quarta-feira, 6 de abril de 2016

“O Exorcista”, finalmente, é confirmado pela Fox. Livro de William Peter Blatty vira minissérie de TV

“Eu góstio!!” Esta frase faz com que eu me recorde da dona Santinha Pureza - da Escolinha do Professor Raimundo com o saudoso Chico Anísio. A humorista Nádia Carvalho interpretava uma aluna que apanhava do marido, mas era apaixonada por ele. Sempre que a dona Santinha explicava para o professor os motivos mais absurdos pelos quais ela havia apanhado, lá vinha a pérola: “Fazer o que professor? Eu góstio”!!
Esta frase com aura de sadomasoquismo exprime bem o que eu sinto com relação a minissérie televisiva “O Exorcista” - a exemplo da maioria das pessoas que miaram de medo ao ver nos cinemas a virada de pescoço ‘a la’ 360 graus de uma Reagan possuída.
Desde 2012, bandos de produtores de TV safados e indecisos estão anunciando aos quatro ventos que estarão produzindo uma minissérie baseada no livro de William Peter Blatty. O problema é que após  todo o estardalhaço inicial, a notícia esfria e os tais safados e indecisos homens da TV fogem de fininho. 
Os dois 'padres' vividos por Ben Daniels (esquerda) e Alfonso Herrea
E assim, nós, os fãs do livro de Blatty e do filme de William Friedkin, apesar de ficarmos P.da Vida com a notícia furada; no íntimo, depois que a raiva passa, nós a adoramos! Adoramos porque entendemos que ‘onde há fogo há fumaça’, afinal, os caras não iam comprometer suas grandes redes de TV despejando uma mentira absurda envolvendo um ícone da literatura de terror e também das telonas!
Pois é, e seguimos nessa toada há mais de três décadas, recebendo a cada 365 dias uma notícia furada e ao mesmo tempo mantendo a esperança de que no ano seguinte ela se torne real.
Cara, vale muito a pena ter esperança de que um dia esses FDP de produtores irão, de fato, anunciar hora, dia, mês e ano em que a minissérie “O Exorcista” estará estreando na TV. Afinal, os fãs dessa história icônica, mais do que ninguém, querem ver o embate entre o bem e o mal também na no formato de capítulos.
No início desse ano, novas informações  sobre a minissérie chegaram bombando nas
Geena Davis também está no elenco
redes sociais, como por exemplo, o  nome do roteirista escolhido para a nobre missão de adaptar o livro de Blatty para a tela pequena. Olha, confesso que fiquei preocupado, já que o roteirista selecionado é ninguém menos do que Jeremy Slater que recebeu o prêmio Framboesa de Ouro de 2016 pelo péssimo roteiro de “Quarteto Fantástico”. Vale lembrar que ele já havia acumulado críticas negativas em 2015 pelo roteiro de “Renascida do Inferno”, outra produção que não decolou.  
Mesmo com esses dois fiascos no currículo, a Fox – responsável pela produção de “O Exorcista” - decidiu dar uma nova chance ao rapaz.
Para quem não se recorda, o filme de 1973 trata sobre a possessão de uma menina de 12 anos chamada Reagan, filha de uma atriz famosa e que vai gradualmente sendo dominada pelo mal. No decorrer da deterioração da saúde física e mental da garota, dois padres assumem o ritual para libertar a garota. Todavia, o ser maligno explora os problemas particulares da dupla e não larga a garota tão facilmente.
A produção cinematográfica de 1974 papou dois Oscars. Quanto ao livro dispensa comentários; não é a toa que ele continua sendo  o monte Everest das obras de terror.
O início da obra já cria um clima assustador, mostrando o trabalho em vão de médicos, psiquiatras e psicólogos em tentar descobrir a estranha doença de  Regan, uma menina de apenas 12 anos.
Logo de cara, o leitor já vai se preparando para a “carga pesada” que está por vir, ou seja, o famoso embate entre o bem e o mal representados na história pelo demônio Pazuzu (que possui a alma de Regan) e os padres Merlin e Damien Karras.
Esperamos que esse mesmo clima sufocante esteja presente na minissérie.
Ah! Antes que me esqueça; dessa vez, os padres Merrin e Karras estarão fora do enredo. Os personagens Tomas Ortega e Marcus Lang serão os novos religiosos que terão a missão de enfrentar o mal. Os atores Alfonso Herrera (Sense8) e Ben Daniels (House of Cards) vestirão os hábitos desses dois religiosos na TV.
Ah! Pera aí porque tem mais novidades! Conhecem a atriz Geena Davis? Cara, que mulher! Entonce, ela viverá a mãe de Reagan que na realidade não será mais a Reagan. O roteirista que detonou a história do “Quarteto Fantástico”, deu o seu pitaco e decidiu trocar os nomes de todos os personagens do filme de Friedkin, assim, sai Reagan e entra uma nova possuída: Charlotte.
Ok, ok, não me esqueci não. Quanto ao nome do diretor, a Fox também já bateu o martelo. A fera que estará comandando a galera atrás das câmeras será Rupert Wyatt que dirigiu “Planeta dos Macacos: A Origem”.

Enfim, é isso aí galera!

2 comentários:

  1. Olha para falar a verdade eu estava com o pé atrás nessas séries baseadas em filmes, cito o exemplo recente de Minority Report, história baseada no filme do Tom Cruise e não no livro de Philip K. Dick que acabou sendo bem meia boca. Entretanto a estreia recente de Damien, série que é a continuação do filme A Profecia mudou meu pensamento, apesar do baixo orçamento e dos efeitos não serem tão grandiosos, a trama é sensacional, conseguiram com perfeição transportar o clima dos anos setenta envolvendo conspirações satânicas para os dias de hoje. A série ignora as continuações, embora pegue elementos do segundo filme. Isso me dá esperanças com relação a O Exorcista, resta saber como farão a tal adaptação, senão acontecerá a mesma coisa que houve com a recente minissérie de O Bebê de Rosemary que ninguém mais lembra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gostei de "A Profecia". Vamos ver se mantém o ritmo. Desconhecia as minissérias "O Bebê de Rosemary" e "Minority Repórt". Quanto ao "Exorcista", apesar da mudança no enrtedo e nos personagens, muiiiiita expectativa!
      Abcs!!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...