/vitoriahenriquez/William-Shatner-Star-Trek-Avenger-186035870

      --------------------------------------------------//

      http://www.fnac.pt/mp8054978/Avenger-Star-Trek

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...