segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Dois lançamentos que prometem agitar 2013: O terceiro diário de Bridget Jones e o novo livro do autor de O Caçador de Pipas



Não seria exagero de minha parte se afirmasse que um dos momentos mais marcantes da  minha vida de leitor inveterado foi o dia em que li o livro “O Caçador de Pipas”, do escritor e médico afegão Khaled Hosseini. Seguramente, uma das melhores histórias que li em toda a minha vida. Me emocionei pra caramba, mas prá caramba mesmo! Me respondam uma coisinha: É vergonha um homem chorar enquanto lê um romance? Se for, então eu paguei o maior mico, porque me debulhei em lágrimas. Aliás, quem não se emocionar com a história de Amir e Hassan é porque tem o coração de pedra, ou melhor, não tem coração.
Bem, do outro lado da ponta de “O Caçador de Pipas”, mas com o mesmo peso do livro de Hosseini, está “O Diário de Bridget Jones”. Outra jóia rara que li. Quando digo escrevo “do outro lado da ponta” estou me referindo ao contexto da história e não a sua importância. Enquanto “O Caçador de Pipas” tem um enredo dramático; “O Diário de Bridget Jones” possui um clima leve, bem teen, mas nem por isso, menos importante.
O 3º diário de Bridget Jones deve ser lançado no Brasil em outubro de 2013
O livro de Helen Fielding me ajudou muito num período de minha vida em que eu precisava desestressar. Estava entupido de reportagens e pautas ‘pesadas’: homicídios violentos, misérias sociais, rebeliões e isso e mais aquilo. E como não bastassem esses temas “atrativos” direcionados pelo meu editor, naquela época, a minha vida particular estava um pouco que, digamos, às avessas, com problemas de saúde em família, conflitos no emprego, etc. E somando tudo isso, já viu o que dá né? Mas aí, você me pergunta, o que o primeiro livro de Bridget Jones tem a ver com tudo isso? A resposta é simples. “É uma leitura leve e engraçada”. Tão leve e engraçada que aprendi a chamar a obra de Fielding de gargalhante. A personagem Bridget Jones trata os seus problemas e neuras de uma maneira hilária, por isso aprendi muito com ela.
E antes que os leitores metidos à machões comecem a dar aquele sorriso torto com o canto da boca, murmurando: “Esse cara é cuecão de coooouro!!” Eu digo que “O Diário de Bridget Jones” é uma leitura ‘unisex’ que serve para ambos os sexos.
Por esses detalhes, considero “O Caçador de Pipas” e “O Diário de Bridget Jones”, dois livros especiais em minha vida. Então, adivinhem qual foi a minha reação quando fiquei sabendo que Hosseini e Fielding iriam lançar novos livros? Nem preciso dizer, não é?
O novo romance do médico afegão que um dia decidiu se enveredar pelos caminhos da literatura – com muito sucesso, diga-se de passagem – vai se chamar And The Mountains Echoed (algo como "E As Montanhas Fizeram Eco", em tradução livre). A obra deverá ser lançada pela Globo Livros que também republicará, brevemente – “O Caçador de Pipas”. Vale lembrar que os títulos do autor vinham sendo editados pela Nova Fronteira que agora “passa” a batuta ou “perde” a batuta, sei lá o que houve nos bastidores editoriais, para a Globo Livros.
Como ocorre com o terceiro livro da personagem Bridghet Jones – que se nada for alterado, deverá ser lançado aqui no Brasil pela Record – a editora Globo deu ínfimos detalhes sobre a nova história de Hosseini. O que se sabe – e da boca do próprio autor – é que o enredo se centrará numa saga familiar. Pinçando um pouco aqui e ali, deu para descobrir que será uma história sobre várias gerações de uma família, girando em torno de irmãos e irmãs; das maneiras com que amam, machucam , traem, honram e sacrificam-se uns pelos outros.
Escritor e médico afegão Khaled Hosseini
A previsão de lançamento no Brasil de And The Mountais Echoed é para o primeiro semestre deste ano. Isto significa que até junho próximo ou quem sabe antes, poderemos encontrar em qualquer livraria a nova promessa de sucesso literário de Hosseini.
Já o terceiro livre de Bridget Jones vai demorar um pouco mais para chegar em terras tupiniquins. Se o cronograma dos editores não sofrerem nenhum furo, a obra de Fielding estará aterrissando nas livrarias brasileiras somente em outubro de 2013. Mas antes de ficar emburrada com o atraso, pense de uma maneira positiva, ou seja, mais importante do que o atraso é a confirmação de que a obra chegará bem traduzidinha por aqui.
A autora inglesa disse em entrevista para rádio BBC que o livro irá explorar "uma etapa diferente da vida de Bridget" e que a história será desenvolvida em Londres.  A famosa solteira revelará a sua obsessão  por seus seguidores no Twitter. Isso fará com que Bridget consulte, com exagerada freqüência,  aquela rede social  para verificar se o número de seguidores aumentou ou não e também o que estão ‘twittando’ sobre ela.  Por sua vez, o  tabaco,  o álcool e as calorias ingeridas continuarão  sendo as causas das maiores preocupações da protagonista. Fielding disse que Bridget Jones seguirá tentando deixar a bebida, o tabaco e continuará  com a dieta.
A escritora não revelou o título do novo livro e nem ao menos comentou se os personagens Mark Darcy e Daniel Cleaver, os dois homens com os quais Bridget tentou encontrar o amor nos livros anteriores, aparecerão nessa nova fase da protagonista. Revelou apenas que “alguns personagens permanecerão e outros desaparecerão.
Bem galera, agora só resta contar nos dedos a chegada de outubro para curtir a terceira sequência do hilariante diário de Bridget Jones. Quanto ao novo livro de Hosseini, acredito que a espera será bem menor. Já nesse primeiro semestre poderemos nos deliciar com E As Montanhas Fizeram Eco.

Um comentário:

  1. Uhuuuuuu...Bridget Jones na área!!! Simplesmente amo os 2 Diários!!! Amei saber que logo logo virá mais um!!! Mas o Mark Darcy é o homem perfeito...NÃO PODE SAIR DA TRAMA!!! Vou torcer pra q isso não ocorra!!!
    Ainda não li O Caçador de Pipa, mas já estou com A Cidade do Sol na mão. Espero conseguir ler os 2 antes do 3 ser lançado!!!
    Ótimas notícias!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...