sábado, 25 de maio de 2013

“Joyland” e “11/22/63” de Setphen King serão adaptados para o cinema e TV



Capa americana de "Terra da Alegria"

Sem milongas e delongas, lá vai: Dois livros de Stephen King  que ainda nem sequer foram lançados no Brasil serão transformados em filme. Pronto! Falei e disse como manda o figurino: sem emblomação e suspense. Os nomes dos livros? Ok. Novamente, lá vai: “11/22/63” e “Joyland” (Terra da Alegria). O primeiro será lançado no Brasil no mês de novembro vindouro com o título “Novembro de 63”. Quanto ao segundo, será publicado nos Estados Unidos em junho próximo. Hãhãhã...!!! Quer saber quando a obra chegará aqui na terrinha tupiniquim, não é mesmo? Pois é, sinto dizer, mas ainda não há nenhuma data em cogitação; o que significa que o seu lançamento ainda irá demorar muito. Se eu fosse arriscar; vejamos.... Bem, sendo otimista, de um ano à um ano e meio. Não se assuste não pessoal, é que esse é o tempo médio para que as obras de King passem pelo processo de tradução para a nossa língua, antes de aterrissarem por aqui. E um processo, diga-se de passagem, bem demoradinho se compararmos com os outros países.
Eu – como leitor e fã de King – até perdoei esse atraso cruel na tradução da obra. Mas só perdoei depois que soube que “Joyland” seria adaptado para as telonas. E depois, então, que anunciaram que “Novembro de 63” (é assim mesmo que se chamará o livro 11/22/63 aqui na terrinha) também teria o mesmo destino; então... Pára vai!! Eu passei a perdoar qualquer coisa!!
O enredo de “Joyland” nos remete para o início da década de 70, num parque de diversões abandonado de uma pequena cidade da Carolina do Norte. Um parque que ganhou a fama de mal assombrado. Brrrrrrr!!! Na trama, o personagem Devin Jones, um estudante universitário que vai trabalhar no referido parque durante o verão, acaba se envolvendo um violento assassinato e com o destino de uma criança moribunda. Os eventos do local mudarão a vida dos dois para sempre.
A editora Titan Books não revelou mais nada sobre o enredo dessa trama policial e de suspense. Acessei uma porrada de sites daqui e de fora, mas não consegui obter mais nada. Tudo indica que a Titan através de seu selo Hard Case Crime montou uma verdadeira operação de guerra para proteger os detalhes da trama.
A obra será lançada nos Estados Unidos em junho de 2013. Inicialmente no formato bolso de livro. Poucas semanas depois chega o e-book.
Quanto a produção cinematográfica, já pode ser dada como certa. A direção será de Tate Taylor, diretor do filme “Histórias Cruzadas”. Taylor também fará a adaptação do roteiro sob a supervisão de King.
“Joyland” ou “A Terra da Alegria” ainda não tem data definida para estrear nos cinemas, mas as gravações começam logo, logo.
J.J. Abrams com o livro "11/22/63"
Bem, com relação à “11/22/63” ou “Novembro de 63” não vou escrever mais nada sobre o livro, sua história, expectativas de lançamento, etc e mais etc; mesmo porque, já escrevi muito sobre ele. Quem ainda não leu e quiser ler é só clicar aqui, aqui e mais aqui.
O que eu quero é ‘falar’ sobre o filme “11/22/63”, cuja confirmação caiu como uma bomba nas redes sociais. A explosão de comentários dos internautas sobre o assunto foi algo absolutamente anormal o que deixou evidente a grande expectativa da galera quanto ao lançamento da produção.
‘A princípio, a intenção da Bad Robot, produtora do cineasta J.J. Abrams, que comprou os direitos de adaptação do livro, seria transforma-lo num filme, tipo blockbuster, com pedigree para disputar uma ‘batelada’ de Oscars, mas depois, não sei por qual motivo, Abrams decidiu mudar de idéia e adaptar o livro para o formato de série ou minissérie de TV.
Agora, você acha que serei eu o cara prá discutir com Abrams?? Falando todo imponente pro sujeito: - “O J.J. por que você foi fazer isso com o livro do King? Por que você não o adaptou para os cinemas? Ficaria melhor!”. Você acha que eu deveria cobrar o cara dessa forma ou algo parecido? Ah! Pára Né! (rsss).
Gente; Abrams já provou que é um gênio quando o assunto é filmagem. Então, com certeza, após ter lido o livro do mestre do terror e suspense, ele chegou a conclusão que o melhor caminho seria uma adaptação para a TV e não para o cinema. Os inconformados que estão lendo esse post e que queriam de qualquer maneira assistir “11/22/63” nas telonas, fiquem tranquilos... relaxem... o cara já provou que sabe o que faz e na sua opinião, o melhor caminho para o enredo de um professor que viaja no tempo para salvar o presidente Kennedy de levar um tiro de Lee Harvey Oswald, é esse mesmo: a TV.
Tenho certeza que Abrams não vai fazer a mesma cag... na escolha de elenco como fizeram com a série “Sob a Redoma”, também de King, que estréia no dia 24 de junho.
Outro ponto positivo para a adaptação de “11/22/63” foi a escolha da Warner Bros para cuidar do projeto ao lado da Bad Robot, dando assim, todo o suporte necessário.
É importante lembrar que ainda não há canal definido para a sua exibição e tampouco, se história será adaptada no formato de série ou minissérie.
O importante nisso tudo é que a adaptação sai!
Tai galera! Vamos torcer para que estejamos vivos e com saúde para vermos essas duas obras primas: “Joyland” e “11/22/63”: uma no cinema e a outra na TV.
Inté!

2 comentários:

  1. Parque de diversões mal assombrado...abandonado...que coisa mais "Kingiana"...mais "Talismaniana", rs. Vou gostar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sarah!
      Se vc é fã de SK com certeza irá adorar! O único problema deverá ser a demora para o seu lançamento no Brasil. Aliás, como sempre acontece com as obras de King (rs)
      Abcs,

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...