sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

10 livros sobre invasão alienígena ao planeta Terra

"Se os alienígenas nos visitassem, as consequências seriam semelhantes às [que aconteceram] quando [Cristóvão] Colombo desembarcou na América, algo que não acabou bem para os nativos"
Responda-me uma coisa. Você já parou para pensar como seria um primeiro contato entre alienígenas e terráqueos? Se parou, por acaso, a sua conclusão foi a mesma descrita acima? Pois é amigo, o assunto é preocupante e quem chegou a conclusão de que a vinda de seres de outros planetas ou galáxias à Terra estaria mais para invasão do que para uma visitinha amigável foi ninguém menos do que o gênio Stephen Hawking.
Segundo o famoso físico britânico, autor de “Uma Nova História do Tempo”, os seres humanos deveriam evitar contato com alienígenas, pois os ETs poderiam simplesmente vir para Terra roubar recursos e ir embora.
Seguindo a teoria de Hawking, decidi elaborar uma lista indicando 10 livros onde os contatos entre humanos e alienígenas não terminaram de maneira pacífica. Como dizia o saudoso Kid Tourão: “esse encontro vai feder chifre queimado”. E fedeu mesmo, pelo menos nesses livros. Vamos à eles.
01 – A Guerra dos Mundos (H.G.Wells)
Não poderia deixar de abrir essa lista com o clássico de ficção científica de H.G. Wells. Apesar de ter sido escrito há mais de 100 anos, “A Guerra dos Mundos’ não perdeu a sua atualidade quando o assunto é ufologia, principalmente para os estudiosos que defendem uma ‘invasão’ alienígena e não uma ‘visita’.
Lançado em 1898, o romance do escritor inglês tem versões em dez línguas e foi adaptado para o cinema três vezes. Quer mais? Ok, eu conto. Rendeu uma polêmica esquete de rádio – produzida e apresentada pelo próprio Wells – simulando uma invasão marciana. Este programa de rádio baseado no romance “A Guerra dos Mundos” – no formato de noticiário - levado ao ar numa noite de 30 de outubro de 1938 pela CBS, causou uma histeria coletiva nos moradores que sintonizavam o programa, provocando fuga em massa e reações desesperadas de moradores de Nova Jersey, Newark e Nova York. 
“A Guerra dos Mundos” tornou-se um arrepiante relato da nossa fragilidade, se houvesse uma invasão alienígena com uma raça bem mais evoluída do que a nossa com fins nada pacíficos.
No livro de Wells tudo começa quando astrônomos detectam fortes luzes na superfície de Marte. Eles discutem possíveis causas para o fenômeno, sem se dar conta de que os clarões são disparos de esferas metálicas em direção à Terra, provocados pela ação de criaturas inteligentes que habitam o planeta vermelho. A intenção dos marcianos é invadir a Terra, roubar os seus recursos naturais e escravizar os seres humanos.
Informações Técnicas
Autor: HG Wells
Páginas: 240
Edição: 1ª
Tipo de capa: Brochura
Editora: Alfaguara
Ano: 2007
02 – O Guia do Mochileiro das Galáxias (Douglas Adams)
Trata-se de uma coleção de cinco livros e já nas primeiras páginas do volume 1, o planeta Terra é destruído para a passagem de uma estrada hiperestelar. Putz! Que grupo de alienígenas mais safados e FDP! Na história, trataram o nosso planeta como se fosse uma titica de galinha que não prestasse para nada.
Apesar da ‘veia’ trágica, a saga do “Mochileiro das Galáxias”, principalmente o primeiro livro da série é hilária. Acredito que esta seja a versão mais divertida do fim mundo. Impagável.
Na história de Adams, o personagem Arthur Dent recebe a informação de que a sua casa será demolida pelo governo que pretende construir uma via de acesso no lugar. O cara desesperado decide se deitar na frente dos tratores para impedir a demolição do imóvel. Ford Perfect, amigo de Dent, consegue tirá-lo de lá e lhe dá uma outra notícia; um verdadeiro soco no estômago: “O planeta terra será destruído daqui a pouco por uma raça alienígena!”
Na realidade, Perfect também é um ser alienígena – mas do bem – que vive na terra há 15 anos. Ele conta ao seu amigo que por ser um viajante galáctico possui uma mochila com um equipamento especial que descobriu o plano dos aliens da raça Vogons. Segundo Perfect, o Governo Galático tem intenção de construir uma via de acesso na Via Láctea e a Terra está no meio do trajeto. Resultado: o planeta será destruído em poucos minutos e não há nada que se possa fazer!
Os dois, então, tem que tentar fugir pegando uma carona sabe onde? Na nave dos Vogons!
Informações Técnicas
Autor: Douglas Adams
Páginas: 208
Edição: 1ª
Tipo de capa: Brochura
Editora: Arqueiro
Ano: 2009
03 – A 5ª Onda (Rick Yancey)
No romance de Rick Yancey, lançado recentemente pela editora Fundamento, o ataque dos seres extraterrestres ao nosso planeta chega de maneira seqüencial, dividida em partes ou se preferirem, em ondas de ataques.
Na primeira onda, um pulso eletromagnético retira a eletricidade do planeta. Na segunda onda, um tsunami gigantesco mata 40% da população. Na terceira, os pássaros passam a transmitir um vírus que mata 97% das pessoas que resistiram aos ataques anteriores. Na quarta, os próprios alienígenas se infiltram entre os humanos restantes, espalhando a dúvida entre todos.
Com a proximidade cada vez maior da quinta onda, que promete exterminar de vez a raça humana, uma adolescente precisa proteger seu irmão mais novo e descobrir em quem pode confiar num planeta perto da devastação.
Cassie Sullivan, uma das sobreviventes, conta cada etapa desse ataque e as suas conseqüências. A garota, juntamente com outros amigos que conseguiram escapar decidem formar um grupo de resistência e enfrentar os invasores.
O romance de Yancey foi adaptado para os cinemas e estréia no Brasil no dia 21 de janeiro de 2016.
Informações Técnicas
Autor: Rick Yancey
Páginas: 384
Edição: 1ª
Tipo de capa: Brochura
Editora: Fundamento
Ano: 2013
04 – Animorphs – A Invasão (K.A. Applegate)
Trata-se de uma saga de três volumes sobre invasão alienígena lançada pela editora Fundamento que pelo jeito, está se especializando no tema.
No enredo, a Terra está sendo invadida, mas (quase) ninguém sabe disso. A raça alienígena dos Yeerks está entre nós. Eles são criaturas capazes de "possuir" outros seres e estar em nosso meio sem serem percebidos. Os Yeerks já escravizaram civilizações inteiras com essa tática de invasão silenciosa.
O enredo centra-se em cinco adolescentes: Jake, Rachel, Tobias, Cassie e Marco que numa noite ao cortar caminho para chegar em suas casas, encontram uma nave extraterrestre e seu piloto moribundo que lhes dá um aviso: os terráqueos devem se cuidar porque os Yeerkes estão preparando sua invasão. Eles se infiltram nos cérebros humanos e depois dominam seus corpos. 
O extraterrestre que está quase morrendo, após ter tentado lutar contra os Yeerks, decide ajudar os cinco adolescentes dando a eles o poder de morfar, ou seja, depois de tocar um animal, podem se transformar nele.
E é assim que eles assumem a missão de combater os invasores. Só que isso não será uma tarefa fácil. Afinal, como eles conseguirão identificar um inimigo que pode ser qualquer um? Como enfrentar um invasor que dominou o corpo de alguém que você conhece? Jake e seus amigos precisam achar essas respostas.
Informações Técnicas
Autor: K.A. Applegate
Páginas: 128
Edição: 1ª
Tipo de capa: Brochura
Editora: Fundamento
Ano: 2014
05 – O Fim da Infância (Arthur C. Clarke)
Em plena Guerra Fria, enquanto russos e americanos se preparam para a corrida espacial, imensas naves surgem sobre as principais capitais do mundo, revelando um dos grandes mistérios da humanidade: O homem não está sozinho no universo.
Seus ocupantes, chamados de Senhores Supremos, dominam a Terra de forma pacífica e melhoram substancialmente as condições de vida. A ignorância, a guerra e a pobreza deixam de existir, dando início a uma era de ouro. Porém, uma dúvida assombra a humanidade: quais seriam os verdadeiros objetivos dos Senhores Supremos? Até quando suas políticas iriam coincidir com o bem-estar dos homens? As respostas para essas questões podem revelar uma verdade aterradora.
O livro é dividido em três atos distintos: ‘A Chegada dos Senhores Supremos’, ‘A Era do Ouro’ e ‘O Desfecho’.
Informações Técnicas
Autor: Arthur C. Clarke
Páginas: 224
Edição: 2ª
Tipo de capa: Brochura
Editora: Aleph
Ano: 2015
06 – O Jogo do Exterminador (Orson Scott Card)
“O Jogo do Exterminador” é uma obra absurdamente fantástica e mereceu todos os prêmios que ganhou, incluindo o “Hugo” e o “Nebula”, as duas principais premiações literárias do gênero ficção científica.
Orson Scott Card narra a história de uma criança de seis anos de idade que é recrutada para a escola de Combate Espacial. No futuro idealizado pelo autor, a humanidade está em guerra com uma raça de alienígenas que quer invadir a terra para super povoá-la. Numa dessas tentativas de invasão, quase os alienígenas conseguem atingir o seu objetivo. Com muita dificuldade, o combate foi vencido, graças ao heroísmo de um comandante que conseguiu explodir a nave-mãe dos invasores e assim, desativar todas outras naves menores. Desde então, o respeitado coronel Graff e as forças militares terrestres treinam as crianças mais talentosas do planeta desde pequenas, no intuito de prepará-las para um próximo ataque. Ender Wiggin, um garoto tímido e brilhante, é selecionado para fazer parte da elite. Na Escola da Guerra, ele aprende rapidamente a controlar as técnicas de combate, por causa de seu formidável senso de estratégia. Não demora para Graff considerá-lo a maior esperança das forças humanas.
Em certos momentos, “O Jogo do Exterminador” se torna uma leitura pesada, pois mostra o processo de brutalização imposto à crianças na Escola de Combate, onde são tratadas como qualquer recruta adulto.
Li a obra de Card há algum tempo e gostei muito. Os interessados poderão conferir a resenha completa aqui
Informações Técnicas
Autor: Orson Scott Card
Páginas: 384
Edição: 4ª
Tipo de capa: Brochura
Editora: Devir
Ano: 2013
07 – Irmandade de Copra (Caroline Defanti)
Uma das melhores aventuras de ficção científica que já li. Fico feliz por isso, porque se trata de uma autora nacional, e eu mais do que ninguém torço para surjam jovens escritores talentosos aqui na terrinha.
No enredo de Caroline Defanti, em um futuro distante, a quase extinção dos seres humanos - diga-se de passagem por culpa de suas atitudes bélicas - fez com que os poucos que restaram lutassem pela sobrevivência em colônias construídas na lua e em Marte. Entretanto, uma raça alienígena se apossa da Terra e a curam, mas os homens desejam ter o seu planeta e suas vidas de volta. Ocorre que os seres não parecem dispostos a abrir mão de seu novo lar. Por isso, os homens  criam novos soldados capazes de combater essas criaturas e recuperar o planeta. Assim nasce a Irmandade de Copra.
“Irmandade de Copra” já começa a conquistar o leitor em seu Prólogo, onde a autora carioca em apenas três páginas, explica numa narrativa cheia de suspense como são criados os super-soldados que irão combater os alienígenas que se apossaram do planeta Terra. A transformação de Gabriel em Arcanjo e de Aeris em Musa, de fato prende o leitor, e já dá uma noção de como funciona o polêmico e questionado projeto que une o DNA alienígena ao dos humanos, alterando toda a sua genética e conferindo-lhes  poderes especiais, mas não sem antes cobrar um alto preço por isso.
Defanti explica de uma maneira crua – sem meias palavras – o processo de ‘amadurecimento forçado’ desses jovens que ao ingressarem na escolinha da Irmandade são obrigados a esquecer que são crianças ou adolescentes para se tornarem adultos prematuros, queimando etapas importantes de suas vidas. Neste aspecto, a autora foi muito feliz ao beber na mesma fonte de Orson Scott Card e seu fantástico ‘O Jogo do Exterminador’.
Confira resenha completa do livro “Irmandade de Copra” aqui.
Informações Técnicas
Autor: Caroline Defanti
Páginas: 432
Edição: 1ª
Tipo de capa: Brochura
Editora: Arwen
Ano: 2015
08 – A Hospedeira (Stephenie Meyer)
Nesta estória de Stephenie Meyer, o planeta Terra foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo. Quando Melanie, um dos humanos "selvagens" que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim.
Peregrina, a "alma" invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente. Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por alguém a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam.
O livro de Meyer bombou na preferência popular – apesar do blogueiro, aqui, não ter gostado – e conseguiu rasgados elogios, tanto é que ganhou uma adaptação cinematográfica em 2013.
Informações Técnicas
Autor: Stephenie Meyer
Páginas: 560
Edição: 1ª
Tipo de capa: Brochura
Editora: Intrínseca
Ano: 2013
09 – Os Invasores de Corpos (Jack Finney)
O que falar de um livro que ganhou três adaptações para o cinema, duas delas com o status de antológicas ou lendárias, como preferirem. Os filmes Vampiros de Almas (1956) e Invasores de Corpos (1978) são daquelas para entrar na galeria dos melhores filmes de todos os tempos. Quanto a “Invasores de Corpos – A Invasão Continua” (1993), esqueça. A produção é uma verdadeira bagaceira e jamais deveria ter acontecido.
“Os Invasores de Corpos” escrito por Jack Finney em 1955, exerceu em mim o mesmo fascínio da série televisiva ‘Os Invasores’ que foi ao ar na década de 60. Acho que por ter a mesma premissa da série de TV, ou seja, não mostrar monstros alienígenas, mas sim alienígenas com ‘casca humana’ acabei me interessando pela obra.
Confesso que comecei ler o livro sem muitas pretensões, mas conforme a leitura ia evoluindo, acabava preso num enredo fantástico que não me deixava largar a obra em hipótese alguma. Quando percebi, havia devorado todas as páginas em menos de dois dias. E olha que na época estava entupido de serviço. Oh Man!! A obra literária é boa demais! Viciante! E o mais importante, nada de cabeças rolando, membros decepados, mutilações a mil e sangue para todos os lados. O livro de Finney respira tensão, medo, suspense e terror, sem apelar para descrições sangrentas e apelativas.
O autor conta a estória de vegetais alienígenas que atravessam o espaço durante milhares de anos em busca de um planeta onde possam se reproduzir, substituindo os seres vivos. As tais pragas – para a nossa infelicidade – acabam encontrando a Terra. Então, o estrago está feito. Os organismos originais padecem, enquanto, de dentro de vagens gigantes, irrompem clones desprovidos de emoção que assumem o lugar dos humanos.
Confira resenha completa do livro “Os Invasores de Corpos” aqui.
Informações Técnicas
Autor: Jack Finney
Páginas: 208
Edição: 1ª
Tipo de capa: Brochura
Editora: Abril Cultural
Ano: 1984
10 – PDM (Stephen Wallenfells)
Antes de tudo: PDM significa ‘Pérolas da Morte’. Agora, você deve estar se perguntando o que essas tais pérolas aprontam. Ok, vamos lá. São esferas negras e brilhantes que aparecem por todos os lados, soltando seus raios e abduzindo todos os seres vivos nas ruas.
PQP! Olha os ‘marditos’ alienígenas , novamente, aprontando com a gente. Quando um ET dá pra ser do bem, ele é supimpa, mas quando o danado é sangue ruim, sai de baixo! E os alienígenas criados por Wallenfells são verdadeiras ‘vacas bravas’, só que eles não esperavam encontrar um grande grupo de seres humanos ‘cabras da peste’, dispostos a defender o seu planeta custe o que custar.
Taí galera, em poucas palavras essa é a premissa do livro de estréia de Wellenfells e que foi muito bem recebido pela crítica e também pelos leitores.
PDM apresenta a história de dois adolescentes que lutam para escapar de um ataque alienígena. Alternando a narrativa entre a voz de Megs e a de Josh, o autor revela ao leitor o quanto a humanidade é capaz de lutar pela sobrevivência e como os seres humanos podem acabar se mostrando inimigos ainda mais perigosos do que os invasores desconhecidos.
Inicialmente pensado para ser volume único, o livro conquistou tantos admiradores ao redor do planeta que o seu autor entregou há poucos meses a continuação. Segundo o próprio autor, o segundo vai chocar ainda mais os leitores. Hoje, PDM já passou de vinte edições lançadas.
Informações Técnicas
Autor: Stephen Wallenfells
Páginas: 280
Edição: 1ª
Tipo de capa: Brochura
Editora: Alfaguara
Ano: 2014

Belê? Portanto, mãos a obra! Você que se liga na temática ‘invasão alienígena’ escolha os seus livros preferidos.

2 comentários:

  1. Faltou :
    EU SOU O NÚMERO 4 e OBSIANA
    Amei o post e estou escrevendo o um livro com esse genero porque eu adoro aliens

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estão registradas as suas sugestões. Feliz por ter gostado do post. Boa sorte com o seu livro!
      Abcs.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...