segunda-feira, 8 de junho de 2015

“Grey”, novo livro da série “Cinquenta Tons de Cinza”, será lançado no dia 18 de junho nos Estados Unidos


Ainda não há previsão de quando será lançada uma versão traduzida da obra para o português

Afirmar que eu goste da trilogia “50 Tons de Cinza” é mentir; dizer que eu assisti ao filme é mentir mais ainda. Acho um tremendo golpe baixo esse lance de  apelar ao erotismo para conquistar leitores teens. É braba a coisa. O autor ou pra ser mais específico, a autora, cria um fio narrativo perrenga, amparado por uma muleta chamada erotismo e pronto vai pra guerra. De cada dez páginas lidas, nove e meia é dedicada a um autentico ‘forrobodó’ entre os personagens. E o tal forrobodó é descrito, sem censuras, em ações ou em pensamentos. Quanto ao enredo, propriamente dito, se restringe apenas ao meio por cento restante.
Tudo bem que eu não goste, que ache uma tremenda apelação, mas não posso ser hipócrita ao ponto de afirmar que tais sagas são verdadeiros fiascos. Não cara, não são. Por algum motivo inexplicável, esses livros se transformaram em verdadeiros arrassa-quarteirões, vendendo milhares de exemplares. Não pergunte como um enredo desgraçadamente ruim, amparado por uma carga incomensurável de erotismo conseguiu fazer tanto sucesso. Como já disse, não dá para explicar o inexplicável.
Prova de que a fama dessas obras extrapola os limites da realidade é que mesmo após fechar a sua trilogia dos “Cinquenta Tons de Cinza”, a escritora E.L. James não pensou duas vezes em escrever um novo livro ligado a essa mesma saga. Trata-se de “Grey” que será narrado a partir do ponto de vista do rico e poderoso empresário Christian Grey, e não mais sob a perspectiva da estudante Anastasia Steele.
Segundo publicou o site "Deadline", a data de lançamento da publicação nos Estados Unidos coincidirá com o "aniversário" do fictício personagem Grey. De acordo com a autora, esse foi um pedido dos fãs, e o público agora terá a chance de entrar na cabeça do bilionário e entender melhor suas ideias e preferências sadomasoquistas.
James espera repetir o êxito de sua trilogia e com isso entrar para o seleto rol das escritoras multimilionárias, e tudo graças aos chicotinhos, máscaras, lingeries sensuais e demais acessórios sado.
Pra vocês terem uma idéia do poder de fogo da franquia “Cinquenta Tons de Cinza”, basta dizer que os três livros anteriores – "Cinquenta Tons de Cinza", "Cinquenta Tons Mais Escuros" e "Cinquenta Tons de Liberdade" – já venderam mais de 125 milhões de exemplares em todo o mundo (mais de 5,5 milhões só no Brasil) desde que foram publicados. Isso torna a trilogia um dos maiores sucessos literários de todos os tempos.
O primeiro filme da série lançado em fevereiro de 2015, foi a produção mais vista no Brasil no primeiro trimestre do ano, segundo dados da Ancine (Agência Nacional do Cinema). O longa custou US$ 40 milhões e já arrecadou quase US$ 560 milhões.
“Grey” será lançado nos Estados Unidos no dia 18 de junho. Quanto a sua chegada ao Brasil, os fãs de Grey e Anastasia terão de esperar um bom período. Talvez meses, anos... sei lá.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...