quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Valesca Popozuda escreve obra sobre sua vida e carreira. Lançamento será na 24ª Bienal do Livro deste ano

falei escrevi sobre a banalização das biografias em posts anteriores. Este fenômeno se tornou algo avassalador nos últimos anos. Alguns dizem que os culpados são os BBB’s da Rede Globo que abriram caminho para algo que era considerado praticamente impossível há décadas.
Nos meus tempos de leitor pré-adolescente para publicar uma biografia, o sujeito tinha que ter uma história, um passado e acima de tudo ser considerado referência em seu setor de atividade e mesmo assim, as editoras pensavam muito antes de lançar qualquer coisa do gênero.
Hoje... os ‘ares’ são outros e qualquer BBB – do mais ao menos famoso – consegue ter o seu livrinho publicado. Cara, como se tornou fácil ser um biografado!  Basta ter feito algo que chamou a atenção de certo grupo social ou então ter exposto a sua vida, tão comum e rotineira como a de muitos brasileiros, na frente das câmeras  dos “BBB’s” e “As Fazendas” da vida.
Hoje, as livrarias lançam esse tipo de biografia aos rodos. Elas vendem muito naquele momento, mas depois caem no esquecimento total. Também vejo esse fenômeno como uma baita exploração das editoras que querem apenas aproveitar enquanto a laranja tem suco para depois  jogá-la fora. Depois,  nossos ‘queridos’ editores saem correndo atrás de novas laranjas, antes que elas apodreçam e caiam do pé.
Acho importante esclarecer que não estou criticando, antecipadamente, o livro “Sou Dessas” que Valesca Popozuda estará lançando em 29 de agosto com direito à autógrafos e entrevistas na Bienal do Livro deste ano. Fiz apenas uma explanação geral do atual panorama relacionado a publicação de biografias em nosso País. Pode ser que Valesca quebre essa regra e brinde os seus leitores com declarações interessantes, principalmente para aqueles que curtem o gênero funk. Acredito que seja possível – difícil, mas possível – já que ela pode ser considerada uma das disseminadoras do funk no País, numa época em que o ritmo ainda era desconhecido e restrito a pequenos bailes no subúrbio do Rio de Janeiro. Se isto acontecer, ela será a primeira a quebrar essa regra de ‘biografias’ relâmpagos.

Valesca Reis dos Santos começou cantando no grupo “Gaiola das Popozudas” entre 2000 e meados de 2013. Logo em seguida, lançou-se em carreira solo e em pouco tempo conquistou o título de “Rainha do Funk”.
Dona de hits como Beijinho no Ombro, Sou Dessas e outras pérolas do funk carioca, Valesca Popozuda, jáchegou a ser citada em uma prova de ensino médio no Distrito Federal como "grande pensadora contemporânea", além de ter seu nome mencionado em várias redações do Enem, no ano passado, por estudantes que escreviam sobre o tema "A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira".
“Sou Dessas”, como já disse será lançada em 29 de agosto na Bienal do Livro, em São Paulo, pela editora BestSeller.
Numa entrevista ao site Ego, a cantora e agora escritora agradeceu a Deus pelo livro e contou que a escrita trouxe lembranças a ela. ”Foi como relembrar cada passo que dei ao longo de todos esses anos de luta para sobreviver e dar o melhor ao meu filho e a minha família. E sabe, que escrevendo, fui vendo que a gente se torna guerreira pela necessidade e não por vocação. Eu, que até latada já tomei, fiz e faço disso, algo para me dar força. E olha onde cheguei? Com muita humildade e pés fincados ao chão, eu me sinto realizada e cheia de medo em saber que estarei na Bienal do Livro, lançando parte da minha história para tanta gente. É um presente do Papai do Céu”, disse.
Segundo a publicação, a capa do livro de Valesca foi inspirada no famoso cartaz ”We can do it” (Nós podemos fazer isso). A ilustração ”original” foi criada por J.Howard Miller para a propaganda da Segunda Guerra Mundial e foi muito utilizada pelo movimento femninista nos anos 80. Na época, o cartaz foi criado para incentivar as mulheres norte-americanas a realizarem os trabalhos extra domésticos.
Não posso negar que Valesca já saiu na frente, pelo menos com relação a capa do livro. Ela teve um insight que lhe rendeu uma grande sacada de marketing. Vamos ver, agora, o conteúdo.

Inté.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...