sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Editora Poetisa lança “Alice Através do Espelho – e o que ela encontrou lá” com tradução e design inéditos

Cara, meu queixo caiu. E caiu de tal maneira que acabou colando no chão. Há poucos dias, recebi da Editora Poetisa o livro “E O Que Ela Encontrou Lá”, a sequência de “Alice no País das Maravilhas”, clássico escrito por Lewis Carrol.
Não há como não se apaixonar pelo visual da obra. A designer Marcela Fehrenbach, criadora de “O Coelho de Veludo”, também da Poetisa, deu um show de diagramação e criou um projeto ousado, interativo e em total harmonia com o texto de Carroll.  A obra pode ser considerada um verdadeiro objeto de decoração: perfeito para colecionadores, agradando tanto adultos  como crianças.
A Poetisa investiu pesado em “Alice no Espelho – E o Que Ela Encontrou Lá”. O livro de 140 páginas foi impresso em papel couchê-brilho, considerado um dos melhores papéis – para não dizer o melhor – para trabalhos de impressão atualmente. Possui brilho acetinado em ambas as faces e revestimento com alta lisura.
Fehrenbach optou pela capa dura, deixando de lado o formato brochura: outra escolha acertada, pois de nada adiantaria ter uma impressão de alto nível num papel de última geração, mas com uma capa no formato brochura. A capa dura toda vermelha e com um retângulo na posição vertical – com letras invertidas - representando um espelho é fantástica.
Ao folhear cada página, temos a sensação de estarmos no interior de um espelho, tal como a personagem Alice. A designer da Poetisa brinca com as frases e parágrafos, conferindo-lhe as mais variadas formas. Frases escritas em ondas, sombreadas, invertidas, com tipos diferentes de letras. Ufaaa! São muitas formas diferentes, aumentando a curiosidade do leitor em saber qual será a surpresa a cada página virada.
Mas não é apenas o designer de “Alice Através do Espelho – e o que ela encontrou lá” que atrai; a tradução do texto de Carroll também recebeu uma atenção especial. Realizada por uma das editoras da Poetisa, Cynthia Beatrice Costa, a tradução integral do texto do autor ingles – incluindo todos os poemas, entre os quais o famoso “Jabberwocky” – foi baseada nos estudos aos quais se dedica: seu mestrado abordou, justamente, traduções de Carroll no Brasil. Com toques abrasileirados e ênfase no bom humor carrolliano, a tradução prioriza as rimas, a melodia e o ritmo do texto.
Li a obra de Carroll publicada pela Poetisa em apenas um dia e confesso que foi um verdadeiro mergulho do outro lado do espelho. Uma viagem ou uma leitura mágica, tanto faz.
Já havia lido e assistido “Alice no País das Maravilhas”, mas confesso que desconhecia a existência de uma continuação da história. Lewis Carroll (1832-1898) escreveu a continuação desta história seis anos após finalizar o livro que deu origem à célebre personagem. Movida pela curiosidade e enquanto suas gatinhas brincavam na sala, Alice observava o espelho e se perguntava o que encontraria do outro lado: uma sala igual à que ela estava sentada, mas totalmente ao contrário, onde os livros são escritos de trás pra frente e não se enxerga o que existe além do corredor? Será tudo como na casa de Alice ou completamente diferente?
Impulsionada pela aventura, a menina atravessa a camada de vidro e se depara com um mundo novo, onde as peças do tabuleiro de xadrez falam e agem como pessoas reais.
Alice parte numa viagem por esse mundo de fantasia acompanhada dos gêmeos gorduchos fugidos de uma canção infantil, um ovo que prefere presentes de "desaniversário", flores falantes, um cavaleiro de triste figura, rainhas brancas e pretas, todos vivendo ao contrário. E assim, lá vai Alice em mais uma aventura.
A edição luxuosa da história lançada pela Poetisa é para ser lida e guardada. Um livro com tradução e design inéditos para comemorar os 150 anos de criação da emblemática personagem Alice, de Lewis Carroll.
Ah! Antes que me esqueça. A Poetisa lançou uma tiragem inicial com apenas 1.000 exemplares, por isso, compre logo o seu.
Confira aqui, o link da loja virtual da Poetisa onde você poderá encontrar o livro.

Inté!

Um comentário:

  1. Muito obrigada pelos elogios! Foi maravilhoso fazer esse livro e a tradução é realmente fantástica! Abração! :D

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...