sábado, 13 de fevereiro de 2016

Goldfinger

Livro lançado pela BestSeller em 1965
Comprei “Goldfinger” num sebo, já que a obra de Ian Fleming, na época, estava esgotada e sem nenhuma previsão de relançamento por parte de alguma editora. Hoje o panorama mudou, já que o título foi relançado em 2013 pela Alfaguara e ainda pode ser encontrado com facilidade em qualquer livraria ou sebo.
Fiquei muito feliz ao ter fisgado a edição capa branca da BestSeller lançada em 1965: uma verdadeira preciosidade. O livro, a exemplo do filme, é muito bom e devorei as suas páginas em pouco tempo.
Acho “Goldfinger”, juntamente com “Dr. No”, “Moscou Contra 007” e “Viva ou Deixe Morrer” os melhores de toda a série original escrita por Fleming.
A maioria dos posts que li comparando livro e filme são quase unânimes em afirmar que não há muita diferença entre eles, com os roteiristas da produção cinematográfica de 1964 optando por manter as características do romance escrito por Fleming.
Eu concordo com essa colocação, mas até certo ponto. De fato, o enredo do livro se parece muito com o roteiro do filme, mas o pouco do livro que não faz parte do filme, faz com que o livro se torne muito melhor do que filme.  Viche! Acho que promovi um festival de redundâncias por aqui! Mas, paciência, esta foi a melhor maneira que encontrei para explicar que por mais que se pareçam, o livro sempre irá superar o filme com Sean Connery.
Para começar, a Pussy Galore do cinema – vivida pela competente Honor Blackman –
Edição mais recente lançada pela Alfaguara
não chega aos pés da Pussy Galore das páginas. Apesar de viver numa época cheia de preconceitos e tabus – principalmente sexuais – Fleming foi ousado ao criar uma personagem declaradamente lésbica. Ele foi ainda mais longe ao incluir no enredo um relacionamento homossexual entre duas mulheres. A Galore idealizada por Fleming é o máximo. Tão ousada quanto o seu criador. Ela domina todos os trechos do enredo onde aparece.
Os diálogos entre a personagem e James Bond são imperdíveis. Bem que no início, o agente inglês ainda tentou jogar o seu charme e conversa fiada para cima da ‘moça’, mas dançou bonito.
Deixando de lado as suas preferências sexuais, Galore é uma personagem carismática ao extremo, daquelas que conquista os leitores logo de cara pela sua força, coragem e sinceridade, mesmo sendo uma ladra pertencente ao time de capangas do vilão, mas que no final acaba trocando de lado.
Toda essa complexidade da personagem foi podada nas telas. Com medo de ousar, os produtores decidiram amenizar – e muito -  o homossexualismo de Galore, matando assim, toda a sua essência, ambigüidade e consequentemente o interesse do cinéfilo.
Outro momento marcante do livro completamente modificado no filme foi o confronto entre 007 e a montanha de músculos chamada Oddjob, o guarda-costas de Auric Goldfinger. Nas telas, o confronto acontece no interior do Fort Knox, onde o grandalhão morre eletrocutado ao tentar retirar o seu ‘chapéu voador’ com aba de navalha que havia ficado grudado num cabo de alta tensão. Nas páginas, o ‘pega-pra-capá’ é muito mais tenso, já que acontece no interior de um avião em pleno vôo.
Honor Blackman como Pussy Galore no filme 007 Contra Goldfinger
Fleming descreve uma luta de tirar o fôlego, só decidida no último momento.
Quanto aos diálogos entre Bond e Goldfinger durante uma partida de golfe que muitos acharam cansativos no livro; eu simplesmente, os devorei. Eles exprimem toda a tensão existente entre os dois rivais; tensão que vai aumentando a cada novo lance e troca de palavras entre os rivais. Portanto, o que se passa rapidamente nas telas, acaba sendo amplamente detalhado no livro.
A participação do agente da Cia, Felix Leiter, no clímax final da história é outro trecho imperdível da obra. Sou fã do cara nos livros. Ao contrário daquele Félix chato e sisudo dos cinemas interpretado por Jack Lord, o personagem das páginas é gozador ao extremo e dono de um humor ácido.

Cara, com certeza, o filme é muito bom, mas o livro é melhor. E como é!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...