domingo, 23 de março de 2014

Livros que sobravam nos sebos, mas agora... entraram para a lista de extintos

Gente, cheguei a uma conclusão que passou a valer como uma lei imutável em minha vida de leitor inveterado e rato de sebo: "quando você encontrar um livro que procura compre-o naquele exato momento, nunca deixe para depois, mesmo sabendo que há outros exemplares à disposição em muitos outros sebos". Sabe por quê? É simples! Mais dia, menos dia, esses livros irão se esgotar porque outras pessoas também estarão à procura e elas não serão tão lerdas e indecisas como você.
Temos de colocar na cabeça que essas obras literárias deixaram de ser publicadas, estando com as suas edições esgotadas. Por conseguinte, os livros que vc encontra por aí, em algum sebo, foram colocados nas prateleiras empoeiradas por leitores que não tem espírito de colecionador. Por isso, quando acabam de ler, vendem o livro para algum 'sebito' por preços irrisórios. Quanto aos alfarrabistas que não são bobos revendem a jóia rara por verdadeiras fortunas.
Portanto galera, se encontrarem um livro perdido nos ‘sebos da vida’ e desejarem comprá-lo, comprem naquele momento. Jamais diga: -n “Ah! Depois eu compro, tem mais por aí”. Saiba que um dia eles irão embora e não teremos peças de reposição. Seguem algumas obras que vc encontrava, com facilidade, até a pouco tempo em qualquer sebo, mas hoje estão esgotadas ou perto disso.
Cara, como doeu em minha alma o dia 15 de dezembro de 2001, há exato um dia antes do menino aqui completar ‘quarentinha’. Estava numa cidade vizinha realizando uma reportagem quando, num intervalo, resolvi visitar alguns sebos para me presentear com um livro. “Vou comprar um presente para comemorar os meus quarenta anitos”. Queria muito adquirir “A Hora do Lobisomem” de Stephen King, livro que já não estava sendo publicado. No primeiro sebo que visitei já vi logo de cara ‘uns’ 10 exemplares distribuídos na estante. Com certeza, poderia ter mais. Na segunda loja que passei, vi mais ou menos a mesma quantidade e pensei comigo: Bah!! Depois eu compro! E fui embora cuidar da vida. Meu! Juro que me esqueci! Meu niver passou, outros nivers vieram, fiquei mais velho e depois de ‘alguns dois ou três anos’ o tontão, aqui, tem um insight atrassadérrimo: “Putz! O livro do King! Deixe-me comprá-lo logo, antes que acabe”. Peguei o telefone e liguei para o primeiro sebo que havia visitado. O alfarrabista disparou: - “Já não tenho esse livro há uns dois anos, você vai ter que esperar algum leitor devolver para que possamos revende-lo”. Deu-me uma vontade enorme de responder: “É! Revender não, explorar e por um preço bombástico!”. Com o coração começando a disparar parti para o segundo sebo. - “Não temos mais, esgotou”. Quase em prantos fui para a terceira loja. O dono, talvez, percebendo a ansiedade misturada ao desespero de minha voz disse com uma voz paternal: - “Filho, sinto muito, mas não tenho esse livro faz tempo”.
Arghhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!!! Ahhhhhhhhhhhhhhhhh!!! Uhhhhhhhhhhhhhhh!!! E por fim: Buaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!! Cara! Como sofri naquele dia com a minha lerdeza, comodismo e sei lá mais o que. Confesso que foi a pancada das pancadas, perto o nocaute que só viria tempos depois quando começaria a pesquisar na Estante Virtual – portal que reúne uma infinidade de sebos – e constataria que os poucos volumes de “A Hora do Lobisomem” estavam sendo vendidos há R$ 150,00, R$ 180,00 e pasmem, até a R$ 300,00!! Então, o nocaute chegou e posso garantir que o soco disparado pela minha incompetência de leitor inveterado veio ‘babando’. Pôooo!!! “Ta lá um corpo estendido no chão!”.
PQP!! “Deixei de pagar míseros R$ 8,00 naquela época e agora tenho de aguentar isso. Que sirva de lição”, me martirizei.
Então, pintou a idéia de fazer um  post para alertar a galera. Isso mesmo; alertar. Se você ‘der de cara’ com um livro que goste, todo escarrapachado  na prateleira empoeirada de um sebo, não pense duas vezes compre-o. Nem precisa amar o tal livro; posso lhe garantir – por experiência própria – que no momento em que resolver amá-lo, tardiamente, ele lhe dará uma bela esnobada, como aquelas loiras fatais das novelas policiais noir. Livros de sebos são assim. Pode acreditar.
Bem, vamos conferir algumas obras que até há pouco tempo marcavam presença nos sebos, mas depois.... Zéfini. Esgotaram-se, deixando muitos leitores com dor de cabeça e com um baita arrependimento de seu comodismo.
01 – A Hora do Lobisomem (Stephen King)
Ano: 1987
Editora: LPM Pockets
Arghhhhhhhhhh!! Quanto mais quero esquecer esse livro, mais lembro-me dele! Ele foi a causa da minha ruína psicológica que demorou uma infinidade de séculos à ser recuperada. Volta e meia para não dizer: quase sempre, aquela voz torturante, de anos atrás, do alfarrabista chega bombardeando a minha memória: - “Filho, sinto muito, mas não tenho esse livro faz tempo”.  Uuuuãmmmm!! Putz, pior do que um soco no fígado.
Cara, posso garantir que enquanto escrevo esse post consegui localizar apenas um livro. Isso mesmo! Nem no Mercado Livre, nem no sebo da vovó ou do vovô, nem no sebo da dona Raimunda e o escambau a quatro.
Encontrei  “A Hora do Lobisomem” apenas em um sebo cadastrado no portal da Estante Virtual (www.estantevirtual.com.br) por míseros R$ 100,00 ! E pensar que no dia 15 de dezembro de 2001, esse livro de Stephen King estava sobrando, mas sobrando tanto que podíamos comprá-lo por R$ 5,00 ou até menos. PQP!!!!!!!!!!!!!!!!!! Como fui burraldo!!! Deixe-me parar por aqui porque a revolta comigo mesmo é tão grande, que eu  não quero continuar soltando palavrões.
02 – Primeiro Sangue (David Morrell)
Ano: 1972
Editoras: Record (1972) e Nova Cultural (1988)
Há dois anos, encontrar “Primeiro Sangue” de David Morrel era a barbada das barbadas. O portal da Estante Virtual estava, literalmente, forrado de livros que choviam pra todos os lados. Para os interessados na obra, parecia um oásis no meio do deserto. Cara, o livro de Morrel dava em pencas! Mas agora, tente encontrar um único exemplar na net ou em algum sebo de sua cidade? Vamos lá, eu faço esse desafio. Meu, você não vai encontrar bulhufas. Ah! Minto, vai sim. Há dois dias, decidi digitar no “Santo Google” a palavra “livro Primeiro Sangue” e só visualizei matérias sobre a obra de Morrell em blogs, nadica de livros perdidos em sebos. Então, resolvi mudar e digitei “Rambo II – A Missão, Nova Cultural”, ou seja, o nome do livro que foi lançado pela citada editora após o sucesso do segundo filme do personagem. Viva! Viva! Aleluia! Encontrei um. O livro de Morrel estava à disposição no Mercado Livre pela bagatela de R$ 150,00!!
Quanto a edição original lançada pela Record em 1972 com o título “Primeiro Sangue”, pode esquecer, virou dinossauro, quer dizer, um produto extinto da face da terra. Acredito que aqueles que tenham a obra e estejam cientes da sua importância e raridade jamais irão querer dispô-la.
Iahuuuuuuuuuuuuu!!! Depois da ‘marcada’ de “A Hora do Lobisomem” acabei aprendendo a lição. Há ‘uns’ três anos quando vi o livro num sebo virtual não pensei duas vezes e ‘mandei ver’. Hoje tenho em local de destaque em minha estante, a primeira edição de “Primeiro Sangue” lançada em 1972.
Deus seja louvado!!!
03 – O Planeta dos Macacos (Pierre Boule)
Ano: 2008
Editora: Agir
Outra relíquia que fisguei logo. Viu só como a amarga lição deixada pela “A Hora do Lobisomem” valeu a pena? (rs).
Lembro-me que na década de 80 ou 90, não sei exatamente; as bancas de revistas – inclusive, as de minha cidade – vendiam num pacote só, filme (VHS) mais o livro no qual a história havia sido inspirada. Entre os títulos lançados estava “O Planeta dos Macacos”. Na época não me interessei muito, mas depois de quase uma década sai em disparada como um louco na captura do livro de Pierre Boulle. Caramba! Não encontrava em lugar nenhum. Continuei a minha procura, sem sucesso, nos sebos físicos e virtuais até 2008 quando a editora Agir decidiu relançar a obra em terras tupiniquins. Pôoooo!!Buuummmm!! Soltei rojões, foguetes e morteiros prá todos os lados. Meu amigo, como comemorei! Acredito que fui um dos primeiros a comprar o livro.
No ano seguinte, os sebos já tinham à venda vários exemplares da obra de Boulle à preços módicos, mas então  num período de dois anos, “O Planeta dos Macacos” sumiu das prateleiras “sebianas”. Simplesmente evaporou. Se não me engano, em 2011, fiz uma varredura nas redes sociais e só descobri uma edição em português de Portugal perdida num sebo e por um preço estrondoso: R$ 200,00, creio eu. Ao preparar essa matéria, resolvi fazer uma nova pesquisa e encontrei um único livro perdido num sebo chamado Ala dos Esquecidos, em São Paulo, por R$ 69,90. Ah! Você que está achando o valor razoável, lembro que se trata de uma edição pocket, de 182 páginas, ou seja, daquelas de bolso.
04 – Eu, Tina – A História de Minha Vida (Tina Turner e Kurt Loder)
Editora: Rocco
Ano: 1987
Quer um conselho de amigo? Então escute bem: Se estiver interessado no livro da Tina Turner, COMPRE LOGO!!!. Não dou mais do que um mês para que o livro atinja cifras astronômicas nos sebos e comece a desaparecer das estantes.
No portal da Estante Virtual que agrega cerca de 1.300 sebos de todo o país e mais de 11milhões de obras literárias, consegui encontrar apenas sete livros de Tina Turner e Kurt Loder cadastrados. O mais barato custa R$ 14,90 e o mais caro R$ 88,90. Com certeza, esse último livreiro já antevendo – corretamente – que o livro começará a faltar dentro de pouco tempo, deiciu jogar o preço lá nas nuvens.
Comprei essa autobiografia fantástica já faz tempinho, na época das ‘vacas gordas’, quando os sebos estavam transbordando de ‘Tinas”, mas agora os tempos são outros, porque quem tem o livro não está querendo se dispor do produto.  Siga o meu conselho de amigo: Agarre logo um desses sete que estão sobrando.
05 – Elvis e Eu (Priscilla Presley e Sandra Harmon)
Editora: Rocco
Ano: 1986
Juro que me assustei... e muito, ao vasculhar na Estante Virtual quantos “Elvis e Eu” estariam disponíveis. Estava convicto de que encontraria um ou dois livros, não mais do que isso, mas acabei localizando 16 exemplares!
Há três anos, a história escrita por Priscilla e Harmon estava extinta, mas agora aperecem 16 livros ‘dando sopa’ nos sebos. Acho que algumas pessoas que não tem o hábito de guardar os seus livros quando terminam a leitura ou então algum familiar de um leitor inveterado já falecido que deixou ao léu o seu arsenal de livros, decidiram revender as referidas obras para limpar e desafogar o quarto. Que sacrilégio dizer uma coisa dessas!! Mas, talvez, tenha acontecido isso mesmo.
Apesar dos 16 exemplares à disposição da galera no portal da ‘Estante’, eles estão bem carinhos, variando de R$ 50,00 à R$ 70,00. Pelo que observei, escampam dois com precinhos mais camaradas: R$ 29,00 e R$ 30,00.
É isso aí galera! Espero que o post tenha ajudado os ratos de sebos indecisos a serem menos folgados. Viu um livro e gostou, pra que ficar enrolando? Aproveite a chance que pode ser única em sua vida.

Inté! 

3 comentários:

  1. Essa nossa vida de leitor não é fácil, meu amigo. Quanto aos livros do Stephen King que estão sumidos das prateleiras é ainda pior, pois estão todos com preços superfaturados. Pelo menos O Planeta dos Macacos eu consegui comprar na época, o que dá certo alento... Mas os outros...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcelo, fica a esperança de que alguns poucos títulos esgotados do mestre do terror serão relançados brevemente, segundo promessa da Suma. Agora, qto a obra de Boule, sinta-se um verdadeiro e completo felizardo... assim como eu (rs)
      Abcs!

      Excluir
  2. qual o endereço do sebo ala dos esquecidos?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...