domingo, 8 de julho de 2012

Círculo do Livro: um período que deixou saudades



Ontem, por culpa da minha estante de livros empoeirada, me tornei – por alguns momentos – um saudosista de “brechó”. Não cheguei a derramar lágrimas, mas admito que o coração do “menino”, aqui, deu uma acelerada de emoção.
Ao espanar os meus queridos 305 livrinhos, percebi que uma grande parte deles pertenceu a áurea fase do Círculo do Livro. Pronto! Bastou ver algumas dessas capas para me lembrar do período em que fiquei sócio do Círculo e, então, passei a receber pelo correio um catálogo com várias opções literárias, a maioria romances, à preços módicos.
A regra para se manter como associado era adquirir um livro por mês. Recordo-me  que sempre comprava dois e quando sobrava um dinheirinho extra, não pestanejava em comprar três ou até quatro volumes. Minha mãe dizia: Menino! Um é suficiente ou será que você vai querer ler os quatro ao mesmo tempo? É claro que mamãe – que saudades do meu anjo... – falava tudo isso brincando e com um sorriso zombeteiro no canto da boca, já que ela sempre me estimulou e incentivou à leitura.
Bem, só sei que as várias capas dos livros de minha estante me fizeram viajar para esse período inesquecível. Posso afirmar que sou um leitor realizado, pois tive a oportunidade de viver a época do “Círculo do Livro”. E se você, que lê esse post agora, é tão ou até mais balzaqueano do que eu, também pode bater no peito e dizer gritar: “Eu vivi a época de ouro da literatura romanceada!”.
Para aqueles que pensam que estou exagerando, quero dizer escrever... que o Círculo do Livro abriu as portas do mundo mágico da leitura para muitas pessoas – que assim como eu, naquela época – não tinham condições de visitar uma livraria para comprar várias obras que adorariam ler. Por culpa do apertadíssimo orçamento mensal, elas eram obrigadas apenas a observar os tão sonhados romances, ali encostadinhos (descansando) nas prateleiras.

O Círculo do Livro chegou para quebrar o paradigma de que apenas pessoas de posse tinham acesso à literatura. Foi graças a esse projeto que muitos ávidos leitores, de camadas sociais mais humildes, deixaram de se sujeitar aos prazos apertados de empréstimos de livros das bibliotecas, podendo, assim, concretizar o sonho de montar o seu próprio acervo cultural.

Por isso, hoje, resolvi prestar a minha homenagem aos criadores dessa fábrica de sonhos chamada Círculo do Livro. Repito: Tudo culpa da minha estante de livros empoeirada.
Conforme pesquisei na Internet, a editora Círculo do Livro surgiu em 1973, ou seja, a quase 40 anos, através de um acordo firmado entre o Grupo Abril e uma editora alemã chamada Bertelsmann. O Grupo Abril tinha 51% das ações, enquanto à Bertelsmann cabia a fatia de 49%. A recém fundada editora vendia livros por um "sistema de clube", onde a pessoa era indicada por algum sócio e, a partir disso, recebia uma revista quinzenal com dezenas de títulos a serem escolhidos. O novo sócio teria então a obrigação de comprar ao menos um livro no período.
E por incrível que possa parecer, o Círculo do Livro, ou melhor, “a” Círculo do Livro, já que se tratava de “uma” editora, trabalhou no vermelho nos cinco primeiros anos, apesar de na época, o inovador sistema de “sócios leitores” ter agrado em cheio os amantes da literatura romanceada que não viam a hora da famosa “revistinha” da editora ser entregue para poder escolher os seus livros preferidos.
Para que você tenha uma idéia de como a Círculo do Livro se tornou uma coqueluche, logo de cara, basta dizer escrever, que após dois anos de funcionamento, em 1975, já reunia cinquenta mil sócios. Esse número dobraria três anos depois. Em 1982, as vendas alcançaram cinco milhões de exemplares, totalizando dezessete milhões nos primeiros dez anos de existência da Círculo.
Em 1983, aconteceria algo inédito no mercado editorial; algo fenomenal, jamais alcançado por uma outra editora na face da terra: a Círculo do Livro anunciaria publicamente um quadro de oitocentos mil sócios espalhados por 2.850 municípios brasileiros!! Para atender todo esse “oceano” de leitores, a editora também inovaria e além das vendas via catálogo, a Bertelsmann e o Grupo Abril optariam pela contratação de mais de dois mil vendedores de “porta em porta”.
Cara! Não sou nenhuma esfinge, mas quero propor um enigma cruel: “Como uma editora formada por dois gigantes do mundo editorial - Bertelsmann e Grupo Abril – e tendo à seu favor números astronômicos de vendas conseguiu decretar falência???!!
Decifra-me ou devoro-te! Ehehehe... brincadeirinha... Mas falando escrevendo sério: não dá para entender o que aconteceu.... Confesso que passei horas e mais horas ‘grudado’ na tela do computador, fuçando e fuçando em sites e mais sites tentando descobrir os motivos que levaram a Círculo do Livro a decretar falência. O que consegui desnudar foi, apenas, de que a ‘gigante’ Bertelsmann ao perceber uma ligeira queda no número de vendas da Círculo, simplesmente caiu fora do negócio, vendendo a sua parte para o sócio brasileiro: o Grupo Abril. Em minha opinião, a Bertelsmann se acovardou e quando viu o barco naufragar, caiu fora, deixando toda a responsabilidade para o Grupo Abril que, por sua vez, não teve fôlego para segurar o “rojão” sozinho. Resultado: a morte de um projeto editorial maravilhoso.
Na realidade, os verdadeiros motivos que levaram a suspensão das atividades da Círculo do Livro continuam sendo um verdadeiro mistério.
Em minhas pesquisas noturnas e solitárias na Net, garimpei o depoimento de uma pessoa que trabalhou como representante da Círculo. Ela disse que, de repente, num belo dia, ao chegar na empresa para participar da tradicional reunião mensal, onde eram expostos os planos de vendas para os próximos 30 dias, foi informada que os executivos da editora não precisavam mais do trabalho dos vendedores. Ela revelou que foi um dos dias mais tristes de sua vida.
Este depoimento deixa evidente que nem mesmo aqueles que trabalhavam na Círculo do Livro ficaram sabendo o que provocou a falência da editora.
Mas esquecendo todos os mistérios, esse humilde blogueiro não pode deixar de afirmar que a Círculo do Livro fez parte da vida da maioria dos leitores brasileiros, se tornando um ícone no mundo editorial brasileiro, colocando no mercado obras, outrora, inacessíveis para muitas pessoas que tinham a volúpia de ler, mas não possuíam recursos para isso. Realmente deixou saudades... muitas saudades...

77 comentários:

  1. Mesmo eu, que não sou contemporâneo disso aí, já tive em mãos vários títulos que levavam o selo Círculo do Livro.

    Acredito que se não tivessem desistido, a editora teria durado por bastante tempo. Infelizmente, hoje em dia não creio que daria certo. A molecada atual só pensa em Facebook.

    Fazer o quê...

    Abraço.
    regthorpe.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Então porque será que a Editora Abril não continuou com a marca do Circulo e facilitando a aquisição de livros para a maioria que não tem condições de pagar caro pela boa leitura? Ai que saudades do Circulo do Livro!

    ResponderExcluir
  3. Eu lembro bem vagamente do selo Círculo do Livro, mas hoje tenho vários exemplares aqui impressos com esse selo. Hoje eu acho sim que teria sucesso no Brasil. As pesquisas têm mostrado que o número de leitores têm aumentado ligeiramente e um projeto como o Círculo do Livro ajudaria os milhões de brasileiros que possuem vontade de ler mas são alijados disso por causa dos altos preços cobrados nos livros. VOLTA CÍRCULO DO LIVRO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Marcelo, me desculpe, mas não concordo o que você expôs. O valor dos livros não eram preços exorbitantes assim não. Já fui comprador assíduo dos livros do Circulo, e na época, eu tinha acabado de entrar no mercado de trabalho e portanto o que eu ganhava de salário era míseros dois salários mínimos mensais e eu comprava de dois a três livros por mês. Pena que acabou,eu adorava os livros de capa dura e letras legíveis. Saudades.

      Excluir
    3. Verdade Alex Alves, eu tbm era socia (antes era minha mãe e depois casei e virei socia) eu me lembro que minha mãe chevaga a fazer pedidos de 4 a 5 livros ( 2 a 3 livros pra ela ou 2 a 3 livros pra mim) e eram preços amaveis, até tinha promoções de saldão. Esse Marcelo só pode estar "viajando na maionese", pra não falar que não gostava dos titulos ou NÃO tinha dinheiro mesmo pra compra-los. E olha que nunca fui rica não, viviamos como uma familia de classe C (sendo que hoje em dia existe familias de classes F, G,......). Sdds infinitas mesmo. Obrigado Jose Antonio (Jam) por esse cantinho!!!!!!

      Excluir
    4. Quanto aos valores cobrados pela editora Circulo do Livro eram bem acessíveis, tanto é que muitas pessoas das classes mais humildes, daquela época, conseguiram 'rechear' as suas estantes, como bem disse a Sara e o Alex. E eu me incluo nessa faixa. Hoje, quase a metade dos meus livros são da Círculo.

      Excluir
  4. Angelo , concordo com vc... VOLTA CIRCULO!!!
    vamos lanças a campanha e quem sabe a Abril se mexe?

    ResponderExcluir
  5. Eu tb sou desta época...Tb fui sócia do Circulo do Livro e hoje mim bateu uma saudade pois tb comprava vários livros por mês, que pena que ninguem mais teve essa idéia com certeza eu seria a primeira a participar. Bjos.

    ResponderExcluir
  6. Eu tb sou desta época...Tb fui sócia do Circulo do Livro e hoje mim bateu uma saudade pois tb comprava vários livros por mês, que pena que ninguem mais teve essa idéia com certeza eu seria a primeira a participar. Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. À exemplo de você, tbém tenho muita saudade da época de ouro do Circulo do Livro. A editora Abril poderia reativar esse projeto ou quem sabe outras editoras com idéias originais que se assemelhassem ao Círculo.
      Abcs!!

      Excluir
  7. Li muitas obras da Círculo do Livro. Meu irmão era sócio e eu ia na carona. Bons tempos, onde tínhamos excelentes livros a preços acessíveis. Seria interessante se alguém bancasse a ideia, apesar da concorrência das leituras on line. Em tempo. Parabéns pelo texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Sabe de uma coisa Eneci; eu nunca fui fã das leituras on line. Sou daquela época em que o leitor tem o prazer de sentir a textura das páginasa de uma obra literária entre os dedos. Acredito que essa magia jamais irá desaparecer, mesmo com a evolução dos livros on line. Qto a volta de um projeto semelhante ao do Círulo do Livro, com certeza, todos aqueles que participaram ou então leram esse post são mais do que favoráveis.
      Obrigado pela visita e volte sempre!
      Abcs!

      Excluir
    2. Eu Sou tambem uma saudosa deste tempo, ontem mesmo compatilhando com uma amiga, descobrir que ela tambem teve o privilegio de ser socia do circulo do livro, que saudades!
      Benedita Altino

      Excluir
  8. Eu também era fã do Círculo! Estou à procura de um título, a biografia de Elizabeth I da Inglaterra. Será que não estaria entre os seus 305 livrinhos, como vc diz? Se alguém souber o nome do autor, já ajuda. E vamos torcer pra que a Abril nos ouça e retorne a nossa saudosa editora...

    Abraço,
    Bea Ribeiro

    ResponderExcluir
  9. Olá Bea,
    Infelizmente não tenho esse livro; mas anote aí alguns dados e links sobre a obra que poderão facilitar a sua busca. Vamos à eles:

    Dados das Obra:

    Nome do Livro no Brasil: A vida de Elizabeth I de Inglaterra
    Nome Original: Elizabeth I
    Escrito por: Jacques Chastenet
    Publicado no Brasil em: 1976 [segunda impressão]
    Editora: Circuito do livro
    Nº de Páginas: 287

    Onde encontrá-lo:

    * http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-460457507-livro-a-vida-de-elizabeth-1-da-inglaterra-frete-gratis-_JM

    >>>>>>>>>>>>>>>>
    * http://www.estantevirtual.com.br/q/jacques-chastenet-a-vida-de-elizabeth-i-de-inglaterra

    >>>>>>>>>>>>>>>>>>
    Procure acessar esse último link referente à Estante Virtual. Vc irá encontrar o livro de Jacques Chastenet à preços módicos. Coisa do tipo: R$ 6,00 e em bom estado de conservação.

    Espero ter ajudado.
    Abraços!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá você tem o catálogo das obras lançadas pela editora Circulo do Livro durante seu funcionamento?

      Excluir
    2. Acho muito difícil - para não dizer impossível - você conseguir encontrar um catálogo completo com todas as obras lançadas pela editora. Vou deixar-lhe um link da Estante Virtual onde encontrará algumas dessas obras, quero dizer, muitas dessas obras. Vale a pena consultar.

      https://www.estantevirtual.com.br/busca?utf8=%E2%9C%93&type=qed&new=&q=Circulo+do+Livro&offset=1

      Excluir
  10. Puxa, Jam, se ajudou !!! Que resposta mais completa e rápida !!! Como é que você obteve essa informação tão detalhada? (Se fôr "segredo de estado", só diga que não é da minha conta... rsrsrs)

    Valeu, mesmo !!!

    Abraços gratos da
    Bea

    P.S.: Essa "ressurreição" que você promoveu do Círculo do Livro abriu um baú de memórias a muitos de nós, não é? Muito obrigada por isso também!

    ResponderExcluir
  11. Meu pai era sócio do Círculo do Livro e eu mesmo, em sebos, adquiri muitos livros desse selo depois, até pelo ótimo acabamento, em capa dura! Seria muito bom se esse projeto fosse ressuscitado!

    ResponderExcluir
  12. Pois é Divanir, os comentários acima exprimem esse mesmo desejo: que o Círculo do Livro volte ao nosso convívio. Quem sabe um dia...
    Abcs!

    ResponderExcluir
  13. trabalhei no circulo do livro muitos aos,,era uma empresa multinacional na qual tenho boas recordações e saudades.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Nalva, que pena que terminou... Acredito que de cada 10 eleitores: os 10 curtiam o Círculo do Livro.
      Abcs.

      Excluir
  14. chorei lendo seu post ...tenho muitos livros daquela epoca tambem ...saudades ....sempre volto a ler os meus livros que passam de 250...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cleide, tbém sinto uma saudades enorme da época do Círculo do Livro. É inadimissível que, até agora, ninguém tenha tido a idéia de colocar em prática um projeto semelhante de estímulo à leitura que possibilite a venda de livros de autores consagrados à preços acessíveis à todas as classes.
      Abcs e volte sempre!!

      Excluir
  15. Caramba! Minha mãe foi sócia do Circulo do Livro, foi onde eu peguei gosto pela leitura, hoje eu leio tudo que chega as minhas mãos, de um jornal popular chamado Diário Gaúcho aqui no Rio Grande do Sul, até o Jornal do Comércio onde me mantenho atualizado sobre gestão de negócios. Hoje em dia não vejo nenhuma inciativa parecida, tanto que lancei um projeto chamado A Democracia do Livro, ainda está bem no início mas a ideia é o incentivo a leitura: http://ademocraciadoslivros.blogspot.com.br/

    Um abraço e obrigado pelo post...saudades da Círculo do Livro...me fez relembrar da minha infância, quando chegavam os livros e a minha avó (falecida) mesmo sendo analfabeta...ficava contente com os livros que compravamos.

    ResponderExcluir
  16. Alexandre, vc foi mais um dos milhares de leitores brasileiros que foram beneficiados na época do Clube do Livro. Com certeza esse projeto contribuiu para o desenvolvimento de sua leitura, abrindo-lhe as portas do sucesso profissional.
    Sabe... Até hoje eu não sei como o Círculo do Livro pode naufragar.
    Ah! E parabéns pelo "Democracia dos Livros". Tomra que surjam outros projetos dessa natureza... de incentivo à leitura.

    ResponderExcluir
  17. Eu, ainda moleque, tinha acesso aos catálogos mensais do Círculo por meio de minha tia que, sócia, acabou me indicando depois de tanto eu perturbá-la. De acordo com a vendedora que ia até em casa todo mês, eu fui a primeira criança a fazer parte do Círculo, com dez anos de idade (nem sei se isso é verdade, mas me dava tanto orgulho!!!). E então foram o "Manual do Escoteiro Mirim", as obras completas do Lobato, do Jorge Amado, do Érico Veríssimo, do Camus, do Jean Plaidy, a Larousse, os livros que minha mãe comprava pra ela ("O reverso da medalha" etc.) e, sobretudo, aqueles indicados pelo Círculo que, caso você não escolhesse nenhum título, seria entregue em sua casa! Quantas saudades daquela época em que, mesmo sem internet e sem essas mega livrarias, podíamos contar com um catálogo de qualidade e com serviço excelente de impressão! Agradeço imensamente ao Círculo pelo que me pôde proporcionar e por grande parte de minha formação como leitor (os mais de duzentos livros que, em minha humilde biblioteca, são do Círculo)! E obrigado José Antônio pela recordação!

    ResponderExcluir
  18. A poucos dias, conversando com um conhecido que quer que eu faça uma estante para ele,soube que ele é professor de portugues e que possui varios livros. Nesta prosa citamos vários livros que haviamos lido quando surgiu o nome do Circulo do Livro. Realmente era uma felicidade receber todos os meses o catalogo onde poderiamos escolher os melhores titulos para lermos. Bons tempo. Que volte O Circulo do Livro

    ResponderExcluir
  19. Marcelo e José, basta ler os seus comentários e todos os outros publicados nesse espaço para que tenhamos noção da importância do Círculo do Livro em nossas vidas de leitores inveterados. À exemplo de voces, não me conformo com a 'morte' de um projeto cultural tão importante como foi o Círculo. Os preços acessíveis dos livros abriam possibilidades para que todas as classes sociais pudessem mergulhar no mundo mágico da leitura. Hje... um livro mais barato, em promoção fica na faixa dos R$ 30,00, qto a um lançamento ultrapassa os R$ 40 ou R$ 50.... Como ter acesso a leitura em nosso País desse jeito... Não é verdade.
    Abcs!!

    ResponderExcluir
  20. Wanda Dias de Campos, 12/08/2013
    Boa tarde. Eu fui sócia da Círculo do Livro por muito tempo. Fiz várias coleções pois meus filhos estudavam o primeiro grau, hoje são formados. Criava uma expectativa com a chegada dos livros em casa, também comprei vários romances entre eles A Bruma de Avalon o sucesso da época. Ontem, domingo, estava no quarto dos meus filhos e minha filha do meio perguntou se eu sabia o que tinha acontecido com a revista Círculo do Livro aí vim pesquisar e encontrei esse site. Obrigada pelos esclarecimentos. Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz em ter ajudado a esclarecer algumas dúvidas sobre esse projeto tão especial e que deixou tantas saudades. Tomara que o Círculo do Livro volte um dia,readaptado para os períodos atuais. Quem sabe....
      Abcs e thanks pela visita!

      Excluir
  21. Nossa! Agora deu saudades mesmo! Adorava Círculo do Livro e li muita coisa excelente. Fiquei muito triste quando acabou. Era tão bom poder escolher os livros pela revista e aguardar ansiosa sua chegada. Era ótimo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bons tempos aqueles, não é mesmo Monica? Pelos comentários acima dá prá perceber o tamanho da saudades que o encerramento do Círculo do Livros deixou.
      Grde abraço!

      Excluir
  22. Li centenas. Os Libertinos,A menina do fim da rua, Eu Cristiane F, Eu robô, A mulher só, O reverso da medalha, Depois do funeral... Que saudades de uma época de cultura!!!!

    ResponderExcluir
  23. Márcia, você não imagina a minha torcida para que algum grupo editorial reaviva o projeto do Clube do Livro. Vamos esperar. afina de contas, esperança é a última que morre.
    Abcs!!

    ResponderExcluir
  24. Eu também pertenci a essa época. Saudades. Tinha meus 15 anos e ainda comprava a coleção dos escoteiros mirins.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bons tempos aqueles, não é mesmo?
      Tomara que voltem brevemente. Tdo vai depender da vontade de algum grupo editorial em abraçar ou digamos "reabraçar" o extinto projeto "Círculo do Livro". Esperamos e torcemos por isso.

      Excluir
  25. Olá, sou historiadora e fui clubista também. Gosto muito da história do livro no Brasil. O Monteiro Lobato, lá no início do século XX, foi o primeiro a perceber que o nó da vendagem de livros no Brasil era a distribuição. Quando o Circulo do Livro surgiu, nos anos 70, não era exatamente uma editora, mas uma 'editora-distribuidora associada'; eles reeditavam obras, com a licença e a parceria das editoras que tinham o direito da obra. A vantagem era a distribuição. Ter uma obra no catálogo do Círculo significava fazê-la chegar a todo o Brasil. Eu era associada, tenho vários livros desse tempo, Saint-Exupéry, Gorbachev, Maquiavel...Você pode observar nos exemplares que vc tem, que estará anotado assim: "Licença editorial para o círculo do livro, por cortesia da editora "tal" . Foram livros da Editora Nova Cultura, Abril, Brasiliense, editados pelo Círculo, em papel de qualidade e quase sempre, capa dura. O surgimento dos shoppings foi a primeira pá de cal no Círculo, pois com um maior número de livrarias, o problema da distribuição foi sendo resolvido; depois vieram as edições de banca de jornal (coleções da Abril, da Folha, etc) e aí o Círculo passou a ser desnecessário para o mercado. Hoje, com a internet, uma reedição de um Clube de livros teria que ser repensada, no seu formato e em seus objetivos para o mercado. Para os leitores e antigos associados, ele é insubstituível. Abçs.

    ResponderExcluir
  26. Então, eu devia ter 10, 12 anos quando conheci a Revista do Círculo do Livro, minha irmã era
    sócia, e apaixonei por aquilo, ficava sonhando em ter quase todos, rrss. E os que ela comprava eu devorava. Infelizmente tem aqueles que só fiquei na vontade de ler, muitos aliás. Inclusive
    talvez você tenha informação sobre um título de um livro sobre dois telepatas, um homem e
    uma mulher, se não me engano um livro sobre espiões que sonho ler até hoje. Se lembrar
    talvez eu possa tentar achar na Estante Virtual. Agradeceria muito, muito. Bons tempos
    aqueles. Ivanilda Oliveira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Ivanilda, bons tempos aqueles. Quanto ao livro que vc citou, sinto não poder ajudá-la, pois não sei o nome. Mas fica registrado nesse espaço a sua dúvida, com certeza, alguém irá ajuda-la.
      Abcs!

      Excluir
  27. Ivanilda, procure o livro A Fúria. Virou até filme com John Cassavetes. Vê se não é esse. :)

    ResponderExcluir
  28. Na época do Círculo do Livro meu pai adquiriu vários livros e, entre eles, o que marcou toda a minha vida e o tenho até os dias de hoje é "A Boa Terra" de Pearl S. Buck, que veio comigo quando emigrei para a Europa. O nome "Círculo do livro" traz boas recordações de minha infância...

    ResponderExcluir
  29. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  30. talvez o circulo do livro tenha acabado pois eles trabalhavam com diversas irregularidades,por exemplo quem trabalho para ele,vendia.....levava os livros....catalogos....enfim era um empregado sem carteira,nem nada e muitas das vezes menores de idade. Com a evolução das leis trabalhistas o melhor era acabar com tudo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se era algo de ilegal, entendo que acabar não resolve ,resolveria legalizar.

      Excluir
  31. Deixou saudades, sim... Outro dia comentava com um amigo sobre as publicaçoes do Círculo do Livro. Eu era socia, ele também era... E era exatamente assim, um "frisson" quando chegava em casa o catálogo. Li dezenas e dezenas de livros através desse sistema. E me lembro de tantas tardes, no meu quarto, adolescente entre 13 e 17 anos, totalmente envolvida nos livros que adquiria. Bons tempos, me lembro disso e por isso sou muito feliz, a leitura é uma viagem fantástica !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muitas saudades Denise e teremos de conviver com ela, já que surgimento de um projeto parecido com o do Círculo do Livro será muito difícil...

      Excluir
  32. Olá! Hoje junto com minha filha formada em Letras buscamos saber o que teria acontecido com o Círculo do Livro.A curiosidade surgiu porque passando pela estante virtual,quis adquirir alguns livros com capa dura. Por quê ? Peguntou a minha filha. Aí falei sobre o Círculo do Livro. Achou interessando e pesquisamos. MUITA SAUDADE,TEMPO DE BOAS LEITURAS. Um projeto parecido seria tdo de bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isabel, nunca torci tanto por isso! Mas a esperança é a última que morre. Vamos torcer para que alguma iniciativa pública ou privada acampe essa idéia, pois ler é cultura, mas como ler com os preços de livros nas alturas?
      Abcs!

      Excluir
    2. De fato, deixou saudades... Mas às vezes, em minha ignorância e atrevimento,,, eu me faço a seguinte pergunta :
      Como vender livros, mesmo que não usando aquele sistema de distribuição ora efetuado, para que todos tivessem acesso à incríveis obras,,,, se nos dias atuais, bastam breves cliques na Internet para conseguirmos qualquer livro ou produtos????? Ou ainda,,,, encarar livrarias gigantes, que a cada dia devoram -Se entre elas na busca por lucros e mais clientes????

      Excluir
  33. Nooossa! Estava falando do Círculo do Livro para minha filha, (que adquiriu gosto pela leitura, porque desde pequenininha, ou melhor, desde que eu estava grávida dela já comprava livrinhos), quando resolvi procurar alguma coisa a respeito e achei seu blog. Fui sócia muito tempo e como todos os outros leitores, morro de saudades. Continuo comprando livros, mas aqueles do Círculo eram show. Ainda tenho muitos guardados. E só para complementar, vc escreveu e descreveu muito bem. Abçs, Rosmari

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rosmari, obrigado.
      Com certeza, deixou muitas saudades. Eu também tenho muitos livros dessa editora, aliás, grande parte dos volumes que preenchem a minha estante tem o selo do Círculo. Saudades daquela época.
      Abcs!

      Excluir
  34. Oii, vim para em seu blog pois estava procurando a respeito do círculo do livro. Bom, eu já sabia que existia algo do tipo via correios pois já ouvi falar.. Mas hoje estive com minha mãe e ela me deu vários livros que eram dela, livros antigos.. E muitos deles tinha o selo do Círculo de Livros.. A curiosidade bateu e vim na internet pesquisar.. Realmente devia ser DEMAIS essa época, às vezes lendo ou vendo coisas que existiam antigamente, me dá vontade de querer ser dessa época. Infelizmente sou de 87..rs Bom, a única coisa que sei que hoje é meio que no mesmo perfil, só que mais tecnológico é a TAG Experiências Literárias, porém achei caro para ter direito à um livro só por mês (R$ 69,90 a mensalidade e 79,90 a cada trimestre). Aliás, fiquei curiosa em saber como era feito o pagamento. Hoje em dia temos cartão de crédito, transições online, boleto bancário.. Gostaria de saber como era a forma de pagamento do círculo do livro. Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Círculo do Livro tinha uma cadeia com mais de dois mil vendedores espalhados por todo o País, nos municípios com grande número de sócios. Por isso, os livros comprados, bem como o novo exemplar da revista com os títulos a serem selecionados pelo sócio eram entregues por esses vendedores. Já, os associados que residiam nas cidades que não eram atendidas por 'vendedores-físicos', as encomendas chegavam via correios; acredito que através do sistema conhecido por "Pagamento na Entrega", onde o destinatário recebia do carteiro um aviso de chegada de encomenda em seu nome. Dessa maneira, ele se deslocava até a agencia de correio e após pagar o valor do material recebido mais as despesas postais, ia para casa todo feliz com os tão sonhados livros debaixo do braço.
      Espero ter respondido a sua pergunta, Renata.
      Abraços!!

      Excluir
  35. Tenho 74 anos e também fui associada do Círculo do Livro. Durante anos devorei livros. Mantenho ainda alguns exemplares: JARDIM JAPONÊS, YARGO, A SABEDORIA DAS RUNAS, A SABEDORIA DAS PEDRAS, MÚSICA E PSIQUÊ. O Círculo do Livro foi muito bom.É uma pena ter terminado repentinamente. Busco por um livro cujo título e EU, JUDAS. Se alguém souber onde posso encontrá-lo entre em contato comigo por e-mail: yara.virginia@terra.com.br.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Yara,
      Se, por acaso, for o livro escrito por Taylor Caldwell, você irá encontrá-lo à preços módicos no Portal da Estante Virtual. Anote o link.

      http://www.estantevirtual.com.br/b/taylor-caldwell/eu-judas/1446243399?q=taylor+caldwell+eu+judas

      Excluir
  36. fiz parte de uma equipe que sempre tinhamos os 1ºs lugares na classificação de vendas no ABCD paulista , tenho muitas saudades do pessoal Bellon, Raul ,Jesuino, Neuza, Ivo, e muitos outros que fizeram parte desse tempo que não volta mais .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos, o Círculo do Livro marcou de uma maneira maravilhosa tanto a vida dos leitores quanto daqueles que trabalhavam com o setor de vendas ou de logística da empresa.
      Abraços!

      Excluir
  37. Aparecido Domingues14 de agosto de 2015 12:04

    Não sou muito bom em datas, mas acho que foi em 1998 que fiz uma doação de aproximadamente 200 livros à biblioteca pública de Jacareí, sendo mais ou menos 90% deles oriundos de compras do Circulo do Livro,Acredito que ainda deva ter alguns destes livros em catalogo por lá...se lá voltar vou conferir !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você deve estar com saudades desses livros, mas o seu gesto de doar para que outros tivessem acesso à leitura foi nobre.
      Abcs!!

      Excluir
  38. Tive o privilégio de ter livros do Círculo do Livro em minha biblioteca. Era sócio e comprava avidamente. Pena que chegou ao fim. Hoje meus livros foram doados e estão fazendo a alegria de outras pessoas. Confesso que fiz isso com aperto no coração, pois sou do tipo que relê passagens marcantes de cada livro lido... Mas pelo menos eles estão estimulando o hábito da leitura em outras pessoas. Excelente post! Trouxe-me maravilhosas lembranças. Admito que até cheguei a ficar emocionado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado César,
      No período em que escrevi esse post também fiquei muito emocionado, pois como você, vivi aquela época de ouro da literatura.
      Abraços!

      Excluir
  39. Olá, ao ler tudo isso é ainda ver a capa do livro Pássaros Feridos,bateu uma nostalgia.
    Era bem assim mesmo,tu esperava ansioso a chegada da revista,e olha suas páginas encantada. A geração de hoje não terá estas sensações, pois com a Internet é tudo mais rápido e sem muita expectativa. Muitos livros li e viajei nas histórias,... saudades.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carla, foi uma época inesquecível. Felizes, aqueles que tiveram a oportunidade de vivê-la. Também li Pássaros Feridos e como você, bateu uma grande nostalgia, tanto do livro quanto da minissérie com o Richard Chamberlain. Lembro que na época o SBT exibiu a minissérie que chegou a abalar as estruturas da Globo que perdeu na audiência por vários dias.Isto há mais 20 anos!
      Abcs!

      Excluir
  40. Bah! Tu devorava cada página, eu era daquelas que sublinhava frases,releia passagens mais interessantes,fazia marcador de livros citando frases e autores. Escapava os livros com papel contact... nossa,viajei para aquela época, o cheirinho de cada livro novo que chegava....enfim boas lembranças. ...

    ResponderExcluir
  41. Eu também fui sócio do círculo do livro,que saudades deste tempo.Comprava 2 , 3 , 4 livros por mes.Será que um dia poderia voltar á sermos sócios se voltasse ?

    ResponderExcluir
  42. Olá, também fui sócia do Círculo do Livro por muitos anos, tenho todos os meus livros ainda, passei a amar Ághata Christie, sou fã de carteirinha, li pássaros feridos, Sidney Sheldon, O diário de Anne Frank, gente! Se a Círculo do Livro ainda existisse com certeza ainda hoje eu seria sócia. Seria realmente maravilhoso se surgisse um novo projeto parecido com o sistema Círculo do Livro.

    ResponderExcluir
  43. Não sou desta época, mas adquiri um exemplar de uma obra do circulo do livro, e o que percebi é que a qualidade é muito boa, hoje não encontramos mais livros bem estruturados como as obras desta época. A idéia continua boa e deveria voltar, pois hoje temos mais leitores do que na época em que a editora atuava.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carla, Zenilton, Eliete e Emerson; como fico feliz em ver que tantas pessoas - assim como eu - tiveram a oportunidade de viver um dos momentos mais antológicos da nossa literatura. Nunca houve e acredito que jamais haverá um outro sistema de venda e distribuição de livros como aquele que foi adotado pela empresa Circulo do Livro.
      Somos felizes por termos vivido aquele momento mágico, mas que infelizmente durou pouco tempo.
      Abraços à todos!

      Excluir
  44. Procuro um livro que tratava da história de vida de um militar alemão que participou das duas grandes guerras. Na primeira guerra mundial ele era tenente e depois passou muita dificuldade. Na segunda guerra chegou a Coronel e depois teve que vender margarina para sustentar a familia. Me ajudem a encontrar este livro. Gostaria muito de voltar a lê-lo. Sou cesarvilson@gmail.com

    ResponderExcluir
  45. Hoje minha irmã relembrou uma coleção antiga q tínhamos do Clube do Livro. Na verdade éramos crianças e minha mãe disse q era assinante e tal. Se alguém puder ajudar, eram livros infantis, ilustrados, fininhos, capa dura, branca com desenhos coloridos. Se não me engano eram 10 ou 12 exemplares, cada um com um tema diferente. A primeira página era sempre colorida e cada livro tinha um número. Estamos doidas nessa pesquisa, pq não encontramos nada parecido com isso.
    Se alguém recordar de algo email maxioliver@gmail.com
    Obrigada

    ResponderExcluir
  46. Também fui sócio do Círculo do Livro por vários anos e ainda conservo meus livros. Era uma boa maneira de adquirir livros, pois na revista, além da foto de capa do livro vinha a sinopse do assunto em questão. Havia também a divisão como História,Física,romances, documentários e tudo a preços módicos. Dava uma olhada na revista e logo alguns títulos me chamavam a atenção. Gostaria muito que o 'Círculo do Livro' fosse ativado novamente. Me associaria novamente. Agradeço ao autor da postagem a feliz idéia da postagem na internet.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado da postagem. Acredito que se um projeto semelhante ao do Circulo do Livro surgisse nos tempos atuais, com certeza, um grande numero de leitores iria se associar.
      Abcs!

      Excluir
  47. Sua ideia de contar um pouco da sua experiência com o Círculo do Livro foi ótima! Realmente "viajei" ao tempo do Clube que eu e minhas amigas trocávamos os livros para dar conta de ler vários e pagar 1 e se manter sócia. Obrigado pela viagem! Tb gostaria muito que o Clube voltasse!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Lilian :)
      é sempre bom recordarmos coisas boas; e o Círculo do Livro foi uma delas.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...