terça-feira, 26 de dezembro de 2017

São Lucas e a Virgem Maria: um encontro emocionante em “Médico de Homens e de Almas”

O livro de Taylor Caldwell me encantou tanto, me emocionou tanto que acabei quebrando algumas regras do blog, entre as quais, resenhar o mesmo livro pela segunda vez. Já ‘falei’ sobre “Médico de Homens e de Almas” aqui, mas o capítulo em que a autora narra o encontro de São Lucas com a Virgem Maria, a Mãe de Cristo, é de arrepiar. Cara, o leitor embarca nessa narrativa e não quer voltar mais. Fantastic!
Se você sempre teve a curiosidade, assim como eu, de conhecer um pouco mais sobre a infância e a adolescência de Maria, além de detalhes sobre a juventude de Jesus Cristo - que não constam nas leituras bíblicas e em nenhum evangelho apócrifo - o texto perfeito de Caldwell é o caminho.
A autora britânica que faleceu em 1985, aos 84 anos,  demorou quatro décadas e meia para escrever o seu romance o que deixa evidente a sua minuciosidade com relação as pesquisas históricas envolvendo a vida de Lucas ou Lucano – como o evangelista era conhecido pelos gregos.
A autora fez questão de afirmar, há tempos, que apesar de sua obra ser tratada por

alguns como ficção, a maioria dos fatos envolvendo São Lucas, de fato aconteceram. Ela explica que não iria demorar 45 anos para escrever uma simples obra de ficção. Não faria sentido.
Portanto se levarmos em conta as colocações da autora, o encontro de Lucas com Maria realmente ocorreu e foi descrito no livro tendo por base documentos  e pergaminhos antigos descobertos por Caldwell.
Por não ter conhecido Jesus, vale lembrar que para escrever seu Evangelho, São Lucas teve que fazer uma pesquisa apurada, além de entrevistar aqueles que estiveram mais próximos ao Cristo: seus apóstolos e sua mãe Maria. Até mesmo alguns exegetas levantaram a hipótese de que foi ela mesma quem ditou o “Magnificat” ao evangelista.
Caldwell consegue, através de sua obra, fazer com que o leitor sinta a mesma emoção que São Lucas sentiu ao ver em carne e osso, pela primeira vez, ali na sua frente, a Mãe de Deus. 
Taylor Caldwell
O evangelista que havia percorrido continentes para ouvir o testemunho de Maria, quando a vê, fica sem palavras. O texto inebriante da autora tem o dom de transportar o leitor para aquele momento emocionante. É como você estivesse se encontrando com a Mãe de Deus. Uhauuu!! Caramba! Cara, fiquei com um nó na garganta, juro.
Quando Maria começa a revelar detalhes de sua vida e de Jesus Cristo, você pára de ler o livro e então, começa a devorá-lo. São muitas passagens:  a visita do arcanjo Gabriel que anunciou que a Virgem havia sido escolhida por Deus para conceber o seu filho Jesus; a viagem da jovem Maria até a casa de sua prima Isabel que apesar da idade avançada daria a luz a um menino, João Batista; a infância e adolescência de Jesus Cristo. Tudo isso é narrado em detalhes por Maria durante o encontro com o evangelista.
Reli “Médico de Homens e de Almas” três vezes, mas o capítulo referente ao encontro de São Lucas e Maria, bem...  reli... perdi as contas.
Marcante, ao máximo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...